Quem são e qual o significado das quatro criaturas do livro de Ezequiel?



Parte I do estudo

Por: Jonathan Lipnick
Do Instituto Bíblico de Israel
Parceiro do Tenda na Rocha

O livro de Ezequiel é o terceiro dos principais livros proféticos da Bíblia hebraica, seguindo os livros de Isaías e Jeremias. Ezequiel é uma figura única, ao contrário da maioria dos profetas,  ele entregou todos os seus oráculos fora da terra de Israel. Ele esteve ativo por aproximadamente 25 anos (593-571 a.C) como parte da comunidade dos Judahitas exilados na Babilônia. Embora ele não tenha sido testemunha de primeira mão, Ezequiel viveu até o maior desastre da história dos israelitas naquele tempo: a destruição total da cidade de Jerusalém em 586 a.C. Nós não sabemos nada sobre sua vida antes dos 30 anos quando ele recebeu sua primeira visão pelo rio Quebar no exílio babilônico. No ano de 593 a.C, ele recebeu sua primeira visão: a Visão da Carruagem, também chamada de Visão do Trono Divino. Esta é uma das passagens mais intrigantes da Bíblia e serviu de base para muitas tradições místicas sobre a aparição do trono de Deus, como a visão de João em Apocalipse 4 e a literatura merkavah medieval judaica. A teofania começa com este versículo:

Quando olhei, um vento tempestuoso saiu do norte: uma grande nuvem com brilho ao redor e fogo flamejando continuamente, e no meio do fogo, algo como âmbar reluzente. (Ezequiel 1: 4)

Tudo ainda é muito nebuloso neste momento. O vento, nuvem, fogo são característicos de outras aparições de Deus na Bíblia, por exemplo, a revelação no Monte Sinai (Êxodo 19: 16-20) bem como o Salmo 18. Ezequiel não pode ver a carruagem claramente ainda devido a todas as nuvens e a luz brilhante. Esta é uma razão pela qual este capítulo usa as palavras “algo parecido” (hebraico: demut) tantas vezes. Progressivamente, a visão se torna mais clara nos versos subsequentes. A primeira coisa que o profeta identifica através da neblina são quatro criaturas:

No meio disso, havia algo como quatro criaturas vivas. Essa era a aparência deles: eles eram de forma humana. (Ezequiel 1: 5)

Note que Ezequiel tem o cuidado de não rotular essas figuras sagradas como animais reais, apenas semelhanças de animais. Ele usa o termo “algo parecido” ou no rebuscado hebraico, que significa “semelhança” ou “aparência”. Essa palavra é usada dez vezes nesta visão. Em hebraico, os “quatro seres viventes” são arba chayot. A palavra chaya vem da raiz toיה “para viver”, que é também a fonte do nome hebraico חוה Chavah = Eva (Gênesis 3:20). Estes são parcialmente humanos, em parte animais, tendo muito em comum com ambos os serafins (Is 6: 2) e os querubins (1 Rs 6: 23-28) encarregados de guardar o Santo dos Santos dentro do Templo. Muitos estudiosos têm apontado que, como Ezequiel estava morando na Babilônia, sua visão poderia ser baseada em uma estátua chamada shedu ou lamassu. Esta é uma divindade protetora, muitas vezes descrita como uma fantástica criatura híbrida com cabeça de humano, corpo de boi ou leão e asas de pássaro. Arqueólogos descobriram muitos exemplos de tais estátuas como parte das portas do palácio de antigas cidades da Mesopotâmia, como Nínive, Persépolis e Khorsabad (Dur-Sharrukin).

Ezequiel prossegue descrevendo essas criaturas apavorantes em mais detalhes:

Biografia Atualizada de Billy Graham


99 anos
William Franklin Graham
07.11.1918  - 21.02.2018

Tradução: João Cruzué

“Meu objetivo de vida é ajudar as pessoas a encontrar uma relação pessoal com Deus, que creio, vir pelo conhecimento de Cristo." - Billy Graham.

