O que fazer quando se está em busca de um milagre?




Wallace Sousa

Saindo daquele lugar, Jesus retirou-se para a região de Tiro e de Sidom. Uma mulher cananéia, natural dali, veio a ele, gritando (I): “Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Minha filha está endemoninhada e está sofrendo muito” (1). Mas Jesus não lhe respondeu palavra (2). Então seus discípulos se aproximaram dele e pediram: “Manda-a embora, pois vem gritando atrás de nós” (3). Ele respondeu: “Eu fui enviado apenas às ovelhas perdidas de Israel” (4). A mulher veio, adorou-o (5) de joelhos e disse: “Senhor, ajuda-me!” Ele respondeu: “Não (6) é certo tirar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos”. Disse ela, porém: “Sim (7), Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos”. Jesus respondeu: “Mulher, grande (8) é a sua fé! Seja conforme você deseja”. E naquele mesmo instante (9) a sua filha foi curada.Mateus 15:21-28 (grifos acrescidos)


Introdução

É bem possível que você esteja, nesse exato momento, precisando urgentemente de um milagre. Acertei? Se a pergunta fosse apenas “precisando de um milagre”, eu arriscaria dizer que quase todos diriam que sim, que precisariam de um.

Agora, dos que precisam de um milagre, nem todos precisam dele agora, pra já. Mas, digamos que você seja dos que precisam de um milagre agora, o que fazer então? Antes de tudo, acho que você fez a coisa certa: buscou ajuda no Senhor. E quero que saiba que Ele está aqui para lhe ajudar.

Aquela mulher de quem não sei sequer seu nome (assim como também não sei o seu) foi buscar em Jesus seu último recurso. Talvez esse seja o seu caso: já buscou em vários lugares, em vária fontes, mas não obteve resultado, não encontrou a solução, e veio parar bem aqui, perguntando-se o que fazer.
Sinceramente, eu não sei se tenho a resposta certa para você, mas tenho algumas palavras que podem ajudar-lhe a descobrir como alcançar o milagre que você precisa.

Vamos lá?

1. Você tem uma necessidade! E quem não tem?

Hoje em dia é mais fácil encontrar quem esteja precisando de alguma coisa do que alguma coisa que esteja precisando de alguém! E olhe que tem muita coisa sobrando no mundo, mas tem muita gente sobrando sem coisas, passando necessidades.

Talvez seja o seu caso. Se isso está acontecendo com você, veja o que aquela mulher siro-fenícia fez: foi atrás de Jesus, em busca de solução. Quando você enfrenta problemas, quem você busca para resolvê-los? Será que você procura as pessoas certas?

Quem sabe aquela mulher tentou resolver o problema da filha dela de outras maneiras, de outras formas, sem sucesso. Quantas vezes você já tentou resolver esse problema, sem resultado? Pode ser que tenha chegado o momento de correr para os pés de Jesus e ouvir o que Ele tem para lhe dizer.

Se você já correu atrás de tanta gente e não deu em nada – ainda – o que custa tentar com Jesus, não é verdade? Certamente Ele tem uma palavra para você hoje.



2. O silêncio de Deus. E quem suporta isso?

Eu costumo dizer que existem pouca coisas que são difíceis de suportar, vindas da parte de Deus. Paradoxalmente, o silêncio de Deus é uma dessas coisas que são praticamente insuportáveis. O silêncio de Deus não é a simples ausência de resposta.

Não, não é disso que estou falando. Muitas vezes, ao conversar com alguém, já exprimi minha situação e o outro ficou ouvindo calado, sem nada dizer. Mas, eu sabia que ele estava ouvindo e, claro, me entendendo. E me senti aceito, e isso foi suficiente para mim.

Mas, o silêncio de Deus não é isso, de Ele simplesmente não responder. É diferente. Eu já orei muitas vezes ao Senhor e não obtive resposta imediata. Mas, isso não era o silêncio de Deus, porque eu sabia que Ele estava me ouvindo e que, mais cedo ou mais tarde, a resposta viria.

