Refletindo Sobre o Natal



Cartão de Natal 2011 "Pintores com os pés"



Wilma Rejane


Dezembro  chegou e apesar de todas as criticas sobre comemorar ou não o Natal, armar ou não árvore ,  considero essa uma das épocas mais lindas do ano! Sinceramente não vivo esses dilemas de criticar os símbolos e condenar as decorações.

É fato: O sentido da data, através dos anos, perdeu a essência cristã e assumiu aspecto comercial. Isto sim, incomoda. A verdadeira comemoração está ligada ao espírito, ao aniversariante que é Jesus e não aos brinquedinhos eletrônicos e tantas outras mercadorias cujas vendas disparam!

Compreendo que o clima de congratulações e de festa, requer demonstrações de afeto, mas não necessariamente afeto material. O amor precisa está presente nos relacionamentos o ano inteiro, de mãos cheias, ou vazias. Bolso igualmente. Eis o melhor presente: Amor. Esse não tem preço, não decora ruas e avenidas, mas corações, vidas!

Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos. Antoine de Saint-Exupéry

E essa dificuldade do homem carnal perceber a beleza do invisível que brota no coração bondoso que vive com Cristo é que promove a elevação de valores materiais em detrimento dos espirituais.
No Reino de Deus, o reino das coisas, jamais superará o valor do humano. Toda essa forma errada de se viver o Natal, parte do interior e tem como consequência o que se vê: Comércio!

Assim, o que tem que mudar não é a colorida e iluminada decoração natalina, mas o interior de cada um. Parece lógico, não é mesmo? Se o é, não entendo porque tanta aversão as comemorações de natal! Todos os anos presencio pregadores conclamarem: Não armem árvores, não coloquem pisca-pisca!  E etc e etc. Nada material é maior que o espiritual, repito. 

Se sou cristã, essas coisas não me contaminam porque a graça de Cristo liberta e santifica o viver. Vejamos o que disse Jesus para os fariseus:

"Não leste o que fez Davi quando ele e seus companheiros tiveram fome? Como entrou na Casa de Deus e comeram os pães da preposição, os quais não lhes era lícito comer, nem a ele nem aos que com ele estavam, mas exclusivamente os sacerdotes?" Mat 12:3,4.

Ora os pães da preposição eram doze pãezinhos de farinha pura, colocados no santuário diante de Deus, e substituídos por novos a cada Sábado. Somente os sacerdotes poderiam comê-los. Mas, Davi estava como fugitivo, há dois dias sem se alimentar, de modo que violou a tradição e pelo que afirma Jesus: ficou sem culpa. Por que? "O material não se sobrepõe ao humano". A vida de Davi era mais importante que a tradição! 

Assim ao entramos na casa de cristãos ou não cristãos e nos depararmos com aquela árvore de natal, esqueçamos a ladainha de que aquilo tudo é adoração ao deus sol. O que de melhor fazemos é dar aquele abraço nos irmãos, saudá-lo com a paz de Cristo e demonstrar que o Natal  se faz presente em nós.  Isso será maior e mais marcante que qualquer exortação sobre proibição de símbolos natalinos. Porque o valor do humano, supera o valor do material.

É isso queridos leitores, aproveitemos bem essa época do ano, para  declaramos nosso amor a parentes, amigos e até inimigos. Com ou sem presentes. Essa é uma boa maneira de mostrar ao mundo o verdadeiro sentido do Natal : O nascimento de Jesus Salvador, na cidade de Belém e em nossos corações.

Esse vídeo foi produzido por meu esposo e narrado por mim, chama-se : "O verdadeiro sentido do Natal", espero que gostem.



11 comentários:

Fratermaurício disse...

Caríssima, bom dia!
Gosto muito de temas natalinos e o seu então, está com ares de superioridade. Parabéns!Estás arrasando, decorando nossos corações e mentes com enfeites de natal. Que alegria!
Eu me lembro certa feita, ter lido o mesmo texto que você expôs, sobre David, e aprendí também outra lição (pois, são várias as nuances de um mesmo texto). David, como fugitivo e seu bando de homens que não tinha o que fazer, entrou naquele recinto sagrado e comeu dos pães da proposição que eram devidos somente aos sacerdotes; entretanto, a necessidade falou mais alto. Em suma: necessidade não tem lei, não tem regras, mandamentos e tradições. Ao contrário, sobrepõe-se a tudo isso. É o mesmo caso quando Jesus curou no sábado: era proibido. Contudo, havia a necessidade de restarurar a saúde àquele homem.
Sim, querida amiga, temos necessariamente o dever de comemorar o nascimento de jesus com alegrias, cores, musicas e muito mais!
A propósito, o vídeo está bloqueado. O que houve? Abraços fraternos.

