Como preencher o vazio da alma






João Cruzué

O vazio tem várias formas e duas origens. Eu sei que Deus vai falar ao seu coração através desta mensagem. Tenha bom ânimo e esteja atento. O que vou escrever aqui são experiências com Deus que desejo compartilhar com você. Diz o salmista: Deus criou você para ser feliz e ser uma bênção para todos que o rodeiam, se você está angustiado precisa ter um encontro com Ele.

A primeira forma de vazio é a falta de algo dentro da alma, do coração, que não se pode preencher com filosofia, religião, álcool, sexo, maconha, cocaína, crack, pornografia, antidepressivos, calmantes, viagens, namorados, futebol, nada. Ele vai sempre continuar lá.

É uma tristeza silenciosa, que pode se esconder atrás de uma "máscara", até mesmo sorridente. Você está sorrindo apenas por fora.

Temos boas notícias! No evangelho de São João está escrito: " E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede.João 6:35 E, no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, que venha a mim e beba. João 7:37 .

Este tipo de vazio só pode ser preenchido por uma pessoa: Jesus Cristo. Você tem de convidá-lo pessoalmente para morar em seu coração. Isso pode ser feito da maneira mais direta e simples possível, isto é, convidando! Sobre este mesmo assunto, leia nossa mensagem, clicando no link : Como se Reconciliar com Deus

Há um segundo vazio. Uma sensação de abandono espiritual. Está escrito: "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu". Eclesiastes 3:1 . Então, há tempo em que você ora e Deus responde com bênçãos. Emprego, cônjuge, universidade, concursos, carros, promoções, vendas magníficas. Você está lá no alto do monte.



Para compensar estas coisas, e, para saber se você ama a Deus apenas no "monte", pode acontecer que, de repente você comece a perder tudo. Amigos, emprego, cargos na Igreja, dívidas em sua empresa, problemas familiares... é a temporada no "vale", do fundo do poço. Aí, você se sente só. Desamparado, sem amigos. Sozinho.

Em passado recente, você era querido(a) admirado(a). Agora todos o(a) desprezam. Isto é muito freqüente. Saiba que antes de você, muitos outros servos de Deus passaram pelo mesmo tipo de aflições. O Espírito não o abandonou, embora você não consegue sentir a presença dEle. Jó foi repreendido por Deus porque andou resmungando... reclamando, mas não murmurou.

Jesus teve a mesma sensação e orou: "Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Mateus 27:46 "

Quando estamos no "vale", o adversário costuma alimentar nossos pensamentos com sensações de tristeza e abandono. Não confie no que você estiver pensando. Aprenda a identificar a fonte maligna desses pensamentos e repreenda. O diabo é eficicente em seus ardis quando não é percebido, identificado. " Sujeitai-vos a Deus, e resisti ao diabo e ele fugirá de Vós" O melhor combate, nesta hora, é procurar um lugar íntimo e orar ao Senhor pedindo a vitória. Fiz assim durante um longo tempo de provação.

Cada dia é uma nova batalha. Fique firme para vencer sua guerra. No tempo do vale, o adversário procura trazer a nossa mente, culpas e pecados do passado. Se eles já foram confessados a Cristo - já foram perdoados.

Aqui, cabe quatro bons esclarecimentos para resolver problemas de consciência. Primeiro: Pecados praticados antes de ter aceitado Jesus como seu Senhor e Salvador, é hora de se reconciliar com Deus, pedir perdão. Segundo, pecado praticado sozinho e em oculto: o perdão pode ser pedido ao Senhor, e basta. Caso ainda se sinta desconfortável, converse com o Pastor da Igreja. Terceiro: pecado cometido envolvimento outra pessoa: este, não pode ser tratado apenas com Deus. Deve ser dito ao pastor da Igreja. Quarto: escândalos públicos, isto é, coisas que a comunidade fica conhecendo, solução: confesse diante da Igreja, em ocasião apropriada. Uma ilustração: Se o pneu do carro está furado, não adianta consertar a porta ou trocar o escapamento.

Jó foi constantemente acusado pelos "amigos" de que seu sofrimento era conseqüência de pecado. Mas não era. Por trás, o tempo todo, era o diabo que tinha inveja de Jó. Só Deus sabia disso e nunca falou para Jó. Em nenhum momento, Jó aceitou as acusações dos amigos, pois não encontrava em seu coração pecado de morte.

Esta temporada no vale vai passar. E, quando ela passar, você vai estar com sua fé fortalecida. O tempo no vale é permitido por Deus para ensinar a não confiar em nós mesmos, quando estamos lá no alto do monte.

. "Tudo posso naquele que me fortalece"

Também serve para melhorar nosso caráter, temperamento, ensinar humildade. Serve para confortar os outros, que estão passando pelas mesmas dificuldades, com palavras de ânimo e inspiração. Como agora estamos fazendo.


Autoria: João Cruzué.
São Paulo - SP
Cruzué é colaborador do Tenda na Rocha.

5 comentários:

Alceri dias disse...

Belas palavras é confortante gostaria de mudar o meu estado

Alceri dias disse...

Belas palavras é confortante gostaria de mudar o meu estado

Anônimo disse...

Muito lindo,..palavras que nos edificam e nos confortam...nosso Deus é tremendo e fiel!!!

Izaias Alves disse...

Muito bom mesmo essas palavras que edificam..

rosa disse...

Estóu no Vale
Não consigo sair
Oro e parece e me sinto só

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...