Milagres de uma simples pregação: Esquecer para Crescer

Não deixe as frustrações dominar em você. Faça dos erros, uma oportunidade para crescer
Na vida, erra quem não sabe lidar com os fracassos. A. Cury



Do mano
Wallace Sousa


Eu morava em uma pequena cidade do interior do Mato Grosso, bem no meio da Amazônia Legal. Nunca cheguei a ver uma onça miando por perto, mas cheguei a ver rastros. Deus me enviou ali para me moldar, amassar o barro e me fazer um vaso novo. Nessa pequena cidade, eu atuei temporariamente como professor substituto em uma turma de administração da faculdade, que também foi o cumprimento de uma promessa divina, antes de eu chegar nessa cidade.


Mas, por descuido e falta de vigilância (Deus até havia me dado um sonho antes disso acontecer, mas não orei e nem vigiei o bastante), eu acabei por cometer um deslize e não pude continuar sendo professor da turma. Não foi algo grave, mas acabou comprometendo minha atuação profissional e impossibilitou minha permanência como docente. Isso me deixou um bocado abatido, não apenas pela rejeição que sofri, mas por ter sido culpa minha passar por aquela situação. Houve um dia em especial que isso foi muito forte.

Eu estava saindo de casa, após esses acontecimentos trágicos (para mim), e ao atravessar o portão que dava acesso a rua, descobri-me carregando um fardo horrível de vergonha e rejeição. Foi um sentimento muito estranho porque apesar de não haver ninguém na rua, naquele momento, eu me senti como se os olhares de todos estivessem cravados em mim, julgando-me e condenando-me. Então, olhei para o alto, contemplando as nuvens deslizando pelo céu e disse, mais ou menos nestes termos:

“Senhor, eu errei e estou pagando o preço por esse erro. Mas, eu não vou aceitar que essa vergonha pelo erro me oprima e me soterre com esse fardo de angústia. Eu não vou abaixar a cabeça para isso, mas andar de cabeça erguida e vou vencer essa situação, em nome de Jesus!”

Depois que disse isso e tomei essa firme decisão, a vergonha simplesmente desapareceu, como se jamais tivesse existido. Foi como se tivesse caído um fardo pesado de meus ombros. E aprendi que, muitas vezes, nossas atitudes acabam determinando nosso futuro, para o bem e para o mal, dependendo do que queremos, do que cremos e da forma que agimos diante das dificuldades que a vida nos impõe.

Guarde essa lição com você, e lembre-se dela nos momentos de maior dificuldade, que você encontrará forças para continuar lutando, mesmo quando tudo o mais parecer que está dando errado.

Culto especial

Alguns dias depois, fui a uma das cidades vizinhas, onde teve uma reunião de obreiros para tratar de assuntos administrativos e seleção de novos obreiros (a palavra não é bem essa, mas como explicação serve). Por uma questão puramente logística, já que a maioria dos obreiros estava na reunião tratando de outros assuntos, fui escalado para ser o pregador da noite. Era um sábado, igreja de madeira, pequena, apertada, quente e lotada. E eu pedindo misericórdia ao Senhor, porque eu precisava muito.

O texto que escolhi para pregar naquela noite versava sobre a história de José no Egito. Veja bem: era José NO Egito, e não José DO Egito. José estava NO Egito, mas José não ERA do Egito, tanto que pediu que seus ossos fossem levados para Canaã (após sua morte, claro… hehe). O texto, de apenas 3 versos, era este:

E nasceram a José dois filhos (antes que viesse um ano de fome), que lhe deu Azenate, filha de Potífera, sacerdote de Om. E chamou José ao primogênito Manassés, porque disse: Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho, e de toda a casa de meu pai. E ao segundo chamou Efraim; porque disse: Deus me fez crescer na terra da minha aflição. Gn 41.50-52 (grifos acrescidos)

Naquela noite, eu preguei sobre esquecer o que ficou para trás para poder crescer e avançar para as conquistas que estão adiante de nós. Então, contei minha experiência: o sonho que tive, a tribulação que se seguiu, junto com toda a vergonha e angústia. Contei também do dia em que fui sair na rua e senti vergonha, e da reação que tive, de não entregar os pontos e lutar para sair daquela situação.




