domingo, 23 de novembro de 2014

Não te deixarei, nem te abandonarei

Tudo tem seu tempo determinado... Eclesiastes 3:1


Wilma Rejane


Por Deus, por sua imensurável graça, o tempo abriga seus segredos que procuramos desvendar a medida que vivemos. Ele nos envolve em dias, meses, anos e percorrendo caminhos tantos, faz de nós quem somos. O tempo, não nos chama pelo nome, às vezes parece um ilustre desconhecido que nos surpreende com bons e maus momentos , com chegadas que desejaríamos ser eternas, de tanta felicidade que nos traz. Mas o tempo e o hoje, é, e daqui a pouco deixou de existir,  sem nos dá certeza do que há de vir.

”Que lei rege as horas amenas da primavera, que permite que a terra se encha de flores e faz com que no fim do ano, o fecundo Outono amadureça as frutas?"  Boécio, Consolação. Pg 6

"Quem sabe amanhã"; dizemos na certeza de que o amanhã não falha. Fazemos planos, marcamos encontros, preenchemos nossas agendas e observando o calendário, contemplamos o futuro como se estivéssemos em uma estação de trem, com malas prontas para embarque. Nós e o tempo, um destino e um futuro que nos reserva o que sequer pensamos , no que diz o sábio pregador do livro de Eclesiastes:

“No dia da prosperidade goza do bem, mas no dia da adversidade considera: porque também Deus fez a este em oposição àquele, para que o homem nada descubra do que há de vir depois dele" Ec 8:14

sábado, 22 de novembro de 2014

O Campo de Anatote

Vejo Anatote...


Wilma Rejane

Anatote é uma região de Israel, atualmente chamada de Anata. Um pequeno lugar ao norte de Jerusalém repleto de campos de trigo, oliveiras e figueiras, também de cisternas encravadas nas  pedreiras. Nesse território, nasceu profeta Jeremias que  exerceu ministério  entre entre 626 a 586 a.C, quando a nação estava um caos,  o culto a Baal havia sido estabelecido e até a abominável pratica do sacrifício humano (II Reis 21: 1-9). Deus então, em misericórdia e longanimidade, envia Jeremias para proclamar arrependimento de pecados e mudança de vida. Mas isso foi um trabalho  difícil, os corações estavam tão endurecidos quanto as muitas pedreiras existentes em Anatote. Prenderam a Jeremias, pediram silêncio de sua parte, pois queriam continuar fazendo o que era mau.


Jeremias  foi odiado por reis e compatriotas por advertir sobre as consequências do pecado, do abandonar a Deus, em sua época foi chamado de traidor , contudo o que ele estava a falar era sobre amor e misericórdia. O cativeiro Babilônico foi uma realidade para Israel, propósito do Senhor para que as pessoas pudessem perceber o valor da liberdade e do bem. Sofrer para refletir,  clamar,  buscar uma direção diferente da que estavam seguindo. E olhando para esse contexto, aprendo que o sofrimento deve nos aproximar de Deus e a alegria também.  Abandonar a Deus é um estado miserável em que não se compreende propósitos porque a vontade humana é a voz que ecoa repetidamente. Israel precisava encontrar propósitos de vida em Deus. E quantas vezes isso não acontece conosco, somente um estado de caos e sofrimento nos torna sensíveis a Deus; doença, perdas, decepções, todas essas coisas deveriam ser paradas obrigatórias para reflexão e mudanças. Contudo, não deveria ser preciso chegarmos a tais situações para perceber que dependemos de Deus para ter uma vida de tranquilidade espiritual.

E Jeremias, o profeta de Anatote, se encontrava em apuros, encarcerado pelos encarcerados de espírito, quando a voz do Senhor chega para consolá-lo na prisão.


 “ Compra para ti a minha herdade que está em Anatote, pois tens o direito de resgate para comprá-la. ” Jeremias 32:7


quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Doze lições extraordinárias do encontro de Jesus com a viúva de Naim




 Wallace Sousa

Em dia subsequente dirigia-se Jesus para uma cidade chamada Naim, e iam com ele seus discípulos e uma grande multidão. Ao aproximar-se ele da porta da cidade, eis que levavam para fora um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e vinha com ela muita gente da cidade. Logo que o Senhor a viu, compadeceu-se dela, e disse-lhe: Não chores. Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Moço, eu te mando, levanta-te. Aquele que havia estado morto, sentou-se e começou a falar; e Jesus o entregou à mãe dele. Todos ficaram cheios de medo, e glorificaram a Deus, dizendo: Um grande profeta levantou-se entre nós, e: Deus visitou ao seu povo. Lucas 7:11-16


Quando Jesus entra em cena, sempre acontece algo extraordinário

Se você chegou até aqui porque precisa do agir de Deus em sua vida, quero agradecer por sua visita e pedir que me acompanhe por algumas linhas para que exploremos e descubramos juntos como, quando e porque Jesus faz coisas extraordinárias na vida de certas pessoas. Quem sabe, uma dessas pessoas pode ser você. Quer experimentar o extraordinário de Deus? Vem comigo!

