O caminho da lama que atingiu Bento Rodrigues


.
Um rio de lama passou por cima de Bento Rodrigues

Distrito de  Bento Rodrigues - Mariana-MG
POR: JOÃO CRUZUÉ
.
Nasci em um sítio no  Córrego do Bubu,  no antigo distrito de Xopotó. Ali passa Rio do Carmo que fazia divisa do sítio do meu avô Sebastião Vitorino Cruzué com outros sitiantes. Naquela época (1956) meu pai era recém-casado e também morava por ali. Minha mãe e eu chegamos a tomar banho nas águas encachoeiradas deste Ribeirão do Carmo que descia de Barra Longa e e Mariana/MG. Eu soube que, nos anos 50, no tempo de descanso (secas) das atividades agrícolas, o povo do campo ia batear ouro nas areias do Ribeirão do Carmo - antes chamado de "Corgo" do Ouro. 

Nesta primeira semana de novembro de 2015, um desastre ocorreu em duas barragem de mineração, para cima de Mariana, chamou a minha atenção (e a do mundo inteiro), tal fora a violência  com que um rio de lama vermelha desceu, arrasando tudo pelo caminho, a partir do povoado chamado Bento Rodrigues. 

Curioso, fui estudar a Geografia do negócio, pois tenho ouvido muita tolice sobre o caminho da lama, previsto para chegar em Governador Valadares depois de domingo.

De uma forma bem simples, e com apoio dos mapas do Google maps, a coisa é assim: Uma barragem da Samarco Mineradora estourou (Fundão) e levou consigo também a lama da barragem de Santarém que fica a jusante, 15 km acima do distrito de Bento Rodrigues. O curso d'água nesta região é o Rio Gualaxo do Norte. Este Rio desce  (de Oeste para Leste) até a cidade de Barra Longa e se torna afluente do Rio do Carmo ou Ribeirão do Carmo como se dizia antigamente. 

O Rio do Carmo segue em direção à cidade de Rio Doce, passando pelo sítio do meu avô paterno (já falecido), para se juntar com o Rio Piranga, que vem da cidade de Ponte Nova-MG. Na junção das águas destes dois Rios forma-se o Rio Doce. 

Daí para frente, vem outras cidades, com destaque para Ipatinga, Governador Valadares, Conselheiro Pena, Resplendor e Aimorés no Estado de Minas. Depois, no Estado do Espírito Santo vem Baixo Guandu, Colatina e Linhares.

Em nenhum momento o Rio Piracicaba entra no curso desta desta lama. Apesar de passar muito perto, ele saí de outra vertente, 30 km ao norte da lavra de mineração da Samarco. Em lugar de descer para o Rio do Carmo, o Rio Piracicaba segue em direção a João Monlevade, passando por Nova Era, descendo para Tímoteo, Cel. Fabriciano, até se juntar ao Rio Doce na cidade de Ipatinga. 

A lama também nunca iria atingir cidade de Ponte Nova, pois não poderia subir pelo Rio Piranga acima, a partir da sua junção com o Rio do Carmo lá embaixo.

Clique nas fotos abaixo para que elas se abram totalmente para você analisar melhor o caminho da lama que começou com o desmoronamento de uma barragem, que por sua vez estourou outras duas no município de Mariana-MG

Matéria atualizada em 11.11.11: Notícia importante. Hoje veio ao conhecimento  da sociedade brasileira que as licenças ambientais da Mineradora Samarco (Vale do Rio Doce)  estavam vencidas. Sendo isto verdade, não havia fiscalização alguma por aquelas bandas...



Fonte das Fotos: Google Earth;
Edição do Mapa: João Cruzué;
Fonte da localização das Barragens: Corpo de Bombeiros/MG

Foto 1 - Barragens da Samarco

As Barragens do Fundão e Santarém desmoronaram. A Barragem Germano ainda está de pé.


 Foto 2: Como aconteceu
                                       
A Barragem Fundão desmoronou, a lama desceu e extravasou a Barragem Santarém que estava no caminho.  No caminho da lama estava Bento Rodrigues, um Distrito da cidade de Mariana-MG. Depois de Bento Rodrigues, a lama chegou ao Rio Gualaxo do Norte. O Rio Gualaxo do Norte é afluente do Rio do Carmo, o encontro das águas fica antes da Cidade de Barra Longa. O Rio do Carmo, ou Ribeirão do Carmo, segue até as proximidades da Cidade de  Rio Doce onde suas águas se unem com as do Rio Piranga, que vem da cidade de Ponte Nova; juntos, os dois rios formam o Rio Doce que sobe até a cidade de Ipatinga onde recebe um grande afluente, o Rio Piracicaba, que vem das vertentes de Itabira/João Monlevade. Depois o Rio Doce continua indo para o Norte até Governador Valadares, onde muda de direção para o Leste, seguindo para o Estado do Espírito Santo onde desemboca no mar. Segundo notícias veiculadas na imprensa, a lama tirou todo oxigênio da água e, por onde passou, matou todos os peixes do rio.