O evangelista Billy Graham aceitou literalmente a Cristo quando Ele disse em Marcos 16:15, ide vós por todo o mundo pregar o Evangelho a toda criatura. O Pastor Graham pregou o Evangelho a mais pessoas em reuniões públicas que qualquer outro na história – cerca 210 milhões de pessoas em mais de 185 países e territórios, incluindo Missões Mundial e Global. Centenas de outros milhões mais foram alcançados pelos seus programas de televisão, vídeos, filmes, e internet.

Desde a cruzada de 1949, em Los Angeles, quando chamou a atenção das pessoas, Billy Graham levou centenas de milhares de indivíduos a tomar decisões pessoais de viver para Cristo - que é a força do seu ministério. Nascido em 07 de Novembro de 1918 em Charlotte na Carolina Norte a quatro dias do Armistício que terminou com a Primeira Guerra Mundial, Billy Graham criou-se em um sítio de gado leiteiro. Cresceu durante a grande depressão dos anos 30, por isso aprendeu o valor do trabalho duro na fazenda da família, mas lá, ele também encontrou tempo para passar muitas horas no celeiro lendo muitos livros assuntos variados.

No outono de 1934, com 16 anos de idade, Billy Graham fez um compromisso pessoal com Cristo pelo ministério de Mordecai Ham, um evangelista itinerante, que visitou Charlotte para uma série de reuniões de avivamento.

Foi Ordenado em 1939 por uma igreja da Convenção Batista do Sul, e recebeu uma formação sólida na Sagradas Escritura pelo Instituto Bíblico da Flórida ( Colégio Trinity da Flórida). Em 1943 ele se graduou na Faculdade Wheaton de Illinois e casou-se com sua colega de escola, Ruth McCue Bell, filha de um cirurgião missionário que tinha passado os 17 primeiros anos de sua vida na China.

Planejada durante três semanas, a cruzada de Los Angeles em 1949 lançou Billy Graham à proeminência internacional. Suas reuniões transcorreram ao longo de oito semanas, com multidões superlotando, toda noite, uma tenda erguida no centro da cidade . Suas cruzadas subsequentes foram do mesmo modo extensas - a de Londres que durou 12 semanas e a de Nova York, no Madison Square Garden, em 1957, que aconteceu à noite durante 16 semanas consecutivas.

Hoje com 87 anos de idade, Billy Graham e seu ministério são conhecidos em todo globo. Ele pregou sermões em remotas aldeias africanas e também no coração da Cidade de Nova York; para chefes de estado em todo mundo, mas também a bosquímanos africanos , aborígenes da austrália e para tribos nômades da África e do Oriente Médio.

A partir de 1977, ao Pastor Graham foi concedido a oportunidade de conduzir missões evangelísticas em praticamente cada país da antiga aliança política oriental, inclusive à União Soviética. Fundou em 1950 a Associação de Evangelistica Billy Graham (BGEA) para conduzir seu ministério mundial que teve sede em Minneapolis no estado de Minnesota até 2003, quando quando se transferiu Charlotte, na Carolina Norte - sua terra natal.

Escreveu 25 livros muitos dos quais "Top Sellers". Seu Livro de memórias, "Do jeito que eu sou" publicado em 1997, conseguiu o prêmio da "tríplice coroa" ao aparecer simultaneamente em três listas de livros mais vendidos por uma semana. Nele o Pr. Graham faz reflexões sobre sua vida incluindo os mais de 60 anos de ministério ao redor do mundo. De um começo humilde como filho de produtor de leite da Carolina Norte, ele compartilha como sua inabalável fé em Cristo formou e talhou seu ministério.

