Nos casulos da vida...



Autor:
Pastor Antonio Júnior

Certa vez, um jovem caminhava por um parque quando viu um casulo preso no tronco de uma árvore. Curioso, ele se aproximou para observar melhor e notou que uma lagarta estava passando pela metamorfose (processo onde a lagarta se transforma em borboleta).

Ele achou aquilo fantástico e decidiu ficar ali observando o processo. O tempo passou e o rapaz percebeu uma pequena rachadura no casulo; era a lagarta lutando bravamente para se libertar. Ele, então, ficou intrigado com a dificuldade que o inseto enfrentava, e aos seus olhos, parecia que a lagarta não conseguiria vencer aquela crise.

Sensibilizado, o jovem resolveu dar uma "mãozinha" para o pobre bichinho e abriu o casulo. Com isso, o inseto saiu facilmente e caiu no chão. Feliz por ter ajudado, ele se abaixou para ver como estava a lagarta. Porém, para seu espanto, viu algo muito estranho: o inseto não era uma lagarta e nem uma borboleta; era um bicho estranho com asas atrofiadas, que logo morreu. O rapaz ficou muito decepcionado! Ele viu que, ao tentar ajudar a lagarta, impossibilitou que ela fizesse o esforço necessário que só ela poderia fazer para dar início a um novo tempo em sua vida.

Essa ilustração me faz lembrar as palavras de Jesus que estão registradas em João 12:27: "Agora meu coração está perturbado, e o que direi? Pai, salva-me desta hora? Não. Eu vim exatamente para isto, para esta hora”".

Mas talvez você se pergunte: "O que esta palavra tem a ver com o processo de transformação da lagarta em borboleta?" Jesus nos mostra que, entre o nosso desejo de fazer a vontade de Deus e viver os planos dEle para nós, existe um processo de passagem que, muitas vezes pode ser uma crise (No grego, Krisis significa: momento de mudança, de decisão).

Perceba uma coisa: Jesus ficou com o coração perturbado por saber de que a hora de ser crucificado estava chegando, e isso também acontece com a gente! "Ficar" perturbado não quer dizer "ser" perturbado, ou seja: é algo passageiro e não permanente. Jesus passava por uma crise quando disse aquelas palavras. Mas, mesmo assim, Ele sabia que se pedisse a Deus para tirá-lo daquela situação, isso tiraria dele também a possibilidade de salvar a humanidade.

Desse modo, não devemos pedir a Deus para "abrir o casulo" para nós, ou seja, pedindo a Ele para nos livrar da crise que estamos passando. Caso contrário, isso tirará de nós a oportunidade de começarmos da forma correta uma nova etapa da vida que Deus tem para nós. Em vez disso, devemos pedir sabedoria para lidar com as situações difíceis (Leia Tiago 1:2-5), e força para que nós mesmos abramos o casulo. Se conseguirmos enxergar que cada momento de crise é uma oportunidade para fortalecer as nossas asas da fé, veremos que as crises são necessárias para alcançarmos os sonhos de Deus para nós.

A sua maior dor vai se tornar o seu maior ministério. Você acredita nisso? Uma lagarta não nasceu para ser lagarta; ela nasceu para ser borboleta. Então ela rasteja até entrar em um casulo e ali ela passa por uma transformação gerada através uma crise. Ou seja, para uma lagarta deixar de rastejar e começar a voar, ela precisa passar por uma fase desconfortável.

Talvez você esteja passando por uma crise e parece que ninguém consegue te ajudar. Isso é porque ninguém pode determinar o tamanho de suas "asas". Só Deus pode fazer isso, e Ele é fiel para completar esta boa obra (Filipenses 1:6). Creia que Ele está com você nos momentos bons e ruins, e fará tudo cooperar para o seu bem!

"Quando você atravessar as águas, eu estarei com você; e, quando você atravessar os rios, eles não o encobrirão. Quando você andar através do fogo, você não se queimará; as chamas não o deixarão em brasas" (Isaías 43:2).


4 comentários:

Rejane Lima disse...

Belíssimo ensino pastor, muitas vezes tentamos agir fora do tempo assim esquecemos que o tempo, e os planos de Deus são maiores e melhores que os nossos e que cada um de nos temos um casulo para quebrar por si própio pois temos o nome de jesus para clamar por graça e por misericórdia.

texto edificante.

Eudinha Oliveira disse...

Gloria a Deus por esta mensagem,uma palavra de animo veio ao meu coraçao,muito obrigada que Jesus os abençoe sempre.

Ministério Sidnei Vivente disse...

Que Deus te abençoe Pastor Antonio Júnior, já imprimi e guardei para alimentar os meus sermões, já havia lido sobre a ilustração do casulo, mas achei fantástica a ligação com o momento de Jesus no Jardim, que o Eterno continue lhe inspirando sempre.

Re Oliveira7 disse...

Parabéns, muito edificante este texto, me abençoou grandemente.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...