terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O Encontro de Jesus Com Nicodemos

Era noite em Jerusalém, a luz da lua refletia nas pedras que revestiam as ruas da cidade. Soprava um vento frio e havia poucas pessoas pelos becos. Nicodemos, príncipe dos judeus, sabia que próximo a sua casa Jesus estava reunido com os discípulos. Ele especulara durante todo o dia, planejando um encontro com Aquele que lhe causava espanto: Quem era Jesus afinal?

O importante homem da sinagoga calça as sandálias e põe a capa, cobre bem o rosto e segura firmemente o tecido com as mãos à altura do pescoço. Nicodemos estava certo, determinado a tirar todas as suas dúvidas. Caminha apressadamente, olhando para os lados e enfim bate á porta da pequena casa. Lá estava Jesus, rodeado pelos discípulos que O ouviam atentamente.

Nicodemos?! Espantados, alguns olhares se entrelaçam em incertezas: Por quê? O que faz ele aqui? Para dois ou três presentes, não era surpresa a chegada de Nicodemos, eles o haviam orientado sobre dia, hora, local e teor dos encontros.

Sem se importar com os murmurinhos causados por sua chegada, Nicodemos acomoda-se e no momento oportuno revela o motivo de sua ida: “Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.” Jo 3:2. “Jesus respondeu: Na verdade, na verdade, te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” Jo 3:3.

A resposta de Jesus deixa Nicodemos ainda mais confuso. Ele não compreendia a linguagem do alto porque seu espírito estava corrompido pelas muitas letras, pela racionalidade das coisas. Tantos anos estudando as escrituras, ensinando na sinagoga sem nunca ter se detido a “nascer de novo”. Onde estava escrito esses termos? Em que livro, capitulo, versículo? “Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer de novo? Jo 3:4.

“A idade embriológica da gestação é contada a partir da fecundação do óvulo. No entanto, é praticamente impossível a identificação do momento em que ocorreu a fecundação ou a data correta do coito ou da ovulação. Por isso, convencionou-se contar a idade da gravidez a partir de um marco mais fácil de identificar: o primeiro dia do último período menstrual da mulher. Trata-se da idade obstétrica da gravidez.” (fonte)

Jesus falava de um nascimento espiritual, onde brotaria no âmago do ser, no espírito, o fruto da fecundação, do encontro entre Deus e o homem.  Em que momento da vida de Nicodemos ele despertou para Deus? Em que momento da minha e da sua vida, passamos a acreditar em algo maior e superior a reger o universo? Talvez na infância, quem sabe na juventude, talvez seja impossível determinar o despertar da fé, mas certamente existiu um momento em que o “óvulo foi fecundado”.

Nicodemos conhecia em parte. Era um relacionamento superficial, onde a lógica imperava. Ele perguntava e sua mente respondia tudo parecia ir muito bem, até o dia em que percebeu a esterilidade dos seus ensinamentos: Ele continuava infeliz. A Palavra pregada por Jesus era a mesma que Nicodemos lia dia após dia: Moisés libertando os cativos e Deus operando maravilhas no deserto, o que estava errado? “Nicodemos, tu és mestre em Israel e não sabes o que é nascer de novo?” Jo 3:10.

Aquele encontro seria o marco na vida de Nicodemos, o dia da “idade obstétrica”.  Que gravidez tão longa! Nicodemos era um senhor de barba branca, porém criança no Reino!“Na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o Reino de Deus. Aquele que não nascer da água e do espírito não pode entrar no reino de Deus” Jo 3:5.

Jesus mexeu com as entranhas do mestre que pensara conhecer muito bem sobre circuncisão de coração. Então era isso! E como Moisés era um tema conhecido de Nicodemos, Jesus cuida de fazê-lo compreender melhor a mensagem: “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o filho do homem seja levantado. Para que todo aquele que nele crê não pereça mais tenha a vida eterna” Jo 3:14: 15.

Do encontro entre Jesus e Nicodemos surgem os arrebatadores versículos responsáveis pela entrada de muitas pessoas ao Reino. A lição não era apenas para o determinado fariseu que percorreu a escuridão da noite em direção aquele encontro, era para mim e para você, para a eternidade.

Não vejo Nicodemos como um covarde, por se esquivar da fúria de seus contemporâneos, indo ter com Jesus à noite. O vejo como um corajoso homem que venceu a si mesmo e humilhou-se em busca da verdade.  Muitos versículos depois, vamos reencontrar Nicodemos, juntamente com José de Arimatéia preparando o sepultamento de Jesus (Jo 19:38, 42). Ele já, andava na Luz, que é Jesus.

O encontro entre trevas e Luz, Nicodemos e Jesus, traduz a acessibilidade ao Reino: É para todos os que buscam, crêem. O fariseu, de barba grisalha não foi expulso daquela reunião, nem massacrado, nem ouvido com sarcasmo, menosprezado. Jesus o amou, o recebeu por seu, e desvendou-lhe o Reino dos céus.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” Jo 3:16

É assim também conosco. Como estamos, onde e por quê? Jesus se interessa por nós. Simplesmente ama e nos aguarda para uma reunião particular, para um encontro, um marco, que será lembrado como o dia do “novo nascimento”. Aquele em que esquecendo o que para trás ficou, tudo se fez novo (II Cor 5:17).

