A semana das menininhas e o Salmo 37




João Cruzué

A semana que passou foi a semana das menininhas. Explico: tive minha atenção despertada por várias delas. No sábado quando caminhava observei duas, de uns dois anos, gêmeas. Lindas, tagarelas e brincando na calçada. Domingo, durante o culto, tinha mais uma brincando no banco de trás. Acho que não tinha mais do que dois aninhos. Mas hoje, pela manhã eu quase "babei" ao ver um pingo de gente seguindo para a escola, com uma mochila rosa com desenhos dourados (quase maior que ela) de mãos dadas com seu papai. E não é a primeira vez que escrevo sobre este assunto.

Hoje eu fui mais cedo para o trabalho. Desci do ônibus antes do final para caminhar porque estava com mais desejo de orar do que de costume. Eu ando pensando em fazer uns jejuns para tirar uma dúvida sobre dons de curar. No meio da caminhada, lá vem a menininha da mochila rosa com seu pai. E eu me lembrei dos primeiros anos de casados quando minha esposa e eu adorávamos sair com a Pris, então com uns dois aninhos.

A Pris nasceu linda. Quando fui vê-la no berçário, não estava lá, mas nas mãos das enfermeiras. Elas a acharam muito bonita. Nas compras pelo supermercado, então, nós a colocávamos na cadeirinha do carrinho. E ninguém ficava indiferente, pois era muito sorridente e barulhenta.

Também me lembro de que eu a tomava pela mão e seguíamos para um gramado no prédio em frente, para passearmos na "floresta".

Mas não foi somente para falar de menininhas que estou escrevendo.

Eu não conseguia ver, mas durante o tempo de minhas aflições - fiquei desempregado por 11 anos - eu orava,  chorava e batia nas portas fechadas. Naquele tempo eu sentia que Jesus estava bem longe de mim. Eu não conseguia ver Jesus. Como Tomé, eu só acreditaria se Ele me mostrasse Suas mãos. Mas o Senhor estava lá.

Voltando ao assunto da caminhada e da oração, também vi outras duas coisas além daquela cena magnífica da menina da mochila rosa segurando a mão do seu papai. Do outro lado da Avenida tinha um prédio velho. Sujo. Com pichações em todos os andares, janelas quebradas e sem porta de entrada. Uma barreira de blocos de concreto foi erguida de forma a fechar a entrada do prédio, para que ninguém entrasse.



E mais adiante também vi uma palmeira areca-bambu com um cacho de muitos coquinhos. E outra, com outro cacho ainda maior. E eu fiquei imaginando e meditando naquelas três cenas.

Sei que muitas pessoas leem este blog. Leem no anonimato e ninguém fica sabendo. Talvez seja este o seu caso. Saiba que escrevi esta crônica para você. Para você que ao ler a descrição do velho prédio abandonado, disse para si: "Este se parece comigo, estou sozinho/sozinha e nem portas há para que eu saia. Pois bem, você precisa saber uma coisa: quem passou por 11 anos de desemprego também sabe o significado da palavra - lixo.

Toda lágrima que chorei, o Senhor Jesus viu. Toda falta que a minha casa passou o Senhor conhecia. As portas na "cara" e o sumiço dos "amigos" Ele também notou. E enquanto eu pensava e sentia que estava sozinho, Ele nunca deixou de segurar minha mão. Desde o dia em que o aceitei de verdade como dono da minha vida. E a prova disso é, que tempos depois, para cada necessidade que minha família e eu passamos, o Senhor Jesus nos deu tanto que não posso detalhar.

É por merecimento? Não! É porque Ele me adotou como filho desde o dia que o aceitei. Quando você aceita Jesus, de verdade, de coração, você não anda mais sozinho. Os olhos do Senhor nos acompanham. As mãos do Senhor nos amparam. Ninguém vê - mas Ele está lá.

Jesus muda o quadro da história. Ele transforma um prédio velho em ruínas em menininha saltitante de mochila com letras douradas. E uma vida miserável que habita na escuridão em uma alguém tão abençoado, que suas bênçãos não se podem contar em um cacho de coquinhos de areca-bambu.

Eu sei que Jesus faz tudo isto, pois é isto que fez na minha vida. O Senhor Jesus é especialista em milagres e Doutor das  causas impossíveis

Procure uma Igreja Evangélica mais próxima para VOLTAR para Jesus. Dê a sua mão para Ele segurar. "Entrega teus caminhos ao Senhor, confia nele, e ele tudo fará" (Salmo 37:5).

Uma menininha e seu pai




3 comentários:

Santos disse...

Todos os dias abro este blog, na busca de uma mensagem a de hoje, não apenas falou comigo, mas me mostrou que outros servos já passaram por situação semelhante a que vivo hoje e venceram. Obrigado por suas palavras e o Senhor me de forças para um dia poder olhar atrás e lembrar desta mensagem e poder falar para outros dela.

Rosana disse...

Pois aquele que crer em Deus,obras maiores ele fará por vc,saiba que vc é muito especial pra Deus e assim diz o Senhor,tuas lagrimas são ouvidas,creia tão somente naquele que tem todo o poder e para ele tudo é possivel,talvez vc não veja como, mas Deus abrirá o mar pra vc passar!!

Deus te abençõe ,bom fim de semana! beijos no coração!!

O sol brilhará em seu coração e toda escuridão vai passar!! ☼♥_♥☼♥_♥☼

Wilma Rejane disse...


Oi Rô, graça e paz de Jesus!

"Pensamentos de paz e não de mal" (Jeremias 29:11) tem o Senhor para nós.

Porém, o sofrimento faz parte do crescimento do cristão, para cada coroa de vitória, antecedem ou sucedem cravos e espinhos e gozo pelo agir do Espírito Santo.

Obrigada,

Boa semana para ti também

Deus a abençoe.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...