Foto 3: o Rio Gualaxo do Norte desagua no Rio do Carmo na cidade de Barra Longa-MG


Foto 4:  o Rio Carmo se junta com o Rio Piranga  para formar o Rio Doce, no município de 
Rio Doce, antigamente conhecido como Alto do Rio Doce.





Mapa 1: Junção do Rio Piracicaba com o Rio Doce na cidade de Ipatinga-MG
.
Rio Piracicaba x Rio Doce




Foto 5: A casa onde nasci, perto do Rio do Carmo

Ela fica a 500 metros do Ribeirão do Carmo
Córrego do Bubu
a 5 km da antiga estão de trem de Xopotó.



.

3 comentários:

Vanderleia disse...

Em tragédias dessas nao sei se por medo ou apenas desconhecimento sobre geografia muitos moradores da ali Rio Piracicaba onde moram falavam que a alma chegaria aqui.
Parabéns pelo texto irmão.

Agrega Blogospel disse...

Convido a participar do novo Agregador Blogospel, onde reunimos blogs evangélicos, com os melhores conteúdos gospel e relevantes para o povo de Deus.
Aumente o tráfego do seu blog. Não precisa cadastrar, é rápido e prático! Apenas seja parceiro colocando nosso banner na sua página e pronto, já pode enviar seus links.
Acesse e conheça: http://semeandojesuscristo.blogspot.com.br
Sua parceria é muito importante.
Junte-se a nós!
Graça e paz!

cirandando e jogando disse...

"Produto inovador capaz de purificar água contaminada chega ao Brasil pra impactar a vida de milhões de pessoas" Lembram dessa matéria? Pois então se o P & G Sachet. é capaz de tornar água barrenta em potável, então porque a empresa responsável por essa catástrofe de Mariana que atingiu milhares de inocentes não pedem o preparo desse sachê em grande quantidade para espalhar por toda a área atingida onde a lama inda não endureceu? Querem uma saída? talvez seja essa, e é preciso agarrar de unhas e dentes todas as chances que temos e rápido.Produzam ou compre todo o estoque e espalhem nas águas já!

A MATÉRIA:
Muitas empresas têm se atentado aos problemas sociais e percebido que não podem ficar quietas com relação a eles. As empresas têm uma grande responsabilidade no desenvolvimento de soluções que possam sanar algumas dessas questões, muito mais que uma obrigação por lei.

Um grande exemplo é a gigante mundial P & G, que serve aproximadamente 5 bilhões de pessoas ao redor do mundo com suas marcas, e lançou na semana passada um produto social inovador e inédito no Brasil: o P & G Sachet.

Trata-se de uma tecnologia de baixo custo apresentada em um sachê de 4 gramas, que é capaz de transformar 10 litros de água contaminada em 10 litros de água potável, livre de resíduos sólidos e impurezas. O produto atende às normas da Organização Mundial de Saúde e tem validade de dois anos no Brasil. No primeiro ano do projeto no país, serão doados 1,8 milhão de sachês pela empresa, mas este número deve aumentar com a iniciativa do Walmart, que incentivará a doação de sachês pelos próprios consumidores.

Estima-se que cerca de um bilhão de pessoas sofram com a recorrente falta de água potável no mundo. No Brasil, 17,3% da população não recebe água por meio de rede de abastecimento (Fonte: SNIS 2012). A falta da água potável reflete diretamente o desenvolvimento de uma sociedade e, infelizmente, as crianças são as que mais sofrem com isso, o que faz do consumo de água contaminada uma das principais causas de morte entre bebês e crianças.

O P & G Sachet é um produto social que não será vendido e faz parte da principal ação de responsabilidade social da companhia, o programa Água Pura Para Crianças, que mundialmente já entregou mais de 7,8 bilhões de litros de água purificada. No Brasil, o programa Água Pura Para Crianças será desenvolvido inicialmente no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais carentes do Brasil, onde, em algumas localidades, pessoas sofrem diariamente com a falta da água potável. No primeiro ano do projeto no país, serão importados 1,8 milhão de sachês que serão utilizados no Vale do Jequitinhonha, por meio da parceria da P&G Brasil com a ONG Child Fund Brasil, que fará a distribuição e orientará as famílias locais e os multiplicadores sociais da região, para conscientizá-los da melhoria da qualidade de vida a partir do consumo de uma água de qualidade.

Para purificar a água, o conteúdo do sachê deve ser despejado em um recipiente com dez litros de água não potável. Depois é preciso mexer a mistura por cinco minutos e aguardar mais cinco para a sujeira decantar. Logo depois, a água deve ser passada por um filtro, que pode ser até mesmo uma simples camiseta de algodão limpa. Para finalizar, deve-se esperar por 20 minutos para que o bactericida do produto faça efeito e, em 30 minutos, uma água barrenta ou contaminada se transforma em água limpa para o consumo.

PUBLICADO POR: http://www.hypeness.com.br/2014/11/marca-traz-para-o-brasil-produto-que-transforma-agua-contaminada-em-agua-limpa/

ESQUEÇAM OS PROBLEMAS POLÍTICOS E TENTEM LUTEM JUNTOS E TODOS SEREMOS VENCEDORES!!

ATT.

MARIA DE JESUS

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...