Nicodemos já não ensinava mais sobre Páscoa como sendo um acontecimento apenas histórico, mas também espiritual, já não era o mesmo. Acredito que ele tenha sido um discípulo frutífero, conduzindo outros ao Reino. Inesquecível aquele encontro! Nicodemos saiu vitorioso! É isso que significa seu nome: em grego Νικοδημος (Nikodemos) que significa "vitória do povo", do grego νικη (Nike) "vitória e"δημος (demos) "o povo" . Todo aquele que tem esse encontro com Jesus, é vitorioso, porque no novo nascimento está o sentido da vida, da morte, da eternidade. É a saída das trevas e a entrada para a Luz, tendo como Senhor e Mestre, Jesus. 

Wilma Rejane

13 comentários:

Flavio Barreto disse...

A Paz do Senhor irmã Wilma.
Parabéns pela mensagem.
A cada dia devemos morrer para o pecado e nascer para a vida. Morremos para nossa deficiência e vivemos para adorar a Deus em espírito e em verdade.
Muitos de nós devemos nascer de novo, munidos de uma nova identidade, da impressão digital de Deus em nossa vida, reconhcer que além de Salvador Ele é Senhor!
Que Deus continue te abençoando cada dia mais.

Wilma Rejane disse...

Flavio!!!

Que boa surpresa, mano! Obrigada por sua sempre generosa participação.

Deus o abençoe.

Valney Ribeiro Júnior disse...

A Paz doSenhor irmã Wilma. Viajei fundo neste e senti o gosto de cada momento vivido por Nicodemos. O texto nos leva a visualizar tudo de fato e a refletirmos acerca do impacto que as palavras de Jesus causam em nossas vidas. Concordo contigo, Nicodemos foi um homem muito importante e as palavras que o Senhor disse para ele se tornaram eternas. Deus continue abençoando.

Wilma Rejane disse...

Paz do Senhor Valney!

Em João 19:39 diz: "Nicodemos, aquele que anteriormente se dirigia a Jesus de noite". Quando ele cresceu em conhecimento, nada nem ninguém o deteve.

Mas... se Nicodemos não tivesse ido ao encontro de Jesus à noite, não teríamos esse diálogo tão maravilhoso no Evangelho de João, nê mesmo?

Obrigada , irmão.

Deus o conserve com esse sorrisso.

Informe EBD disse...

É sempre bom informarmos a fonte bibliografica, ja que o texto é de outro autor.
Isso da veracidade ao leitor e orienta o mesmo a dar continuidade sobre o tema.
Apesar de ja haver lido o livro de onde se extraiu o trecho, parabens pela postagem.

Wilma Rejane disse...

Informe EBD,

Esse texto é totalmente de minha autoria, não copiei ou consultei fonte alguma a não ser a Bíblia Sagrada e o único lugar em que o republiquei foi em meu livro Às Margens do Quebar.

Gostaria que me informasse o lugar onde você viu esse texto porque é muito comum vez por outra alguém republicar meus artigos e não citar fonte. Já tive muitos aborrecimentos por conta disso. Agora, se republicaram em livro, o negócio piora. Bem, a prova tá aqui: O dia e a hora em que publiquei servem de documento.

Obrigada e aguardo sua resposta.

Anônimo disse...

Não importa o autor .O importante é que palavra de Deus seja divulgada.Porque o autor da Palavra é Jesus e não a´outro.

pr luciano.rodrigues@hotmail.com disse...

paz do senhor irma wilma meus parabens continue a anunciar a palavra de Deus com toda a graça que deus te abençoe eu sou o Pastor Luciano Rodrigues de itabuna bahia

pr luciano.rodrigues@hotmail.com disse...

parabens irma wilma continue essa bençao nas maos do senhor nao se importe com os levantes os inimigos levantam pra cair paz Deus te abençoe

pr luciano.rodrigues@hotmail.com disse...

paz do senhor irma wilma continue sendo bençao nas maos de Deus nenhuma arma do inimigo prevalecera contra o servo de Deus

Presb.Marquinho disse...

Presb.Marcos(rodriguescostamarcos@yahoo.com)

A Paz Do Senhor Irmã Wilma !!!

Que linda mensagem !!! se a cada dia um nasce de novo para Cristo ,um morre para o inimigo !!! e assim reconhecemos a superioridade de Deus sobre todas as coisas;Que Deus continue abençoando sua vida !!!

adelio disse...

marcos e adelio eu ja escrevi um comentario mas nao sei onde foi parar..

Neilton Lima Sotero disse...

PAZ DE CRISTO IRMÃ WILMA:

FICO IMAGINANDO COMO SERIA A VIDA DE NICODEMOS ANTES DE ENCONTRAR COM JESUS. NICODEMOS POR SER MESTRE DE ISRAEL CONHECEDOR DA LEI, SERIA QUEM SABE, UMA ESPÉCIE DE ÍDOLO OU UMA REFERENCIA RELIGIOSA. DEPOIS DO ENCONTRO COM JESUS, NICODEMOS PASSA DO SUPERFICIAL PARA O SUBSTANCIAL, UMA VIDA PLENA COM CRISTO.

PARABÉNS, ABNEGADA DE CRISTO!!
TENHO MUITO APREÇO E ADMIRAÇÃO PELO SEU TRABALHO!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...