O conselho do Pr. Graham foi requisitado por presidentes; seus apelos tanto nas areas seculares como religiosas é evidenciado pela larga variedade de grupos que o honraram, inclusive pelos numerosos títulos de doutor "Honoris Causa" de muitas instituições dos Estados Unidos e do exterior. Os reconhecimentos incluem Prêmio da Fundação Presidencial Ronald Reagan para a Liberdade(2000) para contribuições à causa da liberdade; a Medalha de Ouro Congressional (1996); o Prêmio da Fundação Templeton para o Progresso da Religião (1982); o Prêmio de Grande Irmão pelo seu trabalho em nome da prosperidade das crianças (1966). Em 1964 ele recebeu o Prêmio de "Locutor do Ano" foi citado pelo Instituto George Washington Carver Memorial pelas suas contribuições ao relacionamento inter-racial.

Também foi reconhecido pela Liga de anti-difamação B'nai B'rith em 1969 e pela Conferência Nacional de Cristãos e Judeus em 1971 pelos seus esforços em criar uma melhor compreensão entre todas as crenças. Em Dezembro de 2001 o Pr. Graham foi presenteado com a fidalguia honorária, de Comandante Honorário dos Cavaleiros da Ordem do Império Britânico (KBE) pela sua contribuição internacional para a vida cívica e religiosa por mais de 60 anos. Além de muitas outras honrarias.


Billy Graham é regularmente citado pelas Organizações Gallup com um dos 10 homens mais admirados do mundo, descrito com uma figura dominante com uma presença sem paralelo por 48 vezes, sendo 41 delas consecutivas.

Ele e sua esposa Ruth têm cinco filhos - três mulheres: Virginia, Anne Morrow e Ruth Bell; dois homens: William Franklin, III e Nelson Edman; 19 netos e muitos bisnetos. Atualmente mora nas montanhas do oeste da Carolina do Norte, USA.



Testemunhos

George W Bush - "Há somente uma razão por que estou aqui no Gabinete Oval, e não em um bar. Encontrei a fé, encontrei a Deus. Estou aqui pelo poder da oração" Bush disse publicamente que deixou de consumir álcool sem a ajuda dos Alcoólicos Anônimos , nem de nenhum programa contra o uso indevido de substâncias proibidas, e afirmou que deixou o hábito para sempre, com a ajuda de meios espirituais, como o estudo da Bíblia e aconselhamento com o evangelista Billy Graham." DrJustin A. Frank - "Bush no Divã".

Conta-se que Marilyn Moroe foi visitada por Billy Graham durante a apresentação de um show. Ele, um pregador do evangelho, na época, havia sido mandado pelo Espírito Santo àquele lugar para pregar à Marilyn. Ela, porém, depois de ouvir a mensagem do evangelho disse: "Não preciso do seu Jesus." Uma semana depois foi encontrada morta em seu apartamento.


Nota do tradutor: Sei que deve haver traduções melhores que esta na web, mas fiz este trabalho pessoalmente pensando na minha e sua edificação e inspiração. Fonte: http://www.billygraham.org/



SP, em  18.05.2007.

12 Passos em direção ao extraordinário de Deus para sua Vida



Wallace Sousa

Em dia subsequente dirigia-se Jesus para uma cidade chamada Naim, e iam com ele seus discípulos e uma grande multidão. Ao aproximar-se ele da porta da cidade, eis que levavam para fora um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e vinha com ela muita gente da cidade. Logo que o Senhor a viu, compadeceu-se dela, e disse-lhe: Não chores. Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Moço, eu te mando, levanta-te. Aquele que havia estado morto, sentou-se e começou a falar; e Jesus o entregou à mãe dele. Todos ficaram cheios de medo, e glorificaram a Deus, dizendo: Um grande profeta levantou-se entre nós, e: Deus visitou ao seu povo. Lucas 7:11-16


Quando Jesus entra em cena, sempre acontece algo extraordinário

Se você chegou até aqui porque precisa do agir de Deus em sua vida, quero agradecer por sua visita e pedir que me acompanhe por algumas linhas para que exploremos e descubramos juntos como, quando e porque Jesus faz coisas extraordinárias na vida de certas pessoas. Quem sabe, uma dessas pessoas pode ser você. Quer experimentar o extraordinário de Deus? Vem comigo!

