Fará os meus pés como das cervas



O artigo de hoje é em resposta a interrogação feita por um leitor na secção Fale conosco:

" Gostaria que alguém explicasse o que é CERVA, no livro de Habacuque 3:19. Deduzo que seja um animal com pés firmes e fortes, mas como é esse animal? Será que tem outro nome mais atual? Faço essa pergunta para entender bem o contexto desse versículo. Obrigado! "

"Antes de adentramos no estudo, convêm esclarecer:

"Cerva é o feminino de cervo, que designa um animal do gênero ‘Cervus’. O Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa, registra corça como termo que designa a fêmea do veado, podendo ter como sinônimo cerva." Em Ciberdúvidas da Língua portuguesa

***

Autor: 

"O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas."Habacuque 3.19.

O cervo é o macho da corsa de espécie cervídeos,a segunda ordem (Artiodactyla) mais rápida do mundo perdendo apenas para espécie da família felidae que é a chita guepardo que corre até 120 km por hora. Esta espécie de animal (cervídeos) dão, saltos na vertical com as quatro patas simultaneamente, como se nestas tivessem molas. Realizam estes saltos quer a partir da posição parada ou em corrida. E tem a capacidade de fazer a curva na direção que quiser quando estar em alta velocidade.

O cervo tem os mesmo hábito da corsa pois ele se diferencia apenas por ter chifre. No inverno os cervos ficam marrom, e no verão avermelhados, no outono os chifres caem e na primavera nascem. O cervo prefere realizar suas atividades durante o nascer e o pôr-do-sol é normalmente de hábitos solitários.Habacuque desejou ter os pés do cervos, pois seus pensamentos estava muito natural, com respeito do que realmente estava acontecendo em Israel. Habacuque não estava entendendo o trabalhar de Deus, e fazia muitas interrogações.

"Hab. 1.2. Até quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! e não salvarás?Até, que Deus o leva a entender. E ele diz: Tu saíste para salvação do teu povo, para salvação do teu ungido; tu feriste a cabeça da casa do ímpio, descobrindo o alicerce até ao pescoço.Hab.3.13. Neste momento Habacuque pôde ver que Deus é multiforme em trabalhar, e que o justo não pode viver pelo o que ver e sim pelo o que crer. (O tema de seu livro é...Mas o justo pela sua fé viverá. Hab. 2.v.4.)Então a alegria toma conta de seu coração. Hab.3.18. Todavia eu me alegrarei no SENHOR; Exultarei no Deus da minha salvação."

E a compreensão invade sua mente natural, e ele deseja os pés do cervo, pelo fato deste animal ter os pés ágeis e saltitantes para andar nas alturas.Indicando a vontade de realmente andar junto a Deus.

Razões de desejarmos de Deus os pés do cervo.

1º Seus pés sempre darão a garantia de liberdade, pois esse animal não fica aprisionado,tem a capacidade de pular muito bem, e saltar de 3.5 mts a 15 mts de largura. O justo foi chamado a liberdade e não pode viver aprisionado a jugo e fardo pesado posto pelo inimigo. Mt.11:30. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. 1° Jo.5:3. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.pesados. Gl.5:1 Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Pula fora meu irmão e ande com Deus.


2° Seus pés ágeis e habilidosos dão condições a esse animal  de fazer curva em alta velocidade desviando-se de obstáculos e também mudando de direção, eliminando com isso seus perseguidores, levando-os ao cansaço e capotamento por terra.(Capacidade única nesse tipo de animal). Nunca devemos pegar caminhos que facilitem o inimigo nos alcançar. Provérbios.14.12. "Há caminhos que ao homem parece direito, mas o fim deles são caminhos da morte." Nada como ter os pés ligeiros para desviarmo-nos desses caminhos e eventuais obstáculos que atrapalham nossa fé. Davi disse: Sl.119.101 "Desviei os meus pés de todo caminho mau, para guardar a tua palavra.Agindo como Davi , faremos o inimigo capotar com a cara no chão, como os perseguidores dos cervos."

3° Seus pés são ágéis quando se trata de água. Os cervídeos bramam por água quando migram para outros lugares e ficam bem distante das nascente. Amam beber água fresca. Com o seu olfato aguçado que lhe permite sentir o cheiro da água mesmo a quilômetros de distância. saem em velocidade em busca de água e quando encontram sentem muita alegria.

Graças aos pés ágeis, logo seus sonhos e desejos são realizados.

Pesquisadores afirmam que esse animal usa também a água para eliminar o seu cheiro ativo. Devido ter passado muito tempo longe da água o mesmo fica com cheiro bem ativo despertando com isso os predadores. A água é símbolo da palavra e do Espírito Santo.Os filhos de corá falaram: Sl.42.1. "Assim como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!" Não podemos ficar sem a presença do Espírito Santo, o mesmo nos dá vida, sustentabilidade e proteção não deixando o pecado se estagnar em nossa vida, pois o pecado cheira a morte.

Sejamos diligentes (pés ligeiros) para servir ao Senhor. Romanos.12.11. "Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; Pois alma do diligente se farta. Prov.13.4. Domina. Prov.12.24. A mão dos diligentes dominará, mas os negligentes serão tributários."

Que tenhamos os pés dos cervos para corremos de todo o pecado Hb 12.1. Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta,2 Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.

Que Deus nos abençoe.

***
Acréscimos da blogueira:  Ainda interpretando Habacuque 3:19,  ter pés de cervas permite andar mais alto e por isso ter uma visão diferenciada das situações. Os pés não andam por caminhos comuns, mas por onde Deus lhe conduzir. Deus está sob todos, acima de todos e somente Ele pode proporcionar o caminhar seguro com julgamentos justos sobre a realidade. Habacuque sofria com seu julgamento sobre as injustiças sociais e Deus lhe revela Seus propósitos em meio a tudo que estava acontecendo. A resposta de Deus acalma o coração de Habacuque que reconhece ser a justiça, bondade e misericórdia Divina operante em meio àquele caos social. Assim também é nos dias de hoje: podemos nos perguntar 'por que Deus, há tanta injustiça?' E ao caminharmos com os pés de cervas, teremos a mesma visão de Habacuque: "Deus é justo e tudo quanto acontece está sob seu domínio".

Tenham todos uma boa semana, na paz de Cristo.


2 comentários:

Thelma disse...

Que linda imagem Habacuque escreve em seu livro ! fiquei edificada irma querida pela sua mensagem .

Anônimo disse...

Parabéns

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...