Espírito voluntário para servir





 João Cruzué


Gosto de escrever olhando o lado simples das coisas. Quando observo a maneira de relacionamento de Jesus Cristo com as pessoas no Evangelho aprendo que Ele era simples e bem pragmático. Então, vamos ver como podem ser entendidas algumas formas de crescimento para chegar a perfeição cujo padrão é Cristo. Para quem já sabe "tudo" talvez não possa eu acrescentar muito, mas creio não ser desperdício de tempo ficar conosco nos próximos sete minutos. Venha comigo, pois vou mostrar-lhe muitas coisas da minha janela!

O cego de Jericó: Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!

Jesus - Que queres que eu te faça?

O cego de Jericó - Senhor, eu quero ver.

Tão logo soube que Jesus passava, Bartimeu - o cego de Jericó, começou a gritar seu nome. Embora mandassem-no calar a boca, continuou a gritar até que Ele ouvisse. Com esse excerto do Evangelho registrado no final de Lucas 18, vamos escrever sobre o crescer no conhecimento da pessoa de Cristo. "II Pedro 3:18 "Antes cresçamos na graça e no conhecimento de Cristo."

Crescer em conhecimento de Cristo, é procurar estudar a Palavra de Deus que está registrada na Bíblia Sagrada. Isso não é tarefa de pouco tempo, pois sempre que voltamos ao mesmo texto, acontece de sempre descobrirmos coisas novas. O tempo que passamos tanto em oração quanto na leitura da Bíblia é o mesmo tempo que a presença Deus se aproxima de nós. Esta presença se faz na pessoa do Espírito Santo. A presença de Deus em nossa vida depende de quanto tempo dedicamos à leitura, meditação do que se lê e à oração. Este, é o começo.

Você procura por Deus, e Ele se deixa encontrar. Você procura conhecimento em Sua Palavra e descobre a companhia de Deus. Você separa um tempo diário para suas orações, e cresce em graça. Esta graça, neste caso, é a presença de Deus na sua vida para resistir ao pecado, ao diabo, uma resistência espiritual ao pensamento mundano e ao mesmo tempo um desejo crescente de agradar a Deus. A graça de Deus vem através da oração e do jejum.

Crescer no conhecimento e na Graça de Deus, em equilíbrio.

Enquanto vivemos em sociedade temos responsabilidades com a família, com a Igreja onde congregamos, com a empresa onde trabalhamos, com os estudos, os vizinhos, com a vida política etc. Não podemos nos fanatizar nem racionalizar. O equilíbrio de estar com Jesus, sem abandonar nossos compromissos sociais é da vontade de Deus. Se buscarmos os extremos dessa linha nos tornamos incapazes de fazer a obra do Senhor. Ele conta conosco para produzir frutos do seu amor, ser o sal da terra e a luz do mundo.



Toda Igreja Evangélica tem um departamento de ensino que se chama "Escola Dominical". De todos os lugares para se aprender a Palavra de Deus, equele é o melhor. Ali, as lições bíblicas são ensinadas de forma objetiva e simples; por pessoas adeqüadas ao próprio segmento social. Creio que em dois anos, qualquer adolescente, jovem ou adulto já terá adqüirido o conhecimento básico da vontade de Deus para si.

Se o conhecimento vem pelo estudo, queremos repetir, a graça vem pelo tempo que passamos a sós em oração e meditação na companhia do Senhor. Não há contradição alguma entre "a sós" e na "companhia do Senhor", pois quando procuramos pela presença Dele, na realidade, Ele já se faz presente e estará bem ao nosso lado. Quando orar e ler em silêncio a palavra do Senhor, saiba com certeza que Ele vai estar ao seu lado. Tudo o que falar, Ele vai ouvir.

A graça e o conhecimento de Deus, equilibradamente, podem fazer-nos crescer em sabedoria. Essa sabedoria consiste em aplicar o conhecimento das coisas de Deus no dia a dia diante de qualquer situação. E para que isto aconteça mesmo, há uma quarta forma de crescimento - em humildade. De nada adianta conhecer tudo de Deus, orar e meditar 24 horas por dia, saber aplicar todo este potencial mas estar se opondo a Deus.

Como isso é possível? Infelizmente pode acontecer. Há dois exemplos muito claros na Bíblia: no primeiro o sumo sacerdote de Israel, o homem que ocupava o mais alto cargo religioso do país, apesar de tanto conhecimento e religião, produziu a prova da condenação de Cristo à morte. O segundo exemplo foi o de Saulo de Tarso, que estudou com o maior mestre religioso de sua época, e toda a sabedoria aprendida estava sendo usada para perseguir e matar os primeiros cristãos.

Conhecimento, graça, sabedoria e humildade.

Jesus Cristo, o Filho de Deus, nasceu em uma manjedoura; poderia ter nascido em um palácio. Sua família terrena era pobre; poderia ter nascido da mais ricafamília da Judéia, em sua época. E, por que esse paradoxo? Porque berço de ouro e as riquezas, geralmente tem levao as pessoas á soberba e ao desprezo aos pobres! E, Deus tem aversão à soberba. Digo isso, embora também haja pobres soberbos.

O que é ser humilde? É algo que há muito tempo estou tentando aprender. Entre outras coisas, ser humilde é ter contentamento com o que possue. Podemos orar pelas coisas que sonhamos ter desde que coloquemos a vontade do Senhor em primeiro lugar, pois não sabemos se no futuro aquilo que desejamos tanto poderá vir de fato ser uma bênção para nós.