Neste simples post vou citar 12 motivos para você não entregar os pontos ainda, não desistir de lutar e seguir em frente. Espero que, ao final da leitura, você possa dizer a si mesmo que valeu a pena ler este singelo artigo. Caso queira, gostaria de ouvir sua experiência e saber o que sentiu ao ler estas palavras. Se puder – e se tiver gostado, claro – peço que compartilhe o post com seus amigos, ok? Se não quiser, não vai acontecer nada de mal pra você ou seus parentes, não se preocupe: eu também odeio essas correntes de emails… risos

1. Amanhã é um novo dia (v. 11)

Como já disse no post Amanhã Deus vai mudar sua vida por completo, não importa o que você esteja passando hoje – e você pode estar em situação bem difícil -, ou o que aconteceu com você no passado, amanhã é um novo dia. Amanhã, Deus pode fazer algo de novo e extraordinário em sua vida. Os dias anteriores daquela mãe devem ter sido muito tristes, dias de desconsolo e desespero. Mas, no dia seguinte, Jesus foi ao encontro dela e fez algo surpreendente.

E se Jesus fizesse o mesmo em sua vida? Como será o seu amanhã? Eu não sei, talvez nem você saiba, mas Jesus, com certeza, sabe.

2. Jesus chegou mais perto (v. 12)

Muitas vezes, quando estamos em dificuldades, pensamos que estamos sozinhos. Nem sempre é ilusão, mas é o que vemos. É comum lembrarmos daquele ditado que os verdadeiros amigos se conhecem nos momentos de adversidade. Também é muito fácil cair na tentação de pensar que fomos abandonados e que, sozinhos, não vamos conseguir.

Mas, Jesus estava chegando perto daquela mulher desesperada, desconsolada. Se Ele chegou perto dela, quem sabe se Ele também não pode se aproximar de você nessa hora tão difícil, não é verdade? Eu me lembro que o governador do Mato Grosso, quando eu morava lá no interior – e sofri um bocado também –  resolveu empreender uma viagem por terra para conhecer a real situação de quem vivia naquela região. Os moradores se sentiram prestigiados, ouvidos e, algum tempo depois, algumas reivindicações foram atendidas.

Lapidando as pedras dos nossos caminhos...



Wilma Rejane

Pedras no caminho são como obstáculos que ou ferem nossos pés ou nos obrigam a mudar de direção. Pedras são problemas a serem vencidos, e como vencer? Amparando-se em Deus. Ainda assim, de fé em fé, na caminhada da vida, é possível que as pedras permaneçam. Há porém, grande força em caminhar com um coração cheio de paz e confiança, estando no centro da vontade de Deus, servindo- O da forma que Ele nos capacitou para servir.

A vida está difícil? Prossigamos! Jesus disse que "cada dia guarda o seu próprio mal" (Mateus 6:34). Um dia de cada vez, sem se desesperar . Exerçamos com paciência a jornada que Deus reservou para nós, não nos conformando com este mundo (Romanos 12:2), porém, inteiramente confortados nas promessas do Evangelho que é abrigo para todas as horas, em qualquer lugar e circunstâncias.

Jesus Cristo vive e Ele está conosco hoje.

Que todos tenham uma boa semana, com a benção de Deus.


Qual o tamanho de sua dor?




Traduzido e adaptado
Por Wilma Rejane
De: Harieth Peterson

Não podemos saber ao certo como outra pessoa se sente, a profundidade de sua dor, vazio, perda ou medo. Podemos pensar que sabemos ao ver essa pessoa sob a dificuldade, julgamento ou outro tipo de crise. No entanto, a menos que nos coloquemos no lugar da outra pessoa, não podemos conhecer a solidão, tristeza, ansiedade ou dúvida que o outro tem.

