Deus pergunta: "onde está você?"



A grande pergunta da humanidade após as tragédias é esta: “onde está Deus?”. “Como o Criador pode permitir o sofrimento de suas criaturas amadas, sendo poderoso o suficiente para evitar a dor?”. “Será que Deus nos ama de verdade ou não teria Ele todo o poder?”.

A criança na foto acima, de dezembro de 2014, é Adi Hudea. Seu pai morreu nos bombardeios da guerra síria, da qual Adi é uma refugiada. Quando um fotógrafo turco se aproximou, a menina levantou as mãos em rendição, acreditando que a câmera fosse uma arma.

Quem é o responsável pelo sentimento de terror que fez essa criança de quatro anos experimentar a consciência e o gosto da morte e erguer os braços, mesmo que seus frágeis punhos não possam oferecer risco algum a quem quer que seja? Será Deus?

A humanidade se orgulha da tecnologia que nos facilita a vida, dos jatos supersônicos que nos fazem imparáveis e da ciência capaz até de prever o futuro. Porém, quando colhemos os frutos de nossa própria ganância, má utilização de recursos naturais, desigualdade social, sede por poder e riquezas, vaidade, cobiça, egoísmo, impiedade, maldade e obstinação, tudo isso acumulado ao longo de milhares de anos, culpamos a Deus.


Definitivamente, quem detonou a bomba que matou o pai de Adi não foi Deus. Quem apresentou à garota uma arma de fogo e um campo minado também não foi Deus.

Considerar Adi uma vítima de Deus é não reconhecer que ela é vítima da própria humanidade que a gerou. A mesma humanidade que dá de ombros para os conselhos e a vontade de Deus, lembrando-se dEle, em tantas vezes, apenas à beira da morte.

O mundo rejeita o amor de Deus e espera, em momentos críticos, um milagre dEle. O filho de Deus ensinou e viveu um novo modelo de humanidade: o de amar a Deus e ao próximo. Este é o milagre a ser vivido no dia-a-dia: o que nos faz capazes de nos movermos de nossas zonas de preguiça, ócio e bem-estar (ou mesmo aflição e dor) para socorrermos pobres, doentes, inválidos e desesperançados, morem eles na Síria ou na casa ao lado. Essa é a consciência de que somos “um” enquanto humanidade e que o sofrimento de um deveria ser o de todos.

Quando um idoso disputa comida com abutres em um lixão, um barraco despenca riacho abaixo em tempos de chuva ou uma grávida morre à espera de ambulância para levar ao hospital, é Deus quem pergunta: ONDE ESTÁ VOCÊ? Onde está a comida que você desperdiça? Onde está o quarto vazio de sua casa? Onde está o seu carro, adornado com o adesivo “a serviço do Rei Jesus?”.

A resposta de Deus para o sofrimento humano não é “o milagre”, mas uma pergunta: “onde está você?”. A verdadeira resposta é quando eu e você, em amor e imitação a Ele, não nos cansamos de nos mover em direção aos sofrimentos dos que nos cercam, mesmo que os nossos sejam maiores. Até que um dia, quem sabe, Adi Hudea seja capaz de distinguir uma câmera de uma arma.

Por Edilson de Holanda via PIB Fortaleza- CE

3 comentários:

Juni disse...

Bela reflexão, tudo verdadeiro! Deus não comete injustiças e maldades, isso é do homem!
Beijos, obrigada pelo belo texto e bela oportunidade de reflexão tão íntima e necessária.
Ótimo final de semana.

Sandra Neri disse...

Boa noite,tenho vergonha por ver coisas como estas e me fazer esta pergunta:Onde estou? Por menos que possa eu fazer diante das necessidades do meu próximo, enumeras vezes deixo de fazer por acomodação. Sei que não preciso ir muito longe para achar o meu próximo. Venho pedir que Deus me dê O Espírito Santo para que eu sai de um estado de acomodação e passe à ação. Creio que existem muitos como eu, que sentem um desejo imenso de ajudar e se sentem como que impedidos por algo que nem sabem o que é. Obrigada querida irmã, por mais este belo texto. A Graça e a Paz do Senhor seja contigo.

Wilma Rejane disse...



Olá Juni e

Sandra Neri.


Essa é a pergunta que Deus fez para Adão:


Gênesis 3:9: E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?

E Adão se escondia por se achar culpado.

Depois vem Jesus redimindo o homem do pecado e ao que Nele está é justificado. Assim, ao nos perguntarem: Onde estás? E ao se responder: Em Cristo, tudo se justifica. Aleluia!

Porém,o mal também e ainda impera emmuitos corações e o "onde estás"? perguntado por Deus a Adão continua ecoando como preço pelos pecados humanos.

Obrigada, queridos irmãos.

Deus os abençoe.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...