As Três Cabanas no Monte da Transfiguração





Wilma Rejane


Jesus havia subido ao monte Tabor com Pedro, Tiago e João. Minutos depois, e tomados de grande espanto, presenciam a transfiguração de Jesus e o aparecimento de Moisés e Elias. Transfigurar significa: mudar de figura : “ Suas vestes tornaram-se brancas como a neve, tais como nenhum lavandeiro sobre a terra as poderia branquear” Mc 9:3. Vale enfatizar que a face de Jesus não transfigurou, sua aparência física, mas suas vestes. Essa experiência acontece após Pedro reconhecer, diante dos onze discípulos, que Jesus era o Cristo, Filho de Deus Mc 8:29.

Essa passagem tem gerado muitas interpretações errôneas a apoiar doutrinas sobre reencarnação e manifestação dos mortos. A Escritura, contudo, não se contradiz. Toda ela condena doutrinas que apoiam  invocação de mortos  e  necromancia. A presença de Elias e Moisés na transfiguração significa que Jesus estava apoiado pela Lei (Moisés) e pelos profetas representado por Elias que fora arrebatado em vida,  não provando a morte II Rs 2:1-11. “Não penseis que vim revogar a Lei ou os profetas; não vim revogar, vim para cumprir” Mt 5:17. 

As três cabanas


 A reação de Pedro, ao vivenciar aquela fantástica revelação foi imediata:


“ Tomando a Palavra disse: Mestre, é bom que estejamos aqui, e façamos três cabanas, uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias” Mc 9:5

Imagino que Pedro queria agradar, edificar um memorial como testemunho do mover sobrenatural de Deus onde a  glória fosse permanente, as cabanas, seriam capazes de abrigar Elias,  Moisés e servir de morada para Jesus. Se a ideia de Pedro tivesse sido aceita, logo, logo, o monte Tabor se tornaria lugar de peregrinação, idolatria.  Esse episódio, tem certa semelhança com a transfiguração de Moisés no monte Sinai. Enquanto Deus revelava as leis para Moisés, os Israelitas, impacientes pela demora, fabricam um bezerro de ouro para adorá-lo.

Cada vez que tentamos resumir a glória e o mover de Deus a lugares e objetos, pecamos. Deus é tão grandioso e inesgotável que não cabe em fabricações humanas, nem se delimita a  territórios. A glória do Senhor enche toda a terra Is 6:3 e céu . É claro que Ele se revela a porções de povos e lugares " a glória do Senhor encheu o santuário” Ex 40, 34 . No Antigo Testamento vemos a glória do Senhor habitar na arca da aliança Ex 25, mas os dois querubins de ouro que encobriam a arca, anunciavam ser ela uma representação do santuário de Deus. Na hierarquia angelical, querubins são “contemplação de Deus”.

Assim, no Antigo Testamento, através da arca da aliança, vemos o anúncio do Cristo revelado. O que os antigos contemplaram, a Nova Aliança viu com os próprios olhos , se tornando ela mesma a arca, o templo a abrigar o Espírito Santo de Deus: “Nosso corpo é o templo do Espírito que habita em vós” I Cor 6:19

A atitude de Pedro, remonta a uma igreja parada, voltada para o próprio umbigo. Interessada em movimentos extraordinários e palavras de homens. As três cabanas no monte Tabor são o retrato do farasianismo  e das falsas doutrinas assentadas sob marcos emocionais ou mesmo diabólicos.


Deus responde a Pedro

“Não Pedro, não é nada disso, esquece essa história de morar no Tabor e  estender as cortinas das cabanas para Elias, Moisés e Jesus. Este é meu Filho amado a Ele ouvi. Mc 9:7 Pedro, tudo que você tem que fazer, é ouvir Jesus, tudo bem? Sim, congregar é necessário, olhe para o monte, lá estão Tiago e João. Onde estiverem dois ou mais reunidos em meu nome, ai Estarei. Mt 18:20.

Se estamos vivendo “experiências sobrenaturais” diariamente, algo está muito errado. Se o lugar que frequentamos se parece com “as três cabanas no monte Tabor”, é hora de mudança de direção, de ouvir Jesus. Evangelho é poder e onde tem poder tem milagres, mas milagres sem transformação de vida, arrependimento, não conduz ao reino de Deus, a salvação eterna.

Jesus disse: “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em Teu nome, e em Teu nome não expulsamos demônios, não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci, apartai-vos de mim, vos que praticais a iniquidade” Mt 7:22,23. Logo após dizer essas palavras, Ele prossegue com a parábola da casa na Rocha e da casa na areia enfatizando que o firmamento seguro está reservado aos que O ouvem.

