Apenas Um Madeiro Moldado Por Um Simples Carpinteiro

 
 
Um dos motivos, por qual Deus me fascina, é o de que Ele é criativo. Sua Palavra, não está presa a uma só situação, pessoa, lugar ou circunstância. Essa maneira, digamos, liberal de falar aos homens intrigou aos fariseus: Acostumados a “engessar” pessoas em obediência a lei, eles não conseguiam aceitar a pregação de Jesus. O filho de Deus, mais parecia um louco, revolucionário: Não freqüentava normalmente o templo, nem concordava com escribas, anciãos e autoridades eclesiásticas de Jerusalém.

E justamente, por causa da simplicidade, da associação do cotidiano com o Reino é que Jesus se fazia entender por todos: Uma repulsa aos “nobres”. Onde já se viu, dizer: “Eu sou o pão da vida, quem  vem a mim não terá fome? Jo 6:35. Que escândalo! “Como Ele pode dizer que desceu do Céu? Este não é aquele carpinteiro, filho de José e Maria?”Jo 6:41-42. Pobres cegos. Acreditavam serem detentores da verdade. Não compreendiam o que excedia em graça. Apenas o que lhes convinha.
 
Jesus veio acabar com uma só forma de pensar, de agir. Ele ministrava sentado, no degrau do púlpito do grande templo de Jerusalém, andava entre os ouvintes, falando de videiras, trabalhadores do campo, rebanhos, pastores... Podia ser visto na praia de pés descalços, nos montes apontando para a cidade, utilizando a paisagem para criar um belo discurso. Quanta autoridade! Sua mensagem era como fogo a queimar o pecado, como água a purificar o ser, como bálsamo a curar feridas.

Ele não precisou de luxo, porque Sua riqueza maior era o testemunho, a vida. Às vezes sinto falta dessa forma de ministração. Prefiro a beleza do ser, do que a do ter. “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus” Lc 4:4. Por vezes, temos muito pão e pouca palavra. Uma ode ao materialismo e um esquecimento da simplicidade do Evangelho. E a letra, mata o que nunca, jamais pode morrer. Mas, mata. Milhões, estão morrendo por falta de alimento.

“E a unção que vós recebestes fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine, mas com a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis” I Jo 2:27

Se os homens nos decepcionam, não nos afastemos de Jesus. Pelo contrário, nos agarremos a Ele, que não faz acepção de pessoas. Todos, igualmente, são capazes de compreender a Palavra, se a buscarem com todo o coração. Deus jamais mudou e assim como através de Jesus, falou de várias formas, continua a agir hoje. Ele não quer que sejamos “intelectuais” nas Escrituras, mas que tenhamos intimidade com Ele. O Espírito Santo é o melhor Mestre. Ele revela a direção a seguir.

Conheço uma irmã, que sabe escrever apenas seu nome e não lia absolutamente nada até que Deus fez uma obra incrível em sua vida. Ela conseguiu ler a Palavra! Aleluia! E lê perfeitamente! Isto transformou sua família. Ela foi a primeira a se converter, depois o esposo, e por último cinco dos seus sete filhos. Todos conhecem seu testemunho na Igreja Batista Boa esperança em Parnaíba: “Era o que eu tinha mais vontade de fazer em minha vida: conhecer a Bíblia”. Deus não faz acepção de pessoas. A mais simples oração toca seu coração. Tudo para Ele tem imenso valor. Ele ainda é como um carpinteiro que transforma um pedaço de madeira bruta, em um belo móvel. Eu diria, em um móvel útil, imprescindível ao ambiente.

Aquela cruz, em que morreu o carpinteiro, era igual a centenas de outras que sustentaram malfeitores, a não ser por um “detalhe”, o homem preso a ela. Ele deu um valor imensurável ao madeiro: Receber o corpo do Filho de Deus! Ela deve ter sido jogada em um canto qualquer, quem sabe queimada, mas jamais, jamais, sairá da história. Não sabemos a cor, a espessura, mas sabemos que muito significou. Assim somos nós. Um “detalhe” em nossa vida pode fazer uma eterna diferença: Conhecer a Deus. Não custa fortunas, nem é necessário sacrifício, apenas fé. Pode ser pequenina, como um minúsculo grão de mostarda.

Não nos esqueçamos da simplicidade do Evangelho, da busca solitária entre "nós e Deus", para que se cumpra a promessa de I João 2:27 : "Vós tendes a unção que vos ensina ". Deus é criativo e pacientemente  apara as arestas dos madeiros: molda, enverniza, arremata e faz preciosa obra. Basta tão somente buscar e acreditar.

Wilma Rejane.

2 comentários:

mariamorena disse...

MINHA QUERIDA IRMÃ, QUE A LUZ E A ALEGRIA DO ESPIRITO SANTO ESTEJA SEMPRE COM VC. OBRIGA POR MAIS ESSA REFLEXÃO, COMO AS DEMAIS TÊM ME AJUDADO, FICA NA PAZ UMA ABRAÇÃO DA IRMÃ DORA.

Silmara Arteira disse...

Paz!!
Passadinha rapida para pegar seu link-me..se quiser tbm tenho o meu...
fique na doce Paz do Senhor Jesus..bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...