O Deus que Responde Jr 33:3


 Cristã Chinesa Orando em Línguas

Wilma Rejane

O profeta Jeremias era apenas um jovem quando foi chamado para proclamar uma severa mensagem ao povo de Israel. A nação precisava arrepender-se sob pena de ser destruída, levada em cativeiro. O ministério de Jeremias data de 626 a.C. e embora ele tenha tentado permanecer calado, foi comovido a não fazê-lo: “Então disse eu, não me lembrarei Dele e não falarei mais no Seu nome; mas isso foi no meu coração como fogo ardente, encerrado nos meus ossos; e estou afadigado de sofrer e não posso”. Jr 20:9

Ao jovem Jeremias foi ordenado não casar-se, nem ter filhos para ilustrar sua mensagem a Israel de que a nação seria destruída, não haveria descendentes se não se arrependessem. Um profeta solitário e sem muitos amigos. Sua vida era totalmente a serviço de Deus. Justamente por causa do pessimismo do seu discurso, ele foi perseguido principalmente pelos governantes de sua época que só queriam falar de paz e prosperidade. Jeremias era assim um “calo” que incomodava a muitos.  Aprisionado e encarcerado no pátio da guarda por causa de suas profecias, ouve a voz Daquele que era Seu refúgio em todo o tempo:


“Jeremias, clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes” Jr 33:3.

Não sei o que se passava na mente do profeta na ocasião em que ouviu Deus: Estaria ele orando? Questionando Deus sobre seu chamado? Se lamentando? Medo da morte? O que sei é que o momento era de angústia e sofrimento, mas bem ali entre grilhões e guardas armados, na solidão da prisão Deus fala e convoca Jeremias a comunhão.

A palavra “clamar” no versículo acima segundo o dicionário strong 07121 significa: chamar por alguém, bradar, gritar, proclamar. Clamar também se traduz como ‘gara’: Nomear algo, chamar pelo nome. Já a palavra firme, no hebraico é  ‘batsar’ melhor traduzida como: Isolado, inacessível.

A mensagem de Deus para Jeremias pode ser entendida como: “Clama a mim, nomeia a mim e te mostrarei coisas inacessíveis, possíveis de serem conhecidas apenas através de revelações”. E é no cárcere ainda que Deus mostra ao jovem mensageiro as coisas que sucederão a Israel. Deus nomeou Jeremias, este por sua vez escolheu servir a Deus no que jamais foi envergonhado ou abalado mesmo em meio ao declínio da nação e perseguição de reis.

É sobre esse maravilhoso versículo do livro de Jeremias que quero me alongar um pouco mais na análise, entendendo que ao nomearmos Deus como nosso Senhor, clamarmos a Ele em qualquer lugar ou circunstância seremos ouvidos.

Agar Nomeia Deus- El Rói –Deus que me vê:

“E ela chamou o nome do Senhor, que com ela falava; Tu És o Deus que me vê; porque disse: Não olhei eu também para o Deus que me vê?” Gn 16:13. Onde estava Agar nessa hora? No deserto entre Cades e Berede, fugindo de Sara,  junto a um poço que recebeu o nome de ‘ Beer-Laai-Rói’ (Aquele que vive e me vê). Deus consolou a Agar e revelou-lhe o futuro: ‘porquanto ouvi tua aflição’ Gn 16:11

Abraão nomeia Deus de Iovah-Irê – O Deus que Provê

“E chamou o nome daquele lugar ‘o Senhor proverá’ donde se diz até hoje: No monte do Senhor se proverá” Gn 22:14. O patriarca em Moriá na companhia de seu filho Isaac atendia  a um chamado de Deus: ‘Sobe ao monte e sacrifica teu único filho a mim’ Gn 22:2. Abraão orara por todo o caminho, lembrara-se das promessas e em plena certeza de fidelidade Divina obedece e declara: Deus proverá.  Desde então aquele monte passou a ser conhecido como: monte da provisão. A verdade é que Abraão nomeou a situação, elegeu Deus como provedor e grandes coisas aconteceram no lugar, aleluia!

