Café com flores em O Reino de Betra - A Primavera de Sara




Entrevista por Joice Lourenço
do Reino de Betra

Olá pessoal, hoje vamos conhecer um pouco mais sobre uma escritora que está lançando uma linda história que com certeza vai tocar o seu coração.

Pegue seu cafézinho e venha fazer parte da nossa conversa. Conheça um pouco sobre Wilma Rejane.

Quem é Wilma Rejane?


Definir o ser é uma questão complexa ( diz a Filosofia) , porque é impossível abarcar a totalidade sobre quem somos, daí o velho enigma perdura: ser ou não ser, eis a questão. Por isso, querida Joice, vamos descomplicar (risos). Me defino através da fé: sou alguém transformada pelo amor e graça de Jesus e em constante aprendizado. Trabalho como educadora da rede pública de ensino em Teresina, sou graduada em Teologia e Filosofia, casada com o Físico Franklin Moura, mãe da Joyce, do Filipi e avó da Sofia.

Como descobriu a paixão pela escrita?


A descoberta da escrita nasceu na infância com a descoberta da leitura, dos livros infantis, tão cheios de gravuras e fantasias, um mundo mágico e diria que até necessário para despertar a criatividade. Durante a adolescência escrevi contos, poemas, crônicas e tudo o mais que o dia e a imaginação permitia. Sempre recorria a caneta e ao papel para “despejar” sentimentos. Já escrevi de tudo um pouco, até roteiros para histórias em quadrinhos. Meu esposo Franklin é desenhista e tinha uma página de passatempos em um jornal local, ele fazia os desenhos, eu o texto. Também colaboramos com a Revista Família Cristã fazendo tirinhas. Por quatro anos, trabalhei em televisão escrevendo para telejornais. Agora, a escritora cristã nasceu (ou renasceu) com a conversão no ano de 2003.

Como foi o processo de publicação do seu livro?


Olha Joice, o primeiro livro “Às Margens do Quebar” é uma compilação dos artigos do blog A Tenda na Rocha. Um editor de Feira de Santana na Bahia , chamado Pastor Marcos Sampaio entrou em contato comigo que gostaria de publicar um livro com os estudos Bíblicos do blog. Fiquei muito feliz e agradecida, porque existia uma promessa do Senhor nesse sentido (Jeremias 30:2). Acabei não publicando por esta editora da Bahia, mas pela Editora Oxigênio do Léo Kades com quem trabalhava em parceria editorial. E esse primeiro livro depois foi republicado pela Novo Século (selo Ágape) sendo muito bem aceito em todo o Brasil. Agora em 2013, estou publicando A Primavera de Sara (Editora Dracaena selo Oxigênio-Heima) baseado no romance entre Sara e Abraão, uma linda história de amor e fé.



Conte um pouco sobre o livro.

Por um motivo nobre e maravilhosos, demorei um pouco para concluir o livro que começou a ser escrito em 2011. Fui submetida a um transplante de córnea para recuperar a visão do olho direito, perdida havia oito anos. Foi tudo bem, graças a Deus, voltei a enxergar, mas fiquei alguns meses parada sem escrever. Isso tudo serviu de lição de como Deus pode tornar coisas estéreis em férteis, trazer a existência aquilo que sonhamos. E assim, inspirada no que Deus diz nas Escrituras e na minha própria vida, é que escrevi A primavera de Sara.


Você se identifica com algum personagem?

Sim, com o casal Sara e Abraão. Através da vida deles, Deus ensina que é possível conquistar o impossível, levantar dos tombos e seguir mais forte para um novo tempo de realização de promessas.

Autor e livro que é sua inspiração.


Sabe Joice, gosto de ler livros teológicos, filosóficos e de psicologia. Não sigo o estilo ou me inspiro em algum autor, procuro seguir o que vem da alma, do coração em um modo próprio de escrever que possa ser lido tanto por crianças como adultos, linguagem simples , explorando o simbolismo. Agora, nada se compara a leitura da Bíblia, este é o livro responsável por minha inspiração. Deus é Aquele que me move a escrever com a convicção de que Ele mesmo transforma coisas pequenas e simples, em profundas lições.

Deixe uma mensagem para todos aqueles que estão em busca de seus sonhos.

Queridos leitores, a medida do milagre é a impossibilidade e assim como Sara sorriu dos seus sonhos, pela grandeza deles, podemos sorrir dos nossos. Porém, Deus que nomeou a realização do sonho de Sara e Abraão de “riso”, também quer nos fazer sorrir de felicidade pela chegada do que um dia consideramos distante demais para alcançar. Descansar em Deus enquanto se caminha nos montes, planícies ou vales é a melhor escolha, sabendo que Ele recolhe nossas sementes, regadas com lágrimas e delas faz um novo viver, em um tempo de alegria.

Trecho de A primavera de Sara



“ Moe'd . Essa foi a palavra hebraica usada pelos anjos para anunciar ao casal Sara e Abraão a chegada do tão sonhado filho Isaac. Uma promessa que demorou 25 anos para ser cumprida. Quando li sobre “moe'd”, fique em estado de espanto, de maravilhamento. Decidi então me aprofundar no tema e escrever sobre ele, para que outras pessoas pudessem contemplar - e por que não viver - a grandeza da fé que transborda no relacionamento entre Deus, Sara e Abraão. Um relacionamento que marca a humanidade e que está ao alcance de todos os que compreenderem e buscarem o destino das promessas, dos sonhos. Mo'ed fala de uma estação, de um tempo determinado, de Primavera. Fé e primavera. Uma época de colheita. Também de novas sementes. De frutos que ficaram pelo árduo caminho em que “lágrimas grávidas” foram regando o solo. Mo'ed é o tempo onde a esterilidade dá a luz! “


Ás Margens do Quebar, está a venda na internet nas maiores livrarias do país e pelo selo Ágape da Editora Novo Século.

A Primavera de Sara, o segundo livro lançamento  selo Heima-Oxigênio da Editora Dracaena está disponível para leitores do Brasil e exterior. Para adquirir estes livros, é só acessar a Livraria Virtual no blog da Wilma Rejane.




Uma canção de Primavera como fundo para nosso cafézinho:



2 comentários:

Presbítero Maurício disse...

Caríssima!
Que o Senhor te abençoe grandemente!
Paz fraterna!

Wilma Rejane disse...



Amém Pb. Maurício!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...