Enfatizei fortemente a relação Esquecer x Crescer, bem como a sequência correta: primeiro, esquecer; depois, crescer. O contrário não funciona. Tem muita gente querendo Crescer para depois Esquecer. Não é assim que funciona, não foi assim que Deus programou que as coisas aconteçam. Enquanto você não se der conta disso e demorar a aceitar a vontade do Senhor, mais tempo vai demorar para sair do fundo do poço.

Então, já no fim da pregação, vi um homem desconhecido próximo a mim, edil naquela cidade, me olhando fixamente. Não sei explicar bem porque, mas senti de Deus e o chamei à frente para orar por ele. Mas como esse moço chorava enquanto eu orava por ele. Ele chorava de soluçar, de forma convulsiva. Imagine um homem feito, pai de família, chorando na frente da esposa, filhos e dezenas de pessoas, daquele jeito! Foi surpreendente.

Depois, senti de Deus de chamar um rapaz que eu sabia que estava passando por uma dura prova. Nesse momento, ele estava do lado de fora da igreja, e veio quando o chamei. E disse a ele que o Senhor o restauraria e o levantaria novamente. Abro parêntesis: usei linguagem bem crentês, porque não tinha como ser de outra forma.

O que eu não sabia naquele momento: esse rapaz namorava a filha daquele homem por quem orei. #pense

Contando o milagre

Tempos depois, encontrei o pastor daquela igreja e ele fez o seguinte comentário comigo:

“mas que palavra abençoada a daquela noite, não foi?”

uh? Bem, eu não soube o que responder, então perguntei o porquê de ele fazer aquele comentário, pois eu não tinha visto nada de excepcional que me desse pistas de seu comentário. Então ele me revelou o seguinte: aquele homem o procurou alguns dias após o culto e disse que Deus tinha feito um milagre em sua vida naquela noite. Mas, o que Deus havia feito?

Esse homem, por causa de um problema (que não era assim tão grave, frise-se) no namoro de sua filha com aquele rapaz, estava se sentindo envergonhado quando andava na rua. Entenda: há 10 anos atrás, no interior do Mato Grosso, um simples abraço (misturado com alguns beijos… risos) era coisa de outro mundo para membros mais antigos das igrejas evangélicas Assembleias de Deus.

Antes que você me pergunte, eu respondo: não sei, só sei que era assim. Foi por essa simples razão que meu testemunho falou muito com ele naquela noite. Inclusive ele comentou com o pastor que ele se sentia como se só estivesse ele no culto, e aquela palavra era só pra ele! Eu também já passei por isso e sei como é… tremendo. A oração também surtiu efeito, apesar de eu não me lembrar de nada do que orei ou lhe disse. Coisas da memória idade!

Então o homem lhe disse o seguinte (não me lembro as palavras exatas, afinal já faz quase dez anos): “eu estava tão angustiado, e com tantas coisas na cabeça que já estava planejando como matar aquele rapaz (o namorado de sua filha), mas no culto Deus mudou meu pensamento e estou vindo falar para o senhor que agora meu pensamento é outro”.

Enfim, esse jovem acabou casando com a filha do edil, e até a última notícia que soube quando saí de lá é que estavam bem e tinham filhos abençoados. Esse rapaz era filho do prefeito da cidade. Eu fiquei boquiaberto quando fiquei inteirado dos detalhes… quem não ficaria, não é mesmo?

Agora, observe como a Palavra de Deus, quando ungida e abençoada por Deus, faz milagres: o Senhor, por meio daquela simples palavra Esquecer para poder Crescer, evitou uma grande tragédia na igreja, na cidade e na região.

E por que a Palavra de Deus faz isso? Ora, porque ela é uma palavra viva: a Palavra do Deus vivo, e

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.  Hebreus 4:12

E você, conhece alguma história em que Deus transformou uma situação trágica em uma grande vitória? Conta pra gente dar glória a Deus juntos… risos

2 comentários:

Wallace Sousa disse...

amada, apz.

obg pela divulgação do post de modo que alcançasse outras pessoas.

meu desejo e minha esperança é que ele possa abençoá-las também, como fui abençoado por viver a experiência.

=)

abs,

wally.

Wilma Rejane disse...



Oi Wally,


Bom é falar do que vemos, ouvimos e vivemos de Deus. Essas coisas, não podem ficar em segredo, não é mesmo?

Obrigada a você,

Em Cristo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...