Neste simples post vou citar 12 motivos para você não entregar os pontos ainda, não desistir de lutar e seguir em frente. Espero que, ao final da leitura, você possa dizer a si mesmo que valeu a pena ler este singelo artigo. Caso queira, gostaria de ouvir sua experiência e saber o que sentiu ao ler estas palavras. Se puder – e se tiver gostado, claro – peço que compartilhe o post com seus amigos, ok? Se não quiser, não vai acontecer nada de mal pra você ou seus parentes, não se preocupe: eu também odeio essas correntes de emails… risos

Observação: Esta mensagem foi pregada no culto de ensino da igreja que congrego, a Assembléia de Deus do Riacho Fundo, pastoreada pelo pr. Misael Vieira, cujo slogan é “Um lugar onde Deus é adorado”. Venha nos visitar qualquer dia desses, fica na avenida principal, bem em frente do terminal rodoviário do Riacho Fundo (em Brasília)

1.Amanhã é um novo dia (v. 11)

Não importa o que você esteja passando hoje – e você pode estar em situação bem difícil -, ou o que aconteceu com você no passado, amanhã é um novo dia. Amanhã, Deus pode fazer algo de novo e extraordinário em sua vida. Os dias anteriores daquela mãe devem ter sido muito tristes, dias de desconsolo e desespero. Mas, no dia seguinte, Jesus foi ao encontro dela e fez algo surpreendente.

E se Jesus fizesse o mesmo em sua vida? Como será o seu amanhã? Eu não sei, talvez nem você saiba, mas Jesus, com certeza, sabe.

2. Jesus chegou mais perto (v. 12)

Muitas vezes, quando estamos em dificuldades, pensamos que estamos sozinhos. Nem sempre é ilusão, mas é o que vemos. É comum lembrarmos daquele ditado que os verdadeiros amigos se conhecem nos momentos de adversidade. Também é muito fácil cair na tentação de pensar que fomos abandonados e que, sozinhos, não vamos conseguir.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Histórias reais de perseguição e transformação em Cristo.





Tradução:
Wilma Rejane

Trancada em um quarto escuro, sem comida e água,  Susan de 14 anos foi abandonada por seu pai para morrer.Ela e seu irmão mais novo, ambos muçulmanos, moravam sozinhos com o pai divorciado da mãe. A vida era rotina, escola, tarefas, um pouco de tempo para jogar. Mas, naquele dia fatídico Março 2010 a vida de Susan tomou um rumo dramático quando um evangelista visitou sua escola e ela decidiu confiar em Cristo para sua salvação. Depois de um mês mantendo segredo sobre a conversão, a notícia chegou ao seu pai.

Enfurecido, o pai  confinou-a a uma pequena sala. Seu irmão Mbusa foi avisado para não contar a ninguém que Susan estava trancada e foi instruído a não lhe dar qualquer alimento. Jovem Mbusa tentou ajudar sua irmã  assando bananas quando seu pai não estava em casa. Ele também cavou um buraco por baixo da porta, onde podia derramar a água para Susan beber. "Minha irmã  bebia água com a língua. Mas a maioria dos dias, ela só poderia se alimentar de lama ", disse ele.


sábado, 15 de novembro de 2014

Um segredo para dias de chuvas torrenciais




Wilma Rejane


"E desceu a chuva, e correram rios, e sopraram os ventos e deram contra aquela casa." Mt 7: 25. 
 
Há momentos em nossas vidas, que as circunstâncias se assemelham a um céu nublado e cinza a esconder o olhar de Deus sobre nós. Pensamos que Ele não nos vê, que uma tempestade se forma sem previsão para o aparecimento do sol e da terra enxuta. Encharcar os sapatos de lama, não é nada agradável para quem sonha em ir longe e firme na caminhada.
Jesus ensinou para seus discípulos uma parábola sobre tempestades, Ele nunca disse que elas não viriam e contou-lhes um segredo para enfrentá-las:  o segredo estava no alicerce da casa (ser, vida).
"Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática é como um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, e correram rios, e sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem ouve estas minhas palavras e não colocá-los em prática é como o homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, e correram rios, e sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu com um grande estrondo." - Mateus 7:24-27


quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A Benção que você pensa que perdeu

Susan Boyle antes e depois da fama



João Cruzué

Não importa quantas batalhas da vida você perde; o importante é, no final, vencer a guerra. Conta uma lenda que Einstein certa vez, brincando sobre conceitos da Relatividade, disse assim: Fique uma hora com a pessoa que você ama e vai parecer que foi só um minuto, coloque a mão sobre a chama de uma vela por um minuto e vai parecer que é uma eternidade. Feito esta contextualização, quero escrever  hoje sobre a relatividade das perdas.