O que é, então, o silêncio de Deus? É quando você ora mas não sente que o Senhor esteja lhe ouvindo, como se a presença dEle tivesse se afastado de você e você não soubesse o porquê. É aterrador. É difícil até de exprimir em palavras.

Mas, aquela mulher não se conformou com o silêncio de Deus e não desistiu de ouvir uma palavra dos lábios do Senhor. Quantos de nós teriam essa coragem, de insistir em ouvir a resposta de Deus, apesar do silêncio ensurdecedor vindo do céu?

É algo a se pensar e um grande exemplo a seguir: não parar de clamar e insistir até ouvir a voz do Senhor.

3. Nem todos entendem nossa situação… Você já passou por isso?

Todavia, antes de conseguir chegar até Jesus, havia um pequeno empecilho. Ou vários: além da multidão, havia os discípulos. Sabe uma coisa que é muito chata? Às vezes, quem deveria nos ajudar a chegar ao Salvador é quem mais nos atrapalha, nem faz a obra (trocadilho intencional… risos) e nem desocupa a moita.

Não sei se já aconteceu com você, mas já passei por isso de contar meu problema para alguém, esperando que ele me ajudasse em oração, que me levasse ao Senhor e torcesse por minha vitória. Mas… enfim.

Infelizmente, além dos problemas que já temos, às vezes precisamos enfrentar outros: pessoas que não querem que cheguemos até Jesus para conseguir uma resposta, para ouvir uma palavra que pode mudar nossa história.

Se você já foi procurar alguém pensando que ele iria lhe ajudar nesse problema e se decepcionou, não desista… são coisas que acontecem a qualquer um Eu também já passei por isso, sei como é ruim e desagradável, mas é a vida.

Os discípulos não queriam que Jesus atendesse a mulher desesperada, dá pra entender uma coisa dessa? Mas o Senhor – graças a Deus né, risos – não atendeu aos pedidos deles.

Por que será? Isso talvez seja a dica para deixar essas pessoas que não estão preocupadas conosco, com nossos problemas, simplesmente deixá-las de lado e ir direto na fonte: Jesus.

4. Às vezes, parece que Deus não se interessa por nossos problemas… Mas, como assim?

A resposta que Jesus deu foi de desmontar qualquer um ou, como diz um ditado do interior “foi de arrancar pica-pau do oco e tatu da toca”. Como assim, Jesus, o Senhor não tem nada a ver com o meu problema?

Talvez tenha sido o que aquela mulher pensou: “peraí, eu não sou sua ovelha, o Senhor não tem compromisso comigo, meu problema não lhe diz respeito? Como assim, Jesus?”

Qualquer pessoa com uma fé um pouco menor já sairia dali arrasada, desorientada e capaz de fazer uma loucura, um desatino. Não sei se já aconteceu isso com você, de estar orando e parece que Jesus não está nem aí pra você, nem tchum.

Eu não sei explicar porque isso acontece mas, às vezes, Deus nos prova de muitas maneiras, e uma delas é – aparentemente – demonstrar desinteresse em nossas causas.

É como nossos pais que, em certas ocasiões, fingiam ignorar nossos pedidos para depois nos surpreender. E Deus, como nosso Pai celestial, também gosta de fazer umas brincadeiras com a gente de vez em quando.

Se seu pai já agiu assim, você entende o que eu estou falando. E quem sabe se seu Pai também não está querendo lhe fazer uma surpresa, fingindo que não está prestando atenção? Captou a dica?

5. Adorar antes de pedir, isso vai garantir minha vitória? Nem sempre…

Depois de vencer várias barreiras (a multidão, os discípulos, o silêncio e aparente descaso de Jesus), a mulher chegou finalmente aos pés de Jesus e o adorou. Observe o que ela fez: correu pros pés de Jesus, ajoelhou-se, adorou e só depois de tudo isso é que ela fez seu pedido.

Tinha feito tudo certinho, não é verdade? Tava na bica de receber a bênção e a vitória. Mas… nem sempre as coisas saem do jeito que planejamos.