Ser humilde ainda, é dedicar o mesmo tratamento respeitoso e afetuoso tanto a uma pessoa com o Presidente da República quando à faxineira do seu local de trabalho. Ser humilde também está patente na atitude de Cristo na cerimônia do "lava-pés" na ceia da Páscoa. Como ninguém quis assumir a função de serviçal no incídio da ceia, no final dela, o próprio Cristo levantou-se, cingiu-se com uma toalha, lavou e enxugou os pés de cada discípulo. Depois aplicou-lhes um legítimo "sabão" com sua atitude de servir pelo ângulo do cristianismo.

Conhecimento, graça, sabedoria, humildade e atitude.

Orou o Rei Davi, no salmo 51: "Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário". Atitude voluntária foi o exemplo de Cristo ao lavar os pés dos discípulos, Como em sua presunção eles não quiseram se rebaixar à posição de criados. Um discípulo consciente do seu chamado, ao permanecer passivo e omisso diante da presença do Espírito Santo corre o risco que afastá-Lo e até apagá-Lo de sua vida quando resiste continuamente a Sua vontade ao fazer-se de surdo a sua voz.

- A quem enviarei, e que há de ir por nós? Perguntou Deus.

-Eis me aqui, Senhor. Envia-me a mim - Reposta de um espírito voluntário, do Profeta Isaías.




Nos dias atuais, quando não acontece mais discipulado nas Igrejas Evangélicas grandes, todo crente deveria saber que o local de testemunho e trabalho de um cristão verdadeiro é onde estão os perdidos - no mundo. Não disse o poeta: "Todo artista deve ir aonde o povo está"? Deus agrada-se de um espírito voluntário, por isso Ele estará com você quando evangelizar os estrangeiros, os bêbados, os drogados, os desviados, as prostitutas, os cancerosos, os encarcerados, as crianças, os velhos, os deprimidos, etc. Basta que você primeiro tome duas precauções: não vá sozinho e não faça nada sem obter primeiro a orientação divina. 


Conhecimento, graça, sabedoria, humildade, atitude e paciência.

O Senhor tem um compromisso de nos guardar do mal e prosperar nossa mão naquilo que fazemos quando aquilo é da sua vontade. Nunca imaginei que coletaria literatura bíblica para enviá-la a presos durante quase três anos. Sem dinheiro para caixa postal usava o endereço da minha própria casa para trocar correspondências. Contudo, em meu coração, o Espírito Santo sempre me trazia uma paz muito grande e a certeza de estar seguro porque estava dentro da vontade do Senhor. E, vontade do Senhor é uma coisa; suposição de que aquilo que estamos fazendo é da vontade Dele, é algo muito diferente. Não é seguro, hoje, ouvir e orientar-se somente por profecias. Você tem que ouvir a voz do Espírito Santo comunicando-se dentro da sua alma, pessoalmente. Se Ele falar, você vai, mas enquanto você não ouvir a Sua voz, você espera! 

Para algo prosperar a nossa mão, além da vontade do Senhor devemos agir no tempo certo. Tudo que é diferente disso, vai dar em prejuízo. Deus falou que daria um herdeiro a Abrão. Como ele se adiantou a sua vontade, nasceu Ismael. Por isso, teve que esperar mais 14 anos para segurar Isaque, o herdeiro prometido, em seus braços. Moisés sabia, por visão de Deus, que seria o libertador do povo de Israel. Ao tentar a libertação pela força das armas, colocou em perigo a própria vida e somente 40 anos depois, teve seu chamado confirmado, quando ouviu a voz do Senhor enviando-o. 

Conhecimento, graça, sabedoria, humildade, atitude, paciêcia, serviço e perfeição.

Romanos 12:2 "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus". Efésios 4:13: "Até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo" 

Para chegar à perfeição, você precisa de tempo de amadurecimento. Durante esse período vai aplicar-se a estudar com desejo a palavra de Deus; vai ter a disciplina necessária para orar constantemente e meditar na Palavra de Deus, e assim ficar a sós na presença Dele; vai aprender a dedicar tratamento igual e amoroso às pessoas a sua volta; vai melhorar suas atitudes, principalmente deixar de ser passivo na obra do Senhor; vai ser paciente ao ponto de não fazer coisa alguma antes de orar e ter certeza da aprovação de Deus através da voz pessoal do Espírito Santo falando em sua alma; não vai ficar esperando que lhe dêem ordens para evangelizar os perdidos. 

Quando você estiver perfeita(o) e amadurecida(o), andando na vontade do Senhor Jesus Cristo, vai entender que terá valido a pena cada sacrifício. Existiria bênção maior do que a companhia da presença do Senhor? Você já pensou em alguém que ora e Deus lhe responde as orações? que fala do amor de Deus a um perdido e ele chora diante da voz do Espírito Santo? que consegue enxergar as grandes misérias do mundo e pode interceder diante de Deus por elas? que entende que são muito poucas as pessoas que se dispõem a andar na presença de Deus para atender a tantas necessidades humanas, apesar de existirem tantas Igrejas e tantos pastores? que falta paixão às atitudes da maioria dos cristãos? 

Agora que já viu de tudo isso, Deus lhe abençoe!

autor: João Cruzué

Um comentário:

Anderson Carvalho disse...

Bom Dia a todos..

Como a postagem de hoje fala de humildade também, quero compartilhar uma frase que li no site www.pelamanha.com e achei muito interessante. Segue:

"A humildade é como uma fruta: Quando verde e não formada, está no alto, quando madura e preparada, vai ao chão"

Deus continue iluminando vossas mensagens, pois são sempre muito ricas em conteúdo e espiritualidade para nosso crescimento diário.

Deus Abençoe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...