Um devocional sobre Gilgal




Wilma Rejane 


Confia ao Senhor as tuas obras e teus pensamentos serão estabelecidos” Pv 16:3


Nesse exato momento existe uma batalha em nossos pensamentos. São imagens de acontecimentos vividos ou mesmo de um futuro ainda desconhecido. Confiar em Deus é um dom que proporciona paz nesse mundo turbulento, e transforma a mente de modo a superar o que poderia ser causa de desesperar. Profeta Isaías diz que Deus conservará em paz, aqueles cujas mentes estão confiantes em Deus (Isaías 26:3).


Não podemos ignorar os problemas, mas precisamos de fé para acreditar que Deus nos guarda em paz e nos conduz de modo seguro em cada decisão e não apenas para receber de Deus, mas e principalmente para ofertar nossa vida, em cada dia. E se escolhemos agir de acordo com Deus, teremos paz e encontraremos descanso. Andarão dois juntos se não estiverem de acordo? (Amós 3:3).

Confiar no grego tem origem em “galal” (Strong 01556) com o sentido de rolar, entregar, afastar, remover. A imagem é a de um camelo sobrecarregado: quando a carga está para ser removida, o camelo ajoelha-se, inclina-se para o lado até que a carga deslize.



Confesso que antes de me tornar cristã sofria bem mais. Murmurava pelas coisas que não tinha e corria ao telefone para conversar com alguém sobre o que me afligia, a carga não diminuía, mas aumentava e achava natural o peso das coisas, sobrevivia “matando um leão por dia” e nunca acabava com a cria. Até que: conheci o Salvador Jesus!

Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Salmos 127:1

Aprendi que precisava aprender a viver em paz, afinal havia encontrado a Paz! Então, dei lugar a gratidão e deixei deslizar a carga para Deus em oração,  confiança. No livro de Josué, Deus fala aos israelitas sobre “galal”: “ Hoje revolvi de sobre vós o opróbrio do Egito” e o nome do lugar onde isso aconteceu se chamou  “Gilgal” para sempre. Gilgal vem do verbo “galal” significando “círculo de pedra” , era o lugar onde comemoravam a páscoa (Josué 9:10).

Gilgal foi o lugar onde Deus desfez os círculos de pedra, as cargas, vergonhas, aflições. È nesse lugar que o pai de família deve estar para dormir e acordar confiante que Deus guarda sua família. É aqui que a mãe de família deve estar para entregar as preocupações pelo futuro dos filhos. É em Gilgal que celebramos a gratidão por tudo que temos e pelo que não temos, confiantes de que estamos guardados em Deus.

Deus o abençoe

5 comentários:

Vicente Francimar disse...

Fortaleza, 4.12.2013.
Prezada Rejane,

Por sorte posso responder à consulta de Duarte Rego, que não entendeu a razão da saliva nos olhos do cego, para este ver, no milagre que Jesus teria realizado.Acabei de reler "Vida dos Doze Césares", de Suetônio. No cap. relativo a Vespasiano, este, quando ainda não elevado a imperador, teria recebido do deus Serápis o poder de curar um cego, bastando para tanto untar-lhe os olhos com a saliva do futuro imperador. A coisa teria acontecido... Dali passou aos Evangelhos, como tantas outras apropriações indébitas que os evangelistas e copistas perpetraram aos montes... Sds do Francimar de Oliveira.

André Amaral disse...

gloria a Deus por este post, me edificou muito.

Wilma Rejane disse...



Saudações Francimar,

O por que da saliva? Não sei, irmão. Muitas de minhas perguntas também não têm respostas.

Mas prossigo crendo, pelo que Jesus É e pelo sacrifício feito por amor de nós. Seu amor é Suficiente, isso é tudo.

Obrigada,

Deus o abençoe.

Werner Heinrichs disse...

Querida Irmã.

Gostaria de contribuir acerca da questão da saliva. No meu entender a saliva representa a palavra viva que sai da boca do Sr. Jesus enquanto que o pó representa a nossa vida. Somos portadores desta saliva(palavra)somos o meio que Deus usa para abrir os olhos do cegos. A palavra de Cristo habita em nós ricamente e somos apenas pó. Logo o lodo foi tirado no tanque de Siloé. Ou seja o cego precisava apenas ver ao Senhor Jesus o pó o lodo foi tirado em Siloé, que significa "o enviado" o tanque é o tanque é a figura do Espírito Santo que haveria de vir. O Espírito Santo opera tudo em todos mas o pó tem de sair a glória não é do pó pois é apenas portador da palvra.

Saudações Fraternais.

Werner

Wilma Rejane disse...





Olá Werner!

Muito agradecida por sua colaboração, irmão.

Fiz um estudo sobre isso: http://www.atendanarocha.com/2011/02/cura-do-cego-em-betsaida.html

Mas essa sua interpretação é nova para mim, e creio que para muitos.

Deus o abençoe.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...