A vida espiritual tem dessas coisas: às vezes, esperamos que aconteça algo do jeito que queremos, e acontece justamente o contrário. Em outras situações, quando pensamos que está tudo perdido e as coisas estão indo de mal a pior, acontece o inesperado e a maré muda de direção e você se vê com o milagre nas mãos.

Definitivamente, a vida cristã é uma caixinha de surpresas e nunca é monótona ou desinteressante, afinal carregar uma cruz todo dia e acordar sabendo que você está na alça de mira do capeta não é pra qualquer um, não é verdade?

Quem diz que a vida cristã é chata ou não sabe o que é ser cristão de verdade ou diz que é mas ainda não conheceu o Salvador realmente. A sua vida é cheia de surpresas, de altos e baixos? Agradeça por isso, pois poderia ser bem pior: rotineira e maçante.

6. E quando a primeira coisa que Deus diz é não, o que fazer? #xingar muito no twitter?

Continuando o raciocínio do tópico anterior, existem pessoas que acham que orar é uma receita de bolo de caixa de supermercado. Você mistura os ingredientes, naquelas quantidades prescritas, deixa a massa descansar ou inchar, sei lá, bate no liquidificador ou batedeira, unta a forma com manteiga e leva ao forno por tantos minutos e, voi lá, está pronto. Não, oração não é assim.

Primeiro, porque oração não é receita pronta. Segundo, porque Deus quer que as pessoas se relacionem com ele, e não que sejam clientes ou usuários, que venham no balcão, apresentem um pedido qualquer, recebam o que pediram, tenham a nota carimbada e vão embora. Não, Deus quer algo mais. E o que Ele quer, então? Ele quer sua atenção e sua amizade.

E, para conseguir isso de você, às vezes Ele diz… não. Pense nos seus amigos, nos melhores amigos. Esses são aqueles que só lhe dizem SIM? Não! Claro que não.

Amigos de verdade são aqueles que me dizem não quando eu quero ouvir um sim, mas o que eu mais preciso naquele momento é ouvir um NÃO! Amigo de verdade é aquele que me conhece por inteiro e, ainda assim, quer continuar sendo meu amigo.

E Jesus é desse tipo de amigo, que me conhece por dentro e por fora, e que me diz coisas que não quero ouvir, mas que Ele sabe que preciso ouvir. E, mesmo me conhecendo tão bem, ainda sim continua me amando e querendo minha amizade. Dá pra ignorar uma Pessoa assim?

7. Respondendo o NÃO de Deus com SIM, SENHOR. #eita que desafio grande!

Ok, você foi pros pés de Jesus, chorou, adorou e suplicou. Ele ouviu você, ouviu o que você tinha pra dizer e ouviu o seu pedido, daí quando você achava que o problema ia ser resolvido, Ele simplesmente diz “não…”

Parapapapapapapapapapá! Para tudo, para o mundo que eu quero descer! Isso contraria minha lógica. Mas, e quem disse que Deus tem que obedecer minha lógica?

Aqui é o ponto de inflexão onde muitos sucumbem, onde se separam as ovelhas dos lobos e os meninos mimados dos gigantes na fé. Quando Deus diz NÃO pra você, o que fazer? Responda com um sonoro e alto “Sim, Senhor!” E isso, meu caro, é pra quem tem fé.

Talvez Deus esteja provando sua fé, testando seus limites. Eu não sei, mas pode ser que Ele esteja testando para ver até onde vai sua obediência e confiança nEle. Se Ele diz não, é não, pronto e acabou.

Então, meu amigo, se você pediu algo a Jesus e Ele disse NÃO a você, diga você a Ele “SIM, SENHOR”. É fácil? Não. E quem disse que ser crente, ter fé, era fácil? Você não leu as letrinhas miúdas do contrato de salvação, quando aceitou a Jesus?

Ele deixou bem claro, lá nas letrinhas miúdas (da Bíblia… risos) que “no mundo tereis aflição”, você nunca leu? Pois é, está lá. Sabe por que você deve responder o não de Deus com um sim seu? É o que veremos a seguir.