Wilma Rejane disse...

Boa dia Fratermaurício!


Obrigada por seu comentário que enriquece a postagem e pelo alerta do vídeo.

Meu esposo e eu produzimos esse vídeo ano passado e ele estava publicado no canal "Tenda na Rocha" sem problema algum. Hoje, porém, ao ser publicado no blog, alguém - por motivos que desconheço- denunciou o vídeo no You Tube como "violação de direitos autorais".

Foi complicado desbloquear, mas graças a Deus conseguimos reaver a exibição do vídeo.

Obrigada, querido irmão.

Deus o abençoe.

Fratermaurício disse...

caríssima, lindo, lindo!
Parabéns a seu esposo Franklin Moura e é claro, a você, Wilma Rejane que por sinal, tem uma voz lindíssima! Não devo esquecer de Jonh Lennon, John Lewis e Google!
A propósito, belo cartão de "pintores com os pés". Um deles: http://www.apbp.com.br/danielferreira/principal.html

Elizama Lino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alisson Lopes disse...

Estou participando da Campanha Siga e Seja Seguido da UBE blogs! Estou seguindo seu blog, siga o meu: #followback
O link para meu blog é: http://espadadoespiritosanto.blogspot.com/

Obélio disse...

Comentário esclarecedor...ficamos preocupados com as coisas e esqueçemos das pessoas...ou melhor, do amor a elas...!!! Vamos comemorar sim o grande acontecimento: o nascimento do nosso Salvador..! Deus vos abençoe!

Wilma Rejane disse...

Obrigada Fratermaurício!

Esses cartões dos pintores com os pés são fantásticos! Pela causa em si e pela qualidade da arte.

Felicidades caríssimo!

Wilma Rejane disse...

Irmão Obélio!!

Obrigada pelo ar de sua graça por aqui !

Deus o abençoe.

rosana disse...

oi querida vim te agradecer o carinho para comigo..Ontem fui na consulta e correu td bem orbrigado por orar por mim...Vou ter que tomar alguns remédios pra engravidar,mas nada que o todo poderoso não possa fazer não é mesmo?,continue oranod e em breve virei aqui pra contar meu tão sonha do positivo?Adorei este post de Natal.Eu me lembro de qdo era pequena..passavamos o natal na casa dos meus avós..la ficavamos esperando todos os parentes tios e primos chegar de curitiba..ah que saudades desta epóca..hoje fazemos isto tambem..mas ja não temos mais os meus avós infelizmente...adorei o video....é bom ouvir sua voz....o seu livro é maravilhoso...adore reler a mensagens....bjihos que o Senhor continue te usando...fik na paz!!

Wilma Rejane disse...

Elizama e Alisson,

Obrigada irmãos e colegas blogueiros.

Fim de semana atualizo a retribuição da campanha "Siga e seja seguido da UBE", tá ok?

Papai do céu abençoe vocês com paz e alegria.

Wilma Rejane disse...

Oi Rosana!

Sabes que estou escrevendo um segundo livro? Ele fala sobre fé, especialmente sobre Sara e Abraão. Por meses e meses tenho lido e relido os capítulos que falam sobre "O Pai das Nações e a Princesa (Sara e Abraão)". É fortalecedor ver como Deus cumpriu todas as promessas na vida desse casal e realizou o milagre chamado Isaac.

"A Sara já havia cessado o costume das mulheres" Gn 18:11. O ventre era amortecido, mas Deus chamou Isaac a existência, aleluia!

Querida irmã, nosso Deus nunca mudou. Gostaria de ver seu testemunho aqui e sua história no meu livro. Sabes, tem uma outra leitora do blog que também está firme na fé a espera do seu "Isaac". Maravilha será incluir vocês duas no novo livro que destaca tão bem os sonhos de Sara por um filho.

Natal sempre traz tantas lembranças da infância...

Grande e afetuoso abraço, querida. Deus a guarde em paz e conforto.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...