O próprio Deus se apresenta como: El Shadai: “O Deus suficiente”

“E eu apareci a Abraão, Isaque e a Jacó como o Deus Todo poderoso, mas pelo meu nome, o Senhor não lhes fui perfeitamente conhecido” Ex 6:3

Shad= seio, El Shadai= Deus Todo poderoso, Suficiente, Deus que amamenta.

Deus estava a dizer que ainda havia muito Dele a ser revelado e que Ele era Suficiente para suprir todas os anseios humanos, assim como uma mãe que amamenta o filho, sendo o leite materno o alimento mais perfeito, saudável e suficiente para a criança.

Moisés clama ao Senhor e Ele se apresenta como Jeovah-Róf-Eha – ‘O Senhor que te sara’

“E disse: Se ouvires atento a voz do senhor teu Deus e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinarmos os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor que te sara” Ex 15:26, amém. Deus é médico, o melhor de todos. Para Ele nunca haverá impossível. Assim foi com o cego de Jericó que voltou a ver porque clamou, elegeu um Salvador: “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” Mc 10:47

Por Davi Deus é El-Elion: “Senhor Insuperável”

“Porque o Senhor Deus é Altíssimo, Rei grande sobre toda a terra” Sl 47:2

Nomeemos a Deus, clamemos por Ele porque coisas grandes e firmes, que ainda não sabemos nos serão reveladas, com graça para vencermos e sermos testemunhas de Seus feitos.

Em Cristo, com amor.


Imagem  Retirada doBlog Olhar Cristão
Bíblia de Estudo Plenitude da SBB
Sacramento, A.L. Curso Prático de Hebraíco, Hagnos.

10 comentários:

Luciana disse...

Feliz Páscoa!!

Vamos comemorar, pois o nosso Senhor vive!!

Bjos, Lú.

Eduardo Medeiros disse...

wilma, recebo de bom grado o convite para a prosa...rsss

tenho lido que a igreja cristã chinesa está em pleno crescimento e que um mover espiritual intenso tem acontecido por lá.

os estados ateus do passado, como a união soviética não puderam arrancar da alma e da psiqué dos russos a espiritualidade.

tentaram sumir com deus por decreto mas o comunismo veio à tona e o povo russo pôde de novo, praticar sua espiritualidade, seja em que religião for.

tenho uma predileção pelos livros proféticos. para mim são os mais densos, profundos, onde a teologia da transcendência divina começa a se estabelecer. é como se aquele deus que caminhava com adão no jardim numa total imanência fosse aos poucos deixando o homem por si mesmo até se tornar um deus transcendente. (talvez para que o homem enfim caminhasse pelas próprias pernas e escolhesse o caminho certo?)

não sei se você já atentou para esse detalhe. há um livro espetacular que fala sobre isso: "o desaparecimento de deus" de richard fridman, ed imago.

tenho cá minhas análises das mensagens dos profetas, e creio que o que os profetas "ouviram" não veio de fora deles, mas expressava o que lhes passavam no mais puro íntimo e muitos deles souberam fazer uma leitura muito boa da realidade do povo de israel e se colocarem como os atuais cientistas políticos que estudam as dinâmicas dos movimentos sociais e são capazes de antever alguns cenários.

é claro que todos também profetizaram sobre a influência do javismo e isso com certeza, refletia-se em seus oráculos.

hii, tô falando muito. chega.

beijos e paz

Eduardo Medeiros disse...

ah, escrevi um poeminha que me veio de inspiração talvez de javé e postei-o nos meus três blogues...

era o meu sentimento a respeito da páscoa de cristo.

vou aguardar o seu livro que eu ganhei de presente...rs

Wilma Rejane disse...

Oi Eduardo!

O problema dos estados ateus do passado, é que desejaram excluir Deus através de ideologias intelectualizadas como se Deus fosse um objeto com o qual o homem pudesse se relacionar apenas intelectualmente. Torturam cristãos, mataram, fizeram-nos confessar a inexistência de Deus, do Evangelho. Matam o homem, calam-no mas o Espírito que é eterno não se cala.

Kierkegan sabiamente afirmou: "Não nos relacionamos com Deus através do intelecto, mas através da fé, e de maneira apaixonada".

Os sistemas politicos mostram fragilidade: caem os muros, como o de Berlim, contudo a fé, a paixão pelo Cristo ressucitado permanece, ainda que sob escombros de qualquer nação. Isso ninguém pode arrancar, por esse motivo se vê a igreja cristã chinesa vencendo as adversidades e multiplicando discípulos.

