Ùltimas Noticias Caso Yousef Nadarkhani - Entrevista Exclusiva






Wilma Rejane


Em que condições estaria o pastor Yousef Nadarkhani na prisão iraniana? Qual o desfecho da sentença? "vasculhei" os mecanismos de pesquisa do Google em busca de informações recentes sobre o caso (acredito que muitas pessoas já devam ter feito isso também) e o que encontrei de mais atual foi uma entrevista do advogado de defesa de Yousef Nadarkhani, Salmanpour Abbas, a um repórter da agência de Notícias Iraniana Cristã "Mohabat News".

A entrevista foi feita por telefone no dia 02 de Novembro e não sei por qual motivo, só agora a notícia aparece como destaque na primeira página do Google, resultados em inglês.


Mohabat Notícias: Por favor, informe-nos sobre o satus do caso Nadarkhani como está o processo no momento?

Abbas Salmanpour: O processo deve ser encaminhado para o tribunal superior novamente.

MN: Como está a situação de Nadarkhani na prisão agora? É permitido visitar ele? Ele pode se comunicar / ligar para família?

AS: Sim, até onde sei ele não tem problema nenhum a esse respeito. Eu perguntei a ele sobre isso e, felizmente, ele está em boa situação na prisão. Não está sob tortura, pressão, ou outros problemas desse tipo. O setor de relacionamento do tribunal permite que sua família vá visitá-lo tanto quanto possível. Felizmente não há problemas quanto a isso.

MN: Cinco dos Marja-e-Taglites (que significa literalmente uma fonte de orientação e referência) rejeitaram a acusação de apostasia contra Nadarkhantie agora o seu caso foi encaminhado para o Lider Supremo do Irã, Ali Khamenet. Se ele confirmar o veredicto de apostasia contra Nadarkhani o que acontecerá?


AS: O desacordo entre advogados e juízes, neste caso, é se Nadarhkani aceita as condições para ser chamado de um apóstata ou não. A Marja-e-Taglids não rejeitam uma acusação de apostasia em principio. Geralmente, eles apoiam esse tipo de acusação. Mas a discussão é se as atividades de Nadarkhani faria dele um apóstata ou não. se de acordo com os fatos de seu caso ele for reconhecido como apóstata, em seguida, de acordo com os princípios islâmicos a pena de morte será anunciada para ele. E se não, ele não seria tratado como apóstata. O problema principal reside sobre essa questão: Apostata ou não apostata.

Como no inicio você me perguntou sobre o encaminhamento da sentença para o tribunal superior, o caso foi para o escritório do Líder Supremo, de acordo com nosso sistema de liderança, se esse líder decide algo, basicamente, a decisão deve ser implementada.

MN: será que a decisão do lider tem mais credibilidade do que dos outros cinco Marja-e-Taghlid?

AS: Já que ele é o Líder Supremo, de acordo com a Constituição, ele está em posição mais elevada do que as dos outros cinco. A Marja-e-Taghlids faria seus comentários, mas o Líder Supremo tem o direito de emitir o veredicto final. Tais veredictos são vinculativos. Eu acho e tenho certeza de que os juízes vão implementar esse veredicto final.

MN: Nos últimos meses ou mesmo anos, um grande número de cristãos foram detidos e presos pelas autoridades de segurança. Mesmo agora, alguns cristãos convertidos estão sendo mantidos na prisão. Na sua opinião, por que a acusação de apostasia foi mencionada apenas a Yousef nadarkhani?

AS: O que tornou o caso mais sensível é que acredita-se que Nadarkhani realizou algumas ações para disseminar suas crenças. Quero dizer as acusações são mencionadas no sentido de que formou uma igreja doméstica para difundir a fé para outros. E também alegou que tinha sido um muçulmano e mais tarde se convertido ao cristianismo. Estas questões têm tornado o caso um pouco mais sensível.

É claro que eu e os outros advogados de defesa não acreditamos nisso. Acredito que ele não vai ser condenado por ser um apostata. O próprio fato de ser cristão não assumiu a gravidade do caso de Nadarkhani. ele não está sendo condenado por ser um cristão, não é isso. Tanto quanto sabemos, nossos amigos e vizinhos cristãos  vão continuar a viver em paz e são livres para praticar sua fé dentro das igrejas. As acusações apontam para Nadarkhani pela formação de uma igreja doméstica, pregando o Evangelho para muçulmanos e levando-os a abandonar suas crenças islâmicas.

No entanto, estamos tentando provar o contrário para provar que ele não fez isso. E mesmo que qualquer pregação tenha sido feita entre seus companheiros cristãos, não pode ser vista como pregação contra o Islã. Há também um desacordo sobre isto entre advogados e juízes. esperamos que todas essas discordâncias cheguem a um fim e sejam resolvidas de alguma forma. Espero também que o tato dos juízes neste caso, irá concluir em boa ordem para que ele possa voltar para sua família e esse caso finalmente ser encerrado.

Fonte: Persecution International Christian Concern

Yousef Nadarkhani foi preso em Dezembro de 2006 sob acusação de apostasia e evangelismo , foi libertado e preso novamente em 2009 por ter protestado contra o governo sobre a obrigatoriedade da leitura do Alcorão nas escolas, a sentença foi mudando ao longo dos anos e idas e vindas ao Tribunal do Irâ.

3 comentários:

Silvana Abreu disse...

"Estou participando da Campanha Siga e Seja Seguido da UBE blogs! Estou seguindo seu blog, siga o meu: #followback"

www.conhecerjesus.blogspot.com

Ufecon disse...

Parabéns pelo seu blog, minha irmã.
"Estou participando da Campanha Siga e Seja Seguido da UBE blogs! Estou seguindo seu blog, siga o meu: #followback" http://ufecon.blogspot.com

celiaoliver disse...

Tambem começei a te seguir. Meu blog

http://aluzdosescritos.blogspot.com/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...