A pedra e o sepulcro




Wilma Rejane


E acharam a pedra do sepulcro removida Lucas 24:2


Esse verso tão pequeno me fez meditar sobre passado e ansiedade. A pedra e o sepucro. Quantas vidas não estão sob essas condições: cortejando cadáveres e carregando pedras? As mulheres que seguiam Jesus foram ao sepulcro levando especiarias e unguentos preparados por elas (Lucas 23:56). Chorosas, saudosas, caminhavam e cogitavam sobre retirar a pedra para ter acesso ao corpo do Amado Senhor. O que não sabiam, era que os planos seriam frustados: a pedra já estava removida e o sepulcro vazio. E você diz: Mas elas procuravam Jesus! Sim, procuravam a pessoa certa, mas no lugar errado! Buscavam o Cristo morto, assim como muitos continuam a fazer hoje em dia.

Pedras, são problemas que consideramos obstáculos para nossa felicidade. O sepulcro, um passado que teima em cativar a mente, o espírito e também o corpo. Porque impede o fluir dos passos, a renovação do futuro. A vida havia se tornado mais triste, após a crucificação de Jesus e nada mais havia para ser feito, a não ser, tornar o luto um pouco mais ameno, frequentando o sepulcro, derramando  lágrimas, ungindo o morto. Penso que todas essas coisas ocorrem com alguns de nós que por lamentarmos tanto o que não temos, acabamos por esquecermos e agradecermos o que temos.

Jesus havia ressuscitado e a etapa da vida, era outra. Seguir, seguir, porque o sepulcro fazia parte do passado. Até o Senhor Jesus ao levantar da pedra fria que acolheu seu corpo morto, deixou para trás as ataduras, o lenço e o lençol que cobriam Seu corpo. E assim deve ser conosco, porque Jesus vive e em nós! Nossa meta deve atender ao apelo do reino de Deus sobre não olhar para trás, ou melhor, não estacionar no passado, cultuando mortos,  carregando pedras, mas prosseguir amparados na graça que restaura a vida!

Graça, esse favor imerecido que nos torna melhores e maiores do que realmente somos, apenas por sermos filhos de Deus. E pequenos, fugazes, como a erva do campo que nasce e em pouco tempo se esvai, somos abrigados em amor que nos acalenta e transforma, pela fé e esperança. Quem somos? Humanos. Quem somos? Humanos refeitos pela Perfeição de um Deus que se fez homem para nos tornar herdeiros de Seu Reino. Apóstolo João, em uma de suas cartas escreve:

Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele, verdadeiramente aperfeiçoado, nisto conhecemos que estamos nele I joão 2:5

Aperfeiçoado = teleeio (Strong 5048); Completar, realizar, levar até o fim, atingir uma meta, cumprir, levar a maturidade, aperfeiçoar.

Pedra e sepulcro dizem respeito a esperança de que por pior que seja a situação, ela não deve roubar nossa paz, abater nossas forças, nos deixar ansiosos. Vejam, depois de ressuscitar, Jesus caminhou junto a dois discipulos que iam a caminho de Emaús, e eles não reconheceram Jesus. Estavam ansiosos, murmurando sobre a vida, carregando pedras, frequentando sepulcros. Mas quando convidaram Jesus para estar com eles, e pararam um pouco para ouvi-Lo, perceberam que não estavam desamparados: Jesus, fica conosco. Lc 24:29.


A velha casa...

Jesus aperfeiçoa nossos corações quando dizemos: fica conosco, sabemos que podes remover pedras, ressuscitar sonhos, promessas. Também sabemos que podes dar outro nome ao futuro, apagando os erros do passado. E aqui cabe um trecho de um estudo que publiquei sobre a esposa de Ló, ele ilustra bem este tema: Há uma palavra no hebraico moderno que traduz perfeitamente o significado de arrepender, é shoov ou "brilho". Brilho que no hebraico antigo é beit representado pelos dentes e significa "destruir". Beit representa uma tenda ou casa. Assim, uma leitura literal desses significados seria: "para destruir a casa".