8. Grandes milagres requerem grandes doses de fé. E quem não sabe disso?

Depois que a mulher disse sim para o não de Jesus, sabe o que Ele fez? Nada. Como assim? É porque Ele estava tão admirado com a fé da mulher que não fez nada antes de elogiar a atitude dela. É como se Ele estivesse dizendo algo mais ou menos parecido com isso: “mulher, eu vou fazer o milagre não porque eu posso, mas porque agora eu quero fazer um milagre na sua vida.

Mas, antes de fazer esse milagre, eu quero dizer o quanto você me deixou admirado e contente com essa demonstração de fé”. Afinal, existe coisa que agrada mais a Deus do a fé (Hb 11.6)?

E, depois, Jesus fez o milagre. Simples assim.

Sabe qual foi o segredo? Foi a obediência. E, já que estamos falando da vontade de Deus, preciso confessar que, muitas vezes, deixei de receber bênçãos do Senhor por não querer me enquadrar na vontade do Senhor. Entender a vontade do Senhor é muito fácil, até criança entende.

Na escola, desde cedo aprendemos o famoso ABECEDÊ, não é verdade? Na vida cristã é bem parecido: é só OBEDECÊ. A teoria é fácil… o problema é quando vem a prova (risos)!

A grande lição que fica daquela mulher sem nome é que a prova de uma grande fé se vê na obediência irrestrita à vontade divina. A fé quando é verdadeira, mesmo quando as circunstâncias dizem NÃO ela diz SIM.

Agora quando a fé é grande, mesmo quando Deus diz NÃO, ela diz SIM! Qual é o tamanho da sua fé? Ela é grande o suficiente para dizer SIM mesmo se Deus disser NÃO?

9. Experimentando o “agora” de Deus. Isso é pra mim também?

Que Deus tem o melhor para você, isso você já sabe. Agora, que o melhor de Deus pode chegar para sua vida agora, isso talvez você ainda não saiba. Mas deixe-me esclarecer algo: o melhor de Deus já veio, que foi Jesus para morrer por mim e por você, pagando os meus e os seus pecados. Então, para quem ainda não conhece Jesus, o melhor de Deus está disponível agora, para ser recebido e aceito imediatamente.

Todavia, para quem já conhece Jesus, e já experimentou o melhor de Deus, mas está passando por problemas, e precisa de um milagre urgente, Deus tem o melhor para você, nessa situação que você está passando.

E Ele tem isso disponível para você agora. Sim, pra você mesmo. E o que fazer para obter? Você já sabe: crer e obedecer. Se você crer – e obedecer –  vai receber.

O seu futuro, meu irmão, minha irmã, depende de sua fé. Depende de você crer. E, depois de crer, de obedecer à voz dEle. Então, se você crê, falta só obedecer que a vitória logo virá.

Aquela mulher creu, mas a vitória só chegou depois que ela obedeceu. Ela disse SIM à voz do Senhor. Talvez seja isso que esteja faltando a você: dizer sim, obedecer à voz de Deus.

Experimente, e depois venha me contar a bênção! risos

Conclusão

Este post é inspiração de uma pregação antiga que já dei em um culto no meu trabalho, há mais ou menos uns dois anos. Resolvi desenvolvê-lo após ouvir uma pregação sobre o mesmo tema na terça, também no culto em meu trabalho, feita por outra irmã.

Fazia bastante tempo que eu estava querendo escrever alguma coisa relevante para meus leitores mas, estranhamente, estava muito desanimado e sem qualquer inspiração.

Para falar a verdade, eu estava tão sem inspiração que cogitei parar de escrever e achei que jamais iria escrever algo novamente, simplesmente porque não me achava em condições de escrever um outro post motivacional ou devocional como este.

De verdade mesmo: estava pensando em parar, refletindo se havia passado o tempo de escrever, ou se estava fazendo alguma coisa errada e Deus havia me “deixado à deriva”, sem inspiração. Sim, porque as coisas que escrevo são inspiração divina. E, não, não estou dizendo isso para me gabar, muito pelo contrário.

Quando digo que o que escrevo é inspiração divina – não tudo, claro, mas os posts semelhantes a este, com foco na Palavra – estou dizendo que, sem a inspiração que vem dEle eu não consigo escrever, não sai nada… Desse modo, estou dizendo que sou completamente dependente do Senhor e que, de mim mesmo, eu não consigo escrever sem a unção que vem dEle.

