Aprendendo com o sofrimento



Wallace Sousa


Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos.  Salmos 119:71 (versão NVI)

Às vezes, quando as coisas parecem estar muito acomodadas, acontece alguma coisa e nos sacode completamente. E isso aconteceu comigo recentemente. Há cerca de três meses atrás, fui acometido de uma crise violenta no nervo ciático que me deixou prostrado. Se você não sabe o que é isso, dê graças a Deus, porque você não está perdendo nada.

Consulta vai, exame vem, diagnóstico sai, o médico-cirurgião jogou a bomba no meu colo: seu caso é de cirurgia. Era um “problema de junta” (tudo e joga fora). Fiquei sem chão, saí do consultório com a cabeça rodando, afinal saber que queriam colocar parafusos na sua coluna não deveria ser nada agradável, certo? Mas, depois de viver essa situação, o que aprendi com tudo isso?

1. Precisamos entender que existem boas coisas a serem aprendidas com o sofrimento. Infelizmente, nem todos sabem ou se dão conta disso, mas podemos crescer mesmo em meio ao sofrimento, dificuldades e problemas difíceis. E triste daquele que não sabe ou não quer aprender e amadurecer com os sofrimentos que experimenta.
2. Devemos tentar enxergar o propósito que Deus tem na provação que estamos enfrentando. Eu não sei você, mas uma coisa que me faz perder o rumo de casa é não entender o porquê de algo estar acontecendo comigo. Então, nesses momentos, é preciso confiar no Senhor e saber que a situação que vivemos, por pior que pareça, tem um propósito e que, mais cedo ou mais tarde, vamos descobrir qual é.

3. O sofrimento é o último recurso pedagógico divino. O ser humano é teimoso por natureza e certas coisas ele só aprende na base da paulada. Não sei qual foi o problema comigo pra ter nascido tão teimoso, devo ter passado duas vezes na fila da teimosia, só pode. Quando a cabeça não pensa, o corpo padece, já diz o ditado. Mas, você, mais inteligente do que eu, não precisa penar para aprender, certo?

Concluindo… Quando a crise estava no auge, convivendo com uma dor horrível, 24h por dia, eu desanimei da vida. Mas, a situação também me obrigou a refletir sobre minha vida, a me reavaliar e mudar algumas coisas necessárias. Então, apesar dos pesares e das dores, posso dizer que a crise fez de mim uma pessoa melhor, de espírito mais leve: emagreci 5 quilos. (risos)

Wallace Sousa edita o Desafiando Limites e é colaborador do Tenda na Rocha.

3 comentários:

Sandra Neri disse...

Boa tarde. Sei que já falei o quanto estou sobrecarregada nos últimos tempos, quero dizer hoje, que diante de tudo tenho me posto a observar-me: Não entendo o propósito do que vivo agora mas sei que deve haver um.Deus tem me feito amadurecer com os sofrimento presentes e eu sou grata por isso. Seja qual for o resultado se eu sobreviver sairei renovada e creio que um pouco melhor do que o que sou hoje.

Wilma Rejane disse...


Amada irmã Sandra,

Não sei o que te aflige, mas de todo coração peço a Deus que a irmã contemple dias melhores onde o testemunho de sua luta seja vitorioso, motivo de alegria e fortalecimento para outras vidas.

Fraterno abraço,
Em Cristo.

Sandra Neri disse...

Querida irmã, obrigada por seu interesse por mim. Peço-lhe que ore por mim e já agradeço. Jesus lhe abençoe por ser um instrumento de ajuda neste momento de minha vida. Continue com seu trabalho abençoado!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...