A festa da colheita e a oração no guarda roupa





Wilma Rejane


 "Tu nos respondes com temíveis feitos de justiça, ó Deus, nosso Salvador, esperança de todos os confins da terra e dos mais remotos mares" Sl 95:5


Esse era um Salmo cantado pelos israelitas na Festa da Colheita, no fim do ano agrícola. A terra coberta por campos férteis, celeiros lotados, embarcações indo e vindo , comercializando  produtos da melhor qualidade, brotados da terra "que mana leite e mel". Ao som da harpa e das muitas vozes de levitas, o Salmo 95 festejava o Deus da esperança que responde orações em todos os lugares da terra.

E assim como Israel cantou com mãos cheias de alimentos, todos podemos cantar pela fartura das bençãos espirituais. Um outro Salmo diz: "Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria.Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos(Salmos 126:5-6). Aqui se fala da colheita espiritual, percebam que quem planta, apesar de chorar não para de plantar, ele leva as sementes "andando e chorando"

O guarda roupa

Li uma história sobre um cristão que enfrentou o Tsunami na Indonésia no ano de 2004, vejam o relato:




" Eu pensei no poderoso nome de Jesus - o nome acima de todos os outros nomes. Ele era a minha única esperança nesse momento. Orei e chamei ao Senhor:

    "Senhor Jesus, salva-me, meu irmão e minha mãe. Oh Senhor Jesus, se este é o fim do mundo, eu peço que levante nossos espíritos para estar com você. Não vamos sofrer. ".

 Eu não sei quantos grandes vigas de madeira, pranchas e árvores quebradas estavam em meu corpo e cabeça. Tudo o que eu sentia era  dor em cada parte de mim.

Mas assim que proferi esta oração, as ondas me trouxeram para a superfície, eu procurei desesperadamente por ar, como alguém que estava se afogando, e uma corrente de ar passou por mim e eu disse: Obrigado Senhor. Mas ainda não tinha terminado, mais uma vez fui lançado longe por uma corrente de água e bem a minha frente surgiu um guarda roupa vazio. Entrei nele me sentei e comecei a dar louvores a Deus, gritei desesperadamente por misericórdia para aquele lugar. Lembrei de Jonas orando no ventre da baleia.


 "Senhor, Tu és soberano, o que são os seus planos para mim, que assim seja."

Arrependi-me de meus pecados passados ​​e pedi perdão a Deus, pois a salvação é pela graça através da nossa fé e crença nEle, somente Nele.  Lentamente, comecei a cantar e fui parar na terra, em um lugar seguro.

    "Em nome de Jesus, em nome de Jesus, temos a vitória .." (Fonte)

Tsunamis espirituais

Tsunamis também acontecem em nossas vidas, coisas pelas quais sofremos e nos sentimos impotentes. Mas ainda que seja tempo de lágrimas, não abandonemos a esperança. Prossigamos caminhando e plantando sementes porque Deus ouve a todo que clama, de qualquer lugar do universo, do ventre de uma baleia ou em meio a um tsunami, dentro de um guarda roupa "dos confins da terra e dos mais remotos mares"

Se eu tivesse que dar um nome ao Salmo 95 seria "Deus da esperança", porque Ele mesmo é quem conta todas as sementes que plantamos e muitas vezes regamos com lágrimas, caminhando com pernas trémulas, mas joelhos firmes em oração. E Deus sempre renova nossas forças e nos surpreende com Seu amor.

Deus o abençoe.

5 comentários:

David Santos disse...

Muitas vezes tenho andado em aflição, ainda há minutos as lagrimas me faziam companhia, como uma sombra sinistra querendo esfriar minha fé. Mais uma vez abri este blog e encontrei nesta mensagem forças para me levantar e vou continuar, não sei se o moderador irá aprovar estas palavras. Mas sou testemunha de quanto estas mensagens podem ajudar pessoas em aflição, pois tenho sido uma e creio que neste publico outros tem procurado estas palavras inspiradas pelo Espirito Santo para refrigério. Obrigado

Joao Cruzue disse...

Oi Irmã Wilma,

A paz do Senhor!

Estou de férias! Vim especialmente para lhe parabenizar pelo concretização de mais um empreendimento: seu segundo livro! Eu sempre soube que nossos blogs eram oficinas de escritores. Fico muito feliz por vê-la escrevendo, e sempre muito animada.

A paz do Senhor para seu esposo, e toda família.

Irmão João Cruzué

.

Wilma Rejane disse...


Oii irmão Cruzué,

A paz do Senhor!

E o segundo livro tem prefácio de sua autoria, um irmão que mui estimo.

É e sobre blogs: Olhar Cristão ajudou muitos blogueiros a empreenderem jornada na internet, inclusive a mim.

Boas férias!

Deus abençoe a toda sua família.

Muito obrigada!

Wilma Rejane disse...



Graça e paz de Jesus, irmão David.

Minha oração a Deus é pra que tudo fique bem contigo e possas testemunhar do que passou, como testemunho de que Deus tudo restaurou.

Em Cristo.

adriana barbian disse...

Obrigada irmã por suas mensagens edificantes.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...