Esses dias atrás, em uma fase que durou mais de meses, vinha tentando lutar contra isso e estava vivendo (veja só você!) algo parecido com o que escrevi: o silêncio de Deus. Talvez, por isso mesmo, eu tenha me sentido à vontade explicando o que é isso.

De todo modo, este post é um exemplo de como Deus pode mudar situações, pois Ele mudou a minha. Eu não sei se vou continuar passando ainda por isso, de sequidão espiritual e ausência de inspiração. Mas, quando senti que Deus estava me dando um pouquinho de unção, aproveitei e já botei a mão na massa (ou no mouse… risos).

Eu não sei se o texto ficou bom, afinal já fazia tanto tempo que eu escrevia assim que acho que perdi um pouco o jeito. Você é quem vai dizer isso, se gostou ou não, mesmo porque escrevi isso pra você.

E, já que me abri um pouco, vou lhe dar a liberdade de ser sincero comigo também: se não gostou,  pode xingar nos comentários. Acho que não vou aprovar, mas vou acabar lendo e, claro, ficar sabendo sua opinião.

Ah, desculpe por ter escrito tanto… não era minha pretensão no início, mas quando pego no mouse – e se estiver inspirado, pior ainda – a coisa desanda mesmo. E já que permiti que você fosse sincero, posso lhe pedir mais um favor?

Se alguma vez você leu algo que escrevi e isso lhe ajudou de alguma forma, seria pedir muito que deixasse um comentário dizendo como foi? Sabe por que estou lhe pedindo isso? É que, quando estava pensando em parar de escrever, eu li alguns comentários que pessoas que se disseram abençoadas por coisas que escrevi.

E, lendo esses comentários, eu pensava se tinha esse direito de parar quando algumas pessoas [ainda] precisavam ser abençoadas.

Talvez não seja o seu caso, e você já esteja abençoado até o tutano e nem foi por minha causa. Mas, se você é um dos poucos que foram abençoados pelo que escrevi, gostaria de saber isso de você, porque é o melhor incentivo que você pode me dar, melhor até do que dinheiro (mas, se quiser me presentear com uma viagem pra Aruba, com acompanhante, vou aceitar também… risos).

Agora, sério: se você quiser comentar, vou agradecer de coração.

Que Deus abençoe sua vida, muito, muito, muito. E obrigado por ler este post, afinal o que seria de mim se não fosse você, meu caro leitor?

Deus o abençoe.

Wallace Sousa edita o blog Desafiando Limites e é colaborador do Tenda na Rocha

9 comentários:

De Coração Para Coração disse...

A paz do Senhor, irmão Wallace

De Coração Para Coração disse...

Estava em oração com Deus quando ouvi o celular avisando que havia mensagem.Gloria a Deus! Me abençoou grandemente ler cada palavra, foram resposta de oração ao meu coração e saiba que me falou profundamente. Preciso muito de um milagre, do jeitinjo que o irmão colocou em seu post, aliás, em sua inspiração. Mas aprendi que preciso dizer SIM para que Deus reconheça e se alegre com minha fé. Não costumo comentar em blogs, mas tenho muito respeito e consideração pelo blof e oro muito pela Wilma e pelo site. Amo receber em meu e-mail. Seja forte e corajoso como Josué depois da morte de Moisés. Seu post, sua inspiração foi como Josué levando o povo que Deus colocou em suas mãos. Avante e nem sempre sabemos aonde vamos colher. Tenho aprendido com Deus que muitas vezes plantamos sementes, mas não vemos os frutos crescerem. Obrigada por ouvir a voz de Deus. Seu post poderia ser ainda maior...continuaria a ler. Que o Senhor o abençoe rica e abundantemente em Cristo Jesus. Neli

Erica Costa disse...