No mundo antigo, os conquistadores, entes de tornar os cativos parte de seu reino, destruíam suas casas para que não houvesse possibilidade de tornarem ao mesmo lugar. Assim, em horror, os cativos eram testemunhas de que suas casas eram completamente destruídas por reis conquistadores. A partir dessa compreensão, temos a ilustração do real significado de "voltar" e "arrepender": Deixar a velha casa para trás.

A velha casa onde você vivia antes, foi destruída e você morreu para tudo que ali havia. Não olhe para trás, para um passado de futilidade, mágoa, rancor, infelicidade. Ele acabou para sempre! Viva na escolha de servir e amar ao Rei Ressuscitado. Quando Ele nos chama, a velha casa desmorona para dar lugar a uma nova, em novo Reino. Lembre-se da mulher de Ló. Ela escapou de Sodoma, mas tornou-se estátua de sal em monumento eterno sobre o não arrependimento. Ela teve desejo de voltar a velha casa e vida. Lembrai-vos da mulher de Ló"  Lucas 17:32

Aperfeiçoados

Além da mulher de Ló, podemos lembrar também de: Abraão que seguiu rumo a Terra prometida sendo aperfeiçoado por Deus a medida que se desprendia de seu passado. Jacó, que foi aperfeiçoado pelo sofrimento de muito trabalho e pouco (ou nenhum) reconhecimento de seu sogro Labão. José, que se tornou governador do Egito, porém precisou superar o passado de injustiça e abandono. Apóstolo Paulo, caiu na estrada de Damasco ao ouvir a voz de Deus, foi profundamente entristecido pelo arrependimento, mas levantou, seguiu em frente sendo aperfeiçoado para glória de Deus e não desistiu de servir a Cristo, mesmo sob forte oposição.

Ao olharmos para o mundo veremos ímpios que prosperam, pessoas sem fé e sem temor que também prosperam e até zombam dos justos, mas nada disso deve ser motivo para nos afastar de Jesus, como diz Asafe, no Salmo 73:16-17 " Quando pensava em entender tudo isso, foi para mim muito doloroso, até que entrei no santuário de Deus, então entendi o fim deles". Sim,  a vida faz todo sentido. Seguir a Cristo faz toda diferença. Olhos, ouvidos e sentidos podem sofrer, mas a fé no coração, jamais poderá morrer! Vide Jó, quem pôde arrancar Jesus de seu coração?

Eram sepulcros e pedras


Profeta Jeremias olhou para uma Jerusalém destruída. Pedras e sepulcros por todos os lados e exclamou: " Bom é o Senhor, para os que se atêm a ele, para a alma que o busca" Lm 3:25 .Atém = gavah (Strong 06960) Esperar por, aguardar, ter esperança.

Na pedra removida e no sepulcro vazio, está a nossa esperança. Esperança de vida eterna e também de vencer na vida terrena, pela graça que nos é dada, pelo favor que nos aperfeiçoa. E vencer, não significa não sofrer ou triunfar sempre. Vencer é não desistir  da fé em Cristo. É amar a Cristo se Ele nos dá tudo ou se nos nega. Vencer é manter os olhos no Alvo e não abandonar as flechas, A Palavra de Deus em nosso coração.

Em Cristo.

2 comentários:

Presbítero Maurício disse...

Casíssima, nossa vida espiritual,nossa páscoa com Deus, dependeu da pedra do sepulcro aberta! Glória a Deus! Saudações!

Wilma Rejane disse...


Ou irmão Maurício,

Quantas vezes ficamos preocupados e desanimados com "o peso das pedras que selam alguns sepulcros" e Jesus já removeu, já esvaziou o lugar de morte, já levou nosso fardo e pede que descansemos Nele, que vive e perto está, não é mesmo?

Obrigada,

Deus o abençoe, boa semana, na paz de Jesus, tá?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...