Meditando sobre Laodiceia



Wilma Rejane


" Conheço as tuas obras, que nem és frio, nem quente. Quem dera fosses frio ou quente!”Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vou vomitar-te da minha boca” (Ap 3:15-16)

Estudando sobre as cartas destinadas as sete igrejas do Apocalipse, parei de forma mais demorada na sétima carta; "aos de Laodiceia". E aqui não se pretende esmiuçar cada linha da mensagem de Jesus àquela igreja, mas de modo especifico destacar a mornidão espiritual que reinava naquela comunidade. Não é surreal saber que Jesus estava do lado de fora, batendo à porta da igreja em Laodiceia? (Apocalipse 3:20) Assim sendo, os crentes por lá estavam vivendo um tremendo engano em nome da tolerância, palavra tão usada também em nossos dias para invocar "aceitação as diferenças, respeito à conduta dos outros. 

 Tolerar = “tolerare” = "suportar, aceitar".

Laodiceia era uma igreja rica, situada em uma região próspera, bancária, de produção de lã negra e de um famoso remédio para os olhos. As pessoas se vestiam bem, comiam regaladamente, nada lhes faltava. Porém, Laodiceia tinha seus contrastes e um deles era o de apesar de ser grande centro comercial, dependia de abastecimento externo de água. A cidade era abastecida com  fontes quentes e termais de Hierápolis e as águas frias de Colossos que se misturavam em canais e desembocavam mornas na cidade, causando náusea em quem provasse de imediato. E Jesus  ao falar da mornidão literal em Laodiceia, faz uso da simbologia das águas que correm pela cidade.As águas mornas eram impróprias para o consumo, nauseantes. 


A igreja de Laodiceia não servia aos sedentos,  não pagava o preço da santidade. Auto-suficiente em bens de consumo e insuficientes no servir a Cristo e aos irmãos. Jesus estava se oferecendo como o remédio capaz de curar aquela mornidão.

"Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas."  Apocalipse 3: 17-18.

A campainha está tocando Laodiceia!

Não se pode afirmar que o problema de Laodiceia era a riqueza material, mas a falta de arrependimento, de conversão genuína. A abastança contribuiu para o comodismo da igreja que se considerava abençoada por nada lhe faltar, mas Jesus estava à porta, batendo insistentemente para ser recebido nos corações.

Uma igreja que tolerava,  andava em conformidade com a sociedade de seu tempo. Era indiferente para com o pecado,carecia ser transformada para transformar. Ah como devemos rejeitar esse espírito que dominou a igreja de Laodiceia! Para isso, carecemos do ouro, das vestes e do colírio ofertados por Jesus. Ele é quem refina nossa alma, retira as impurezas. É nossa cobertura espiritual. Aquele que nos faz enxergar a vida de forma diferente, pela transformação da mente. (Romanos 12:2).

A campainha toca em Laodiceia. Que se abra a porta para  Jesus entrar! (Apocalipse 3:20). 

Vivemos tempos difíceis, onde a igreja é pressionada a tolerar a corrupção humana, e só faremos diferença, de fato, se Jesus for o nosso Senhor e Salvador. Onde estão os servos, os que se entregam à causa sem reservas, sem medo de serem chamados de "caretas"? Vejam, uma pesquisa feita em março desse ano pela American Bible Society (ABS), revelou que a população americana reconhece que a falta de obediência a Palavra de Deus causa perda de valores éticos e morais, apesar disso, apenas 19% dos entrevistados leem a Bíblia de forma regular. E no Brasil a situação não é diferente e por toda essa falta de conhecimento é que a humanidade caminha errante (Oseias 4:6))

É preciso deixar de ouvir a voz das multidões para se dirigir até a porta onde Jesus bate e abri-la. É preciso ter sede de ouvir a vontade e a direção de Deus que traz Consigo a Fonte de toda saúde: "Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos.Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz." Provérbios 3:1-2.

A igreja de Laodiceia nos diz que a riqueza não consiste em receber bens e honras do mundo, mas em receber Jesus como Bem maior. A vida cristã  precisa servir a outras vidas. Laodiceia é uma repreensão para o atual século que confronta a igreja a ser conivente, tolerante, para como toda espécie de resolução social e política que fere a ordem estabelecida por Deus.

Deus o abençoe.

Fontes:

  • Bíblia de Estudo Plenitude, SBB, edição 1995.
  • Águas em Laodiceia: John McRay, Arqueologia e o Novo Testamento, p. 248


7 comentários:

Unknown disse...

Muito bom o texto. Ótima reflexão.

Luiz claudio de Souza Coelho disse...

Olá irmã Wilma, a paz do Senhor Jesus. Quero que saibas que sempre que oro peço à Deus que continue abençoando a todos assim como você, que de alguma forma têm contribuído para a transmissão do Evangelho da salvação. E aproveito para agradecer por essas ricas postagens as quais tenho me provido para transmitir ás outras pessoas, através destas ricas e abençoadas postagens que com toda a certeza vem do trono do Pai,
Que o Deus de toda consolação continue lhes capacitando para o crescimento do Seu Reino o qual excede todo entendimento.

Wilma Rejane disse...


A paz do Senhor Jesus, Luiz!

Agradeço de coração, pois esse gesto revela o amor de Cristo e a missão da igreja. Muito obrigada, é um presente maravilhoso o da oração!

Deus o abençoe e ao seu ministério.

Ericson Freitas disse...

"É preciso deixar de ouvir a voz da multidão para se dirigir até a porta que Jesus bate e abri-la...."
Verdadeiramente o discernimento relatado pela nossa irmã, é um fato na qual as igrejas estão vivendo,infelizmente...!
Que o Senhor continue lhe abençoando irmã Wilma!!!
A paz do Senhor Jesus!

Wagner Escatamburgo disse...

Muito bom esse comentário. Ha se as igrejas tivessem essa coragem de parar de ouvir a voz da multidão e correr para abrir a porta para Jesus Cristo

Rose Santiago disse...

Uma excelente reflexão!

SP Corretores disse...

A paz do Senhor Irmã Wilma.

É incrível como podemos compreender que um pequeno blog ou página, pode se tornar um grande ministério, e o mais incrível ainda é ver Deus usar mulheres como nunca, para edificação de muitos.

Suas mensagens irmã Wilma, tem sido um fontes de inspiração para os nossos sermões.

Obrigado!

Pr Sidnei Vicente
Igreja Metodista Ortodoxa de ITAPIRA SP

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...