Amado irmão Wallace, graça e paz! Incrível como neste fim de semana orando ao Senhor pela restauração do meu casamento estava meditando sobre a história da mulher siro-fenícia! Realmente busquei outras fontes antes de buscar ao Senhor, tentei me apoiar em meu próprio entendimento e lógico também não deu certo. Enquanto lia seu post parecia uma lagartixa do lado de cá balançando a cabeça afirmativamente em cada coisa que lia... kkk Muitas, muitas vezes tenho experimentado o silêncio de Deus mas já aprendemos que silêncio não quer dizer ausência não é mesmo? Eu ainda não consegui uma resposta concreta do Senhor, não sei se Ele está me dizendo NÃO ou ESPERE, oro para que o Seu Espírito me dê este discernimento. Acredito que Ele deseja que eu continue a orar por minha restauração pois sempre que penso em parar uma força dentro de mim ou versículos de Sua própria Palavra me impelem a continuar. Seria fácil desistir mas continuo em busca da porta estreita. O que me faz continuar é saber que Ele odeia o divórcio (Malaquias 2:16) e que o que Ele uniu não deve o homem separar (Marcos 10:9). Muitas, muitas vezes meus olhos físicos não vêem mudança mas como cristãos vivemos pela fé (2 Coríntios 5:7) então como sei que o que eu Lhe peço está em conformidade com a Sua Palavra simplesmente continuo até obter Dele a minha resposta. Claro que poderá haver um desfecho diferente do que eu espero mas sei que a vontade do Senhor para minha vida vale muito mais do que qualquer outra coisa. Obrigada por palavras tão edificantes e por favor, não pare de escrever. Me alimento muito espiritualmente neste blog e tenho certeza que muitas e muitas outras pessoas também. Deus o abençoe! *-*

lucas disse...

Wilma Rejane fico agradecido pelos seus posts que tem me ajudado muito em momentos de dificuldades onde acalmo o meu coração, lendo esses maravilhosos textos espero que continue postando mais, desde que minha mãe me mostrou esse site tenda na rocha venho lendo e adquirindo conhecimentos na palavra de Deus, e aumentando cada dia mais minha fé no Senhor Jesus.
QUE DEUS LHE ABENÇOE CADA DIA MAIS.

Adelir disse...

Q benção esse post, irmão! Eu estou precisando urgentemente de uns milagres e pra começar a semana, uma orientação maravilhosa dessa!! Deus é bom... melhor, É MUITO BOM!!! Já passei pela fase do silêncio de Deus e estava pensando em desistir de lutar, afinal a vida é assim mesmo, mas agora me sinto motivado a prosseguir em busca da benção... Não vou desistir, sei q a benção está chegando... Deus te abençoe, irmãozão!! Continue escrevendo!!! Não pare não, vc está sendo um canal de benção para muita gente que vc não tem noção!!!
Abração do Pr. Adelir

Anônimo disse...

Deus abençõe pelo post, a mensagem veio de enconro a minha necessidade.

Graça e paz !

Wallace Sousa disse...

Olá a todos.

Grato à Wilma pela divulgação de meu artigo e aos leitores que comentaram, obrigado pelo incentivo e comentários tão abençoados.

Um grande abraço a todos. Paz do Senhor.

Andréia Silene disse...

Paz do Senhor irmão Wallace,
Certo dia achei o blog A Tenda na Rocha, desde então coloquei ele na lista de favoritos, e quase todos dias entro pra ver se Deus fala comigo através das postagens, e hoje não foi diferente, Deus te usou para falar comigo.
Em alguns momentos creio que o próprio Deus não permite nos sentirmos útil para que não venhamos nos gloriar e assim na nossa fragilidade Ele continue aperfeiçoando nosso ministério e falando com outros por nosso intermédio.
Para meditação: II Cor. 1:3 e 4.

Deus abençoe seu ministério e sua família.

Kelu Cristina Silva Moura disse...

Apdsj! Ler este post me fortaleceu muito irmão Wallace pois embora esteja precisando de um milagre ,este já sentindo o agir de Deus,sinto minha fé diminuindo, más a lembrança da fé desta mulher...irmão me fez ver muitas coisas,e com gratidão a Deus que te usa com muito poder preciso continuar firme.Amém.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...