Da mesma forma, não podemos saber quão profunda ou rasa é sua fé com base em suas lágrimas ou depressão. Pessoas podem confiar profundamente em Deus, apegarem-se a Ele com todas as suas forças a fim de evitar "cair aos pedaços", escorregar na lama das circunstâncias e ainda assim ficarem abatidas. Não podemos saber o que está no coração do outro. É por isso que às vezes, nossas impulsivas palavras: "Você só precisa acreditar no Senhor", soam tão ocas e banais.

Sim...todos sabemos que "tudo é possível em Cristo Jesus que nos fortalece", mas não sabemos quanta força Cristo designou a pessoa para enfrentar o problema, que às vezes, também enfrentamos. Precisamos ter cuidado e discernimento ao confortamos o outro.

Raquel chora seus filhos em Ramá



Wilma Rejane

Ramá é a abreviação do nome Ramote-Gileade, região citada muitas vezes no Antigo Testamento. Atualmente, atribui-se a localização de Ramá a Ramith situado em uma colina a duas horas de viagem de Jerusalém. O lugar ficou marcado pela tragédia da morte das crianças, por mando de Herodes. De dois anos de idade para baixo, nenhuma criança foi poupada da espada e em apenas um dia  a matança se realizou gerando pranto e grande choro das famílias.

Profecia por Jeremias: "Assim diz o SENHOR: Uma voz  se ouviu em Ramá, o gemido de muito choro amargo: Raquel chorando os seus filhos, recusando ser consolada quanto a seus filhos, porque eles não mais existem." Jeremias 31:15

Cumprimento: "Um som se ouviu em Ramá, o som do choro de tristeza amarga. Raquel estava chorando por seus filhos. Ela não quer ser consolada, porque eles estavam mortos."  Mateus 2:18

Raquel era esposa de Jacó, mãe de José e Benjamim. Por muito tempo Jacó chorou a morte de José, mas ele não estava morto,  havia sido levado por mercadores como escravo para o Egito e por ser um homem valoroso e temente a Deus, tornou-se governador. Benjamim era o mais novo e serviu de instrumento de resgate para a família se livrar da fome, da morte e reencontrar o irmão José.

Os dois filhos de Raquel, representando choro e restauração. E é justamente o que a passagem Bíblica sobre o choro das mães em Ramá pretende nos transmitir. Enquanto Herodes mata as crianças, uma obra de esperança - a maior de todas - acontece nas redondezas: Jesus é dado como salvação para os povos, consolação de toda alma chorosa e amargurada.

No livro do profeta Jeremias, a profecia relacionada a Raquel era uma parábola ao cativeiro Babilônico, quando Ramá havia se transformado em campo de prisioneiros. O território era herança dos filhos de Benjamim (Josué 18:25) e agora abrigava as tribos do norte, chorosas e temerosas pelo destino de cada um. O ano, 722 a.C.

Nos dias de adversidades (Eclesiastes 7:14)



Por Philip Ryken
Em Reforma 21

Confiar na bondade soberana de Deus nos ajuda a saber como responder a todas as alegrias e provações da vida. Quer estejamos tendo um dia bom ou um dia ruim, sempre há um meio de glorificar a Deus. Assim o pregador diz: “No dia da prosperidade, goza do bem; mas, no dia da adversidade, considera em que Deus fez tanto este como aquele, para que o homem nada descubra do que há de vir depois dele.” (Ec 7:14).

Alguns dias são cheios de prosperidade: o sol está brilhando, os pássaros cantando, há comida na mesa e dinheiro no banco. Se há trabalho a fazer, é o tipo de trabalho que você gosta de fazer. Se está tirando o dia de folga, você pode gastá-lo da maneira que deseja, com as pessoas que você ama. Todo dia assim é um presente de Deus que nos chama para nos alegrarmos.