Sobre os livros proféticos, ah! Eduardo, ao ler Isaías descrever tão bem o martírio de Cristo, Jeremias profetizando o cativeiro Babilônico, chorando os pecados da nação e por Deus também profetizando esperança, não tenho dúvida de que tudo é obra do sobrenatural. Deus contudo não desprezou a humanidade dos mensageiros é fácil ver a fraqueza humana nesse "mar" de glória. isaías disse:

"Ai de mim que sou pecador!"

Jeremias, pensou em calar-se porque achou árdua a missão, mas confessou que a Palavra queimava dentro dele.

É isso Eduardo, e não me digas que sou fundamentalista! rsrsr é que me empolgo com o Evangelho, Deus me faz amá-Lo mais a cada novo dia e acreditar que a Bíblia é poder,mas como pode haver poder em simples linhas? Ai é que está, não são apenas linhas, são " escritos gloriosos" revelados para nós.

Não li esse livro Eduardo, mas é possível que me encontre com ele pelos caminhos da Filosofia rsrs.

Taí, te superei rsrs. Falei mais que você.

Paz. Deus o abençoe.

Vou lá ver seus poemas.

Wilma Rejane disse...

Luciana!!!

Jesus vive e o melhor é que podemos afirmar: "Já não vivo eu mais Cristo vive em mim" Gl 2:20.

Bjs Lú!

Deus a abençoe.

Eduardo Medeiros disse...

wilma, concordo com você de que a relação com deus deve ser mesmo com o coração e não com a mente; mesmo por que, com a mente ninguém chega a deus. o que é a teologia a não ser a racionalização da fé do coração?

concordo com tudo o que você comentou. menos que isaías profetizou a respeito de jesus. digo isso pela análise literária do texto e pela provável interpretação que os evangelistas fizeram a respeito do que os profetas tinham dito e eles contextualizaram na pessoa de jesus.

tá vendo, isso é racionalização. a fé vê em jesus o servo sofredor. aliás, como eu escrevi no meu poeminha, que veio antes do coração e quase não passou pela mente...rss

Wilma Rejane disse...

Ô Eduardo...

Vi que seu poema saiu do coração, falaste de Jesus com tanto esmero que fiquei feliz da vida! rsrsr Pensei: Cheio de fé, Eduardo foi inspirado por Iavé.

"Análise literária " é intelecto e nem sempre envolve coração, a não ser que o coração já esteja imerso em fé na Palavra.

Conheço algumas pessoas que leram a Bíblia apenas intelectualmente e jamais experimentaram o novo nascimento. E veja, Eduardo, que grande milagre! Conheço uma irmã, que mora em Parnaíba-Pi, que é analfabeta, mas tinha tanta vontade de entender a Bíblia que orou insistentemente para conseguir faze-lo. É um prodígio! Ela lê a Bíblia, e só. Já teve esposo e filhos transformados e compreende tanto o Antigo como o Novo testamento.

De onde veio o entendimento? certamente não do intelecto porque não consegue escrever sequer o nome.

Acho que deu para entender o que eu quis dizer, nê?

Obrigada Eduardo!
És sempre bem vindo,
Deus o abençoe.

Wilma Rejane disse...

Ah Eduardo,

Deixa só eu esclarecer mais uma coisinha. É claro que para compreendermos o mundo necessitamos usar a o intelecto, porém precisamos ir além disso para sermos tocados e transformados pela mensagem da cruz.

Demorei para entender esse fator "coração quebrantado", mas foi justamente quando entendi que tive nova vida.

Deus o abençoe.
Té mais.

Wallace OLIVEIRA CRUZ RODRIGUES MOURA disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS

TEM COMO EU POSTAR ALGUMAS MENSAGENS NO SEU BLOG

EU TAMBEM TENHO UM BLOG

bibliaapalavradedeus.blogspot.com

atenciosamente

Wallace

meu email é falandoaverdade.wallace@gmai.com

Wallace OLIVEIRA CRUZ RODRIGUES MOURA disse...

Wallace

correção de email
falandoverdade.wallace@gmail.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...