A mensagem do cinto na fenda da rocha





WilmaRejane


A mensagem de Deus para a nação de Israel através da simbologia de um cinto de pano, ainda é atual e profundamente reflexiva.  Jeremias é convocado a viver o oráculo de Deus que anunciava a queda de um povo corrompido, prestes a ser levado em cativeiro. E Deus usa a imagem alegórica do cinto para revelar o estado espiritual em que se encontrava as pessoas da época. Essa experiência de Jeremias tem falado de forma impactante ao meu ser.

O ano era 580 a. C e Israel estava se esquecendo das Promessas que Deus havia feito a seu povo, por essa razão se desviava do verdadeiro culto, refugiando-se nos ídolos. A ingratidão e esfriamento da fé estava presente nos rituais realizados sobre os montes e em toda parte. E Deus fala com Jeremias:

  • “Assim me disse o Senhor: Vai, e compra um cinto de linho e põe-no sobre os teus lombos, mas não o coloques na água. E comprei o cinto, conforme a palavra do Senhor, e o pus sobre os meus lombos. 

  • Então me veio a palavra do Senhor pela segunda vez, dizendo: Toma o cinto que compraste, e que trazes sobre os teus lombos, e levanta-te; vai ao Eufrates, e esconde-o ali na fenda de uma rocha. E fui, e escondi-o junto ao Eufrates, como o Senhor me havia ordenado.

  • Sucedeu, ao final de muitos dias, que me disse o Senhor: Levanta-te, vai ao Eufrates, e toma dali o cinto que te ordenei que o escondesses ali. E fui ao Eufrates, e cavei, e tomei o cinto do lugar onde o havia escondido; e eis que o cinto tinha apodrecido, e para nada prestava. ” Jeremias 13:1-7


Significado da simbologia:


O cinto de linho sobre os lombos era sinal de comunhão com Deus, de revestimento espiritual, pureza . Esse ornamento fazia parte da roupa sacerdotal (Êxodo 29:5). Israel vestida com cinto de linho sobre os lombos, indicava uma nação de sacerdotes, de pessoas vivendo sobre o concerto das Promessas feitas aos patriarcas: Abraão, Isaac e Jacó.

Jeremias compra o cinto de linho, e por que não o acha ou ganha do próprio Deus? Porque a graça de Deus está disponível para todos, mas temos que nos esforçar, buscar a Deus e viver em santidade. A paz de espírito, o recebimento das Promessas é condicional, paga-se um preço para manter o cinto sobre os lombos.


Não molhar o cinto na água, representava o estado espiritual da nação, dos homens, que não se humilhavam perante Deus, não se lavavam em reconhecimento dos pecados, pelo contrário, cada um andava segundo sua vontade e soberba.

O Eufrates. Por que Jeremias tinha que ir tão longe para esconder o cinto? De Anatote (cidade natal do profeta) até  o Eufrates era cerca de 400 Km, uma viagem longa.  Muitos teólogos acreditam que Jeremias não foi ao Eufrates esconder o cinto, mas teve uma visão e/ ou contou o ocorrido como parábola. Contudo, creio que tudo aconteceu conforme está escrito: Jeremias colocou o cinto de linho branco sobre os lombos e viajou por muitos dias. O cinto sujou, empoeirou, e foi depositado nesse estado na fenda da rocha.

O Eufrates era uma fronteira por onde entrava exércitos inimigos, muitas invasões militares feitas a Israel, aconteceram a partir do Eufrates.  Apocalipse 16:12, diz: “O sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates, e secaram-se as suas águas para que fosse preparado o caminho para os reis que vêm do Oriente.” E no Armagedom o Eufrates também exercerá seu papel na invasão dos reis, inimigos de Israel.

E depois de muitos dias, Jeremias faz mais uma longa viagem, voltando a fenda da rocha para resgatar o cinto que estava apodrecido. Essa é uma parte emocionante da profecia, da simbologia do cinto.

E por que o cinto apodrece?  

Jeremias fez uma longa viajem com o cinto e o objeto de linho branco, símbolo de santidade e sacerdócio apodrece na fenda da rocha.

Amados leitores, muitos de nós fazemos essa “longa viagem ao Eufrates”. Nos distanciamos de Deus e de Sua vontade, se contaminando com coisas vãs e enganosas, com idolatrias de toda sorte, coisas que nos negamos a abandonar, amarrando-as sobre os lombos em cobertura de morte. Pensando estar seguros  “em fendas de rochas”, quando na verdade estamos apodrecendo.

Abrimos caminho para “exércitos inimigos”, entregando-lhes a vida e deixando para trás as Promessas e o amor a Deus. E uma hora, dessa forma, o cativeiro não tarda.

  • Efésios 6:14, diz: “estai, pois, firmes, cingindo os vossos lombos, com a Verdade e vestida a couraça de justiça”

Somente a fé e a entrega a Cristo Jesus poderá nos livrar dessa podridão. Não esqueçamos das Promessas que estão reservadas aos que creem. Ainda que sejamos uma voz solitária como foi a de Jeremias. Não nos esqueçamos:

  • Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade. Ele cumprirá o desejo dos que o temem; ouvirá o seu clamor, e os salvará. O Senhor guarda a todos os que o amam; mas todos os ímpios serão destruídos. Salmos 145:18-20.

Deus o abençoe

Um comentário:

Paulo Souza disse...

Muito edificante! Obrigado por compartilhar tantas maravilhas da Bíblia, que Deus abençoe.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...