Susan M. Boyle ficou muito deprimida quando perdeu a final do concurso Britain's Got a Talent. Um concurso de calouros realizado pela Rede de Televisão britânica ITV. Ela passou quatro dias internada na psiquiatria, chateada pela divulgação de um número de telefone errado, que a produção do programa divulgou. Por causa dessa trapalhada o primeiro lugar do concurso foi para o grupo de dança Diversity.

Alguma vez, nestes últimos quatro anos, você já ouviu falar neste tal Diversity? Em termos absolutos, do que lhe valeu o primeiro lugar? Foi uma vitória relativa. Já com a divulgação da música "I dreamed a dream" Susan Boyle, se tornou viral e ficou conhecida mundialmente da noite para o dia. Mudou-se para os Estados Unidos, gravou pela Sony Music e vendeu 10 milhões de cópias desse álbum de novembro/09 a setembro/10. Em uma semana - de 23 a 30 de novembro de 2009, ela vendeu mais 8 milhões de cópias, recorde levado para o Guiness Book.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

A boca fala do que está no coração...




Salmos 141: 3-5 Coloque um guarda na minha boca, ó Senhor; vigia a porta dos meus lábios. Não deixe meu coração ser atraído para o mal, para participar de atos perversos com os homens que são malfeitores . Não coma eu das suas iguarias, fira-me o homem justo,  será uma benignidade; ouvir sua repreensão é óleo sobre a minha cabeça. Minha cabeça não vai recusar. No entanto, a minha oração é sempre contra os atos de malfeitores,


Esta poderia ser a nossa oração diária. Nossa boca parece ser o membro mais propenso a pecar falando mal dos outros e é da abundância do coração que fala a boca. Quando ouvimos alguém difamar uma pessoa que nos causou dano, ou cujas ideias e objetivos são diferentes dos nossos, temos uma tendência para calúnia. Tiago ensina que, se nós podemos controlar a nossa língua, podemos controlar todo o nosso corpo. Nós precisamos do Espírito Santo para ser o protetor sobre nossas bocas, para manter a porta de nossos lábios selados, a menos que possamos falar palavras que motivem e incentivem a um caminhar com Deus. (Efésios 4:29) O nosso mundo está cheio de calúnias e denúncias. Vamos ser uma voz de encorajamento e sabedoria.

sábado, 8 de novembro de 2014

O Mensageiro e a neve Pv 25:13



Wilma Rejane


Como o frio da neve no tempo da ceifa, assim é o mensageiro fiel para com os que o enviam, porque refrigera o espírito dos seus senhores. Pv 25:13


Neve caindo no tempo da colheita seria inoportuna, prejudicial. A neve na sega a que se refere Salomão é aquela neve conservada nas fendas das rochas para refrescar bebidas e outros alimentos. Esse era um costume de quem possuía armazéns e estoques de bebidas, licores e vinhos eram resfriados com gelo ou neve no verão ou nas colheitas do Oriente. Geladinho, o líquido se tornava mais agradável, degustável e apreciado.

Segundo Salomão, esse processo, se compara a um mensageiro fiel: ele tem a capacidade de alegrar seu senhor, de torná-lo satisfeito. E aqui quero chamar de mensageiros os servos de Cristo. Estes têm por objetivo, transmitir de forma fiel aquilo que lhes foi ensinado, a fim de alegrar ao que os envia. O mensageiro de Deus deve ser honesto e fiel a ponto de reconhecer que sua mensagem reflete perfeitamente as Palavras de seu Senhor. 

Neve caindo...

Um tipo de mensageiro fiel que merece destaque é Itaí. Ele aparece em um momento de rebelião em Israel,quando Absalão,filho de Davi,tentava usurpar o trono do pai. Itaí não era israelita e por isso Davi manda que volte para sua terra, Gate. Itaí se nega a obedecer o Rei e demonstra que sua fidelidade é muito maior que os temores provocados pela instabilidade do momento:

Itai, contudo, respondeu ao rei: "Juro pelo nome do Senhor e por tua vida que onde quer que o rei, meu senhor, esteja, ali estará o seu servo, para viver ou para morrer! " II Samuel 15:21

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

A maravilhosa pescaria no mar da Galiléia.



Wilma Rejane


O comércio da pesca no mar da Galileia movimentava a região a ponto de muitas famílias de pescadores se alojarem nas proximidades daquelas águas doces e profundas. Jesus passeava constantemente no lugar, observava atentamente os pescadores e dois em especial que vieram a ser seus discípulos: Pedro e André.

A situação se arrastava, por dias seguidos os peixes minguavam nas redes, noites inteiras tentando melhores resultados e nada de extraordinário acontecia. Jesus sabia que aqueles pescadores estavam em situação difícil, dependiam da pesca para viver. Um dia ao retornarem de mais uma pescaria frustrante, os pescadores abandonam seus barcos e vão lavar as redes.

E naquele dia Jesus reúne aquela comunidade de pescadores para falar sobre O Reino de Deus. Era a primeira vez que ouviam palavras tão profundas, a primeira vez que alguém aparecia para restaurar-lhes a esperança, despertar a fé.

"E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede." Lucas 5:4-6

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...