Que nossos ouvidos e corações estejam atentos as Palavras de Jesus de forma a criar em nós um espírito submisso, reto e inabalável diante das tentações e provações do mundo.


Em Cristo.

16 comentários:

Jose de Ribamar Castro Reis disse...

Na verdade isso foi uma visão, não foi literal. Muitas pessosa erram neste ponto. Outra coisa esse será um dos maiores enganos dos últimos dias. Muitos vão abandonar a fé dando ouvidos não a pessoas enganadoras, mas a "espíritos enganadores". Se preparem, o diabo vai se tranfigurar num corpo de alguem que já morreu, para ser mais convincente e enganar a muitos, que despresam a palavra. Qual foi o desejo do rico na parábola do mendigo lazaro? Qual foi a resposta? Despertai, acordai, cuidado com os espíritos enganadores. Já ouviu falar de medjugore? É só o fio da meada...
Vou seguir seu blog, segue o meu também. http://missaonolar.blogspot.com

Wilma Rejane disse...

Olá José de Ribamar!

O irmão está dizendo que o episódio da transfiguração foi só uma visão?

Me perdoe irmão, mas não leste o artigo e carece reler o texto Bíblico.

Transfigurar significa: mudar de aparência, o que mudou na aparência de Jesus foram suas vestes, não seu rosto, ou corpo: "Suas vestes tornaram-se resplandecentes e sobremodo brancas, como a de nenhum lavandeiro na terra se poderia alvejar" Mc 9:3.

A Bíblia também afirma:"Apareceu-lhes Elias com Moisés e estavam conversando com Jesus" Mc 9:4. Jesus conversaria com algo irreal?

É justamente por causa da má interpretação Bíblica que se tem origem as falsas doutrinas. A transfiguração no monte Tabor, nada tem a ver com doutrina de mortos ou de encarnação do diabo que resulta em mudança de forma física como foi o caso da serpente no Éden.

Falaste bem "o diabo vais transfigurar num corpo de alguém que já morreu, para enganar as nações". Apocalipse 13.

Essa é uma característica do mal. Em nenhum lugar da Bíblia atribuída a Jesus.

Obrigada por comentar,

Deus o abençoe.

Henri disse...

Valeu Rejane, A palavra que veio do céu diz tudo, Este é Meu Filho Amado a Ele ouvi.

Antonio Batalha disse...

O alvo de meu blog é divulgar o bom nome de Jesus. E levar cada crente mais perto de seu Senhor, ficarei feliz se quiser fazer parte dele, contudo não deixarei de visitar, e comentar em seu blog. Ficarei á espera da sua amizade virtual. Minhas saudações em Cristo Jesus., e um feliz Natal.

Andressa Silva disse...

Não conhecia essa história...muito interessante. Deus abençoe!

pra. Eunice disse...

" Gente, Pedro ficou tão maravilhado com o que viu, que não queria mais voltar para a vida árdua que era o ministério de Jesus.Mais Jesus tinha outros planos para o nosso irmão Pedro,queria ainda encinar-lhe o que era realmente ser um servo fiel e apacentador do rebanho dos que seguem a Cristo. Essas atitudes de Pedro tem me encinado cada lição...Fiquem na paz.

Fabio Silva da Rocha disse...

Fabio S. ROCHA
A paz do Senhor seja convosco.

Esse estudo é muito interessante

Mt 17:9 diz - E descendo eles do monte, ordenou-lhes Jesus: a ninguém conteis a VISÃO ,até que o filho do Homem ressuscite dentre os mortos.
o que foi contemplado no monte por Pedro foi uma visão do reino futuro milenar,afinal Elias e Moisés estão mortos, e segundo Hb 9:27 diz E assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disto , o juizo . A morte de moisés Dt 34:5 e Elias não foi arrebatado e nem Enoque. Jesus foi as primicias dos que dormem.Paulo escreve irmãos sejais ignorantes a respeito dos que dormem; ou seja todos estão dormindo é so ler Hb 11.
Se tiver interesse podemos estudar o que aconteceu com Elias e Enoque.
Gosto dos seus estudos vejo que tem interesse pela palavra, e eu também.

Que a Paz do Senhor seja com todos!!!!!!

Anônimo disse...

sem palavras.sinto o Espirito santo neste blog.tirando dúvidas,nos ensinando a vida em cristo...que coisa boa.a paz do senhor jesus pra todos.

Estudos teologia disse...