Mas nem todo dia é assim. Alguns dias o sol não está brilhando, os pássaros não estão cantando e nada parece estar certo com o mundo. Pode haver comida na mesa, mas não há dinheiro no banco. O trabalho é uma chatice, as férias são entediantes, e você pode sentir que não tem um amigo no mundo. No entanto, este dia também é um dia que vem da mão de Deus, um dia que está sob seu controle soberano. O Pregador não tem o ânimo para nos dizer para sermos alegres em um dia tão difícil, mas ele nos chama a uma sábia consideração dos caminhos de Deus. Quando a adversidade chegar, reconheça que também este é o dia que o Senhor fez: “temos recebido o bem de Deus”, perguntou Jó no dia de sua adversidade, “e não receberíamos também o mal?” (Jó 2:10). Não, devemos reconhecer que os dias bons e maus vêm das mãos de Deus.

As tragédias da vida...

Bombeiro socorrista em Brumadinho 2019



Wilma Rejane

A vida só existe porque também há morte; inversos que tragicamente se completam para dar continuidade a espécie humana. Como o dia, em que brilha o sol, devolvendo o azul claro do céu, tão somente porque existe a noite. E a alegria só se torna possível porque há tristeza. A vida pode parecer óbvia, mas é indecifrável pela presença do inesperado.  E os inesperados da vida, muitas vezes, são considerados tragédia.

O que de fato é uma tragédia? A palavra " tragoedia" tem origem grega e era aplicada a festas em que o canto, a música, era a principal atração. Porém, e de repente, surgia entre os cantores, um animal chamado bode. "tragos = bode e oedia =canto". Portanto, tragédia se caracteriza como uma grande e alegre festa, de final triste, porque o bode era sacrificado como forma de punição por devastar as videiras dos deuses festivos. Tragédia é tudo que se opõe a alegria. É o elemento inesperado que devasta o riso (simbolizado pelo vinho, videira). É o sacrifício da vida embutido de angústia pela perda; o riso se vai e a tristeza ocupa seu rastro, transpondo um caminho desconhecido.

Brumadinho, uma tragédia anunciada

Bombeiros em resgate, Brumadinho 2019


Por João Cruzué

Análise  do  Blogueiro:

Você sabe quantas barragens prontas para mais um desastre existem na região do Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais? Não é muito difícil contar. Basta abrir o Google Maps e  ver as fotos do satélite.  Em três anos já foram dois desastres. As barragens da SAMARCO em Mariana e as três barragens da VALE DO RIO DOCE que estouraram hoje em Brumadinho. As serras das Alterosas estão cheias de feridas profundas. Dali saem todo dia, toneladas e mais toneladas de minério. O preço de cada tonelada de pelotas com teor de 62% de ferro, exportada em janeiro/2019, colocada lá no porto de Shangai, é de aproximadamente R$ 275,00 (USD 72.97 x R$ 3,77). 

Se você tirar  dessa receita  de R$ 275,00 os custos de:

1. Extração do minério, 
2. Lavagem do cascalho,
3. Transformação em pelotas, 
4. Custo de manutenção das barragens,  
5. Transporte até o porto de Tubarão em Vitória-SP, 
6. Transporte de navio até o porto de Shangai na China.

Acho que resta lucro algum. A não ser que você reduza custos em alguma dessas fases. Por exemplo, na manutenção das barragens. Dessa forma, quem sabe sobre uns 2 centavos! Naturalmente, estou sendo muito otimista.

De estouro em estouro de barragens, de mara de lama em mar de lama, de Bento Rodrigues em Bento Rodrigues, de Pousada Nova Estância em Pousada Nova Estância, a conta da economia  em manutenção de barragens A Companhia Vale do Rio Doce e afins,  vão formando uma reserva que dá e sobra para cobrir eventuais contenciosos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...