A Paz do senhor irmã wilma, sempre é uma alegria ler os seus artigos, mas procurando entender por estudos a passagem do monte da transfiguração fiquei a pensar sobre as 3 tendas a qual pedro se disponibilizou a fazer, não é algo normal, Pedro sempre vem nos surpreendendo com suas atitudes, e mais uma vez me pego surpreso por sua atitude. Mas qual seria o significado das 3 tendas dentro deste contexto? Será que a irmã poderia tirar esta dúvida que tenho? Por que neste momento de Glória pedro pediu para fazer 3 tendas? Gostaria de sua opinião, será uma alegria compartilhar deste pensamento!

sg disse...

pedro ao pedir pra fazer três tendas,quis ele colocar a lei e os profetas a mesma altura de cristo.é a representação perfeita desse cristianismo judaizante.que por não compreender a glória do filho,tentam dividi-la com moisés e elias.

Léa Picelli disse...

Caros Leitores,

Percebo que há muitas dúvidas em relação ao real significado das três tendas sugeridas por Pedro.
No Evangelho de Marcos (9,2), o qual relata a Transfiguração de Jesus, cita que "seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e os levou, sozinhos, para um lugar retirado sobre uma alta montanha."
A pergunta que se faz é: seis dias depois do que exatamente, isso tudo aconteceu?
O texto bíblico refere-se ao Dia do Perdão, chamado pelos judeus de Yon Kippur. Seis dias após a essa celebração inicia-se a Festa de Sukot, também conhecida como Festa das Tendas, ou Festa das Cabanas, a qual relembra o período em que o povo hebreu atravessou o deserto, sob a proteção divina de uma nuvem, que os acompanhavam dia e noite, como se fosse uma tenda sobre eles.
Esta comemoração se celebra até os dias de hoje,em que os judeus observantes montam tendas nos quintais de suas casas ou na varanda de seus apartamentos, para relembrar esse feito heróico de seu povo.
Jesus, assim como os três apóstolos que ali estavam eram judeus observantes das Leis e costumes judaicos. Subiram ao alto da montanha no horário de uma das três orações obrigatórias do dia, para rezarem (possivelmente no final da tarde e início da noite, quando o sol não era tão quente e o ar mais arejado, naquele local).
Pedro ao sugerir as três tendas, uma para Jesus, uma para Moisés e outra para Elias, faz apenas referência à celebração da Festa de Sukot, que se iniciava naquele dia.

Luiz disse...

Olá amigos

Boa tarde

A transfiguração pode ter sido uma visão, pois se Moisés não ressucitou e o evangelho de Lucas diz que Moisés e Elias apareceram em glória e a alma imortal não aparece em glória pois na ressurreição segunda a visão imortalista a alma se junta ao corpo e ia temos o corpo glorificado e nunca uma alma em glória. Devemos lembrar que a visão foi construida por Deus logo é uma visão especial com aparência real assim como Jesus mudou a aparência dele a visão foi revestida de glória e teve uma aparência real. Paulo teve uma visão e um homem da Macedônia falou com ele.

um abraço


Luiz

Wagner Antônio disse...

Gente todos tem sua opinião certo que faço lembra que Elia Moisés e Jesus Cristo era três pilares da da Igreja .Agora Pedro Tiago e João são os três pilares da da fé cristão e Jesus Cristo e cabeça de sua igreja edificada na terra igreja de te dor as de lei e guardiã fiel das lei a única que possa ser traduzida .

Sandro disse...

Pessoal a verdade e uma só!Os que morrem em Deus,os santos ,os que fazem a vontade de Deus,Apos a morte vão para a gloria,como Moises,Elias, nada de ficar esperando o juízo final ,mas isso só para os que morrem em Deus,na crucificação Jesus olha para o ladrão do seu lada e faz uma afirmação ,ainda hoje estarás comigo no paraíso se é de corpo ou de alma isso é mistério de Deus, porem essa passagem esclarece a protestantes em relação veneração dos santos e não adoração ,porque adoremos somente Jesus cristo o único que salva, e também a interseção dos santos que estão no paraiso.

Anônimo disse...

Quando pedro diz: Mestre, é bom que estejamos aqui, e façamos três cabanas, uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias” pedro está declarando que a presença glóriosa de Deus e o poder era tão maravilhoso que ele queria que permanecesse e não acabasse é uma esperiência muito maravilhosa eu acredito que pedro não queria sair mas dali mas jesus tinha que fazer tudo para fortalecer os seus dicipulos que mais na frente seriam grandes lideres.

Yarlley Kaua disse...

Além dá presença gloriosa que Pedro estava contemplando o pedido de fazer três cabanas me leva à crer que também naquele momento podia estar chovendo ou alguma coisa relacionada à alguma ação da natureza,e Pedro como não queria que.aquilo atrapalhasse aquele momento ele disse isso senhor bom é estarmos aqui.se quiseres façamos três cabanas uma para ti uma para Elias e uma para Moisés.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...