A conversão do jovem rico - Marcos 10




Wilma Rejane


Quando Jesus ia saindo, um homem correu em sua direção e se pôs de joelhos diante dele e lhe perguntou: "Bom mestre, que farei para herdar a vida eterna?"  Respondeu-lhe Jesus: "Por que você me chama bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus.

Você conhece os mandamentos: 'Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não enganarás ninguém, honra teu pai e tua mãe'".  E ele declarou: "Mestre, a tudo isso tenho obedecido desde a minha adolescência".

Jesus olhou para ele e o amou. "Falta uma coisa para você", disse ele. "Vá, venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me."  Diante disso ele ficou abatido e afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas. Marcos 10:17-22.

Esse episódio está presente nos Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas. Jesus e o jovem rico, um encontro de desfecho frustrante, visto que o jovem rejeita o apelo de seguir a Jesus. Esse é um argumento bem popular e também aceito.

Porém, baseada nos escritos de Marcos, convido-o a lançar um novo olhar sobre esse encontro. Temos mesmo o direito de encerrar essa história dando o veredicto de condenação ao inferno para o jovem? Ele de fato rejeitou Jesus?

O texto nada diz sobre o futuro do jovem, ele sai cabisbaixo e Jesus prossegue conversando com os discípulos sobre a dificuldade de os ricos herdarem o Reino, destacando que “para Deus nada é impossível.” Marcos 10:27.

Será que a consciência do jovem ficou em paz, após ouvir Jesus? Não podemos negar que havia algumas virtudes nesse moço:




  • Ele foi ao encontro de Jesus
  • Perseguia a fidelidade pelo cumprimento da Lei.
  • Honrava os pais.
  • Demonstrava humildade
  • Tinha anseio por conhecer a Salvação
  • Certo discernimento espiritual.
  • Respeitava hierarquia

Enfim, o jovem rico era considerado uma pessoa de bem e se auto justificava por suas obras. Mas como a salvação vem mediante a fé, pela graça, como dom de Deus (Efésios 2:8), presume-se que sem fé e arrependimento, o destino desse homem foi a condenação, certo?

Errado. Se considerarmos que o evangelista Marcos, tem um novo encontro com o jovem rico, em uma situação de aflição, de vergonha e procura deixar isso registrado nos Evangelhos, mas sem citar nomes. Aliás, em nenhum local da Bíblia o jovem  teve seu nome revelado.

Mas pode ser que seu nome tenha sido escrito no Livro da Vida, pelo intenso amor que sentiu por Jesus, arrependendo-se de seus pecados e crendo precisaria renunciar ao mundo, a própria vida, para herdar O Reino dos céus.

E Marcos descreve seu novo encontro com o jovem rico:

“Seguia-O (a Jesus) um jovem, coberto unicamente com um lençol, e lançaram-lhe a mão. Mas ele largando o lençol fugiu desnudo ”. Marcos 14:51,52.

Oh glória! Ele ouviu Jesus, saiu triste, mas não teve paz, enquanto não obedeceu ao:"Vá, venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me."

O homem nu do Evangelho é alguém que foi contristado, moído, quebrantado ao ponto de acreditar que suas riquezas eram nada diante da grandeza de seguir a Jesus. Doou todos os bens, até as vestes, e cobria-se com lençóis de linho fino. Enquanto muitos fugiram, deixando Jesus sozinho nas mãos dos soldados e fariseus, às vésperas da crucificação, o jovem rico estava ao seu lado. Desnudo e mais rico que nunca!

Amados leitores, somos tão rápidos para julgar e tão limitados em questões de fé e amor que também e diariamente damos veredicto condenatórios a pessoas que julgamos pecadoras, incorrigíveis. Mas Jesus amou aquele jovem e esteve pronto para mostrar-lhe O caminho da Salvação, mesmo quando aos olhos de muitos ele parecia um egoísta e mesquinho.

Tiraram o lençol que cobria seu corpo, o humilharam em via pública. Isso ainda acontece hoje: ao invés de acolhermos, em muitas de nossas igrejas e mesmo fora delas, afastamos, repelimos, por falta de amor. 

E essa mensagem, é também para mim. Que ao lembrar da conversão do jovem rico, eu possa ser paciente e longânime com aqueles que ainda não conhecem os mistérios escondidos em Cristo Jesus.

Deus o abençoe


11 comentários:

Noemi disse...

bendiciones amados hermanos desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com.

Anônimo disse...

A muito tenho no meu coração que esse mancebo nu é o mesmo mancebo rico. E isso vem ao meu coração todas as vezes que leio a passagem, nunca tinha lido nada sobre isso e me alegrei de saber que também alguém pensa como eu.

Diego Pascoal disse...

A Paz de Cristo!
Muito tempo tinha esta duvida!
Mas hoje pesquisando cheguei a este blog, se deparando a estas publicações maravilhosas! Fiquei satisfeito com a explicação de que seria o propio Marcos, e ainda outra teoria de ser o Jovem rico, que se resolvel em seguir o conselho de Jesus. Mas o por que de somente Marcos descrever isso. Sendo que provalvelmente o escritor de Mateus, por exemplo reconheceria o jovem, ou tambem citaria o ocorrido. Sendo assim, ficando mais provalvel de que seria o propio Marcos. Mas mesmo assim valeu demais! Obrigado a todos. E a irma tambem, Wilma rejane

Josinaldo Santos disse...

Muito bom mais não tenho certeza se aquele jovem que apareceu em MC. 14: 51 - 52 era mesmo o jovem rico. Como é possível prova que realmente era o mesmo Jovem Rico que encontrou com Jesus. Tem alguma explicação. Por que era aquele jovem no momento da traição de Jesus com um beijo?

Marcos Ramos S disse...

Alguns estudiosos se referem que o Jovem nu é o evangelista Marcos, mas nada o refere ao jovem rico, pois Cristo o relatou como um fato de amor ao dinheiro, Ele não insistiu com o jovem,foi um exemplo de escolha, discordo que o jovem rico seja Marcos.Ou mostra-se a referencia ou será apenas uma suposição.

Central de Educação . com disse...

A paz minha amada!
Diante desta interpretação bíblica eu ficaria ate alegre se realmente o desfecho desse encontro com Jesus se desse em conversão,mais fico a pensar que Jesus jamais falaria sobre o destino desse jovem que demonstrou diante do dono da vida,tanto amor ao dinheiro ao ponto de descarta a possibilidade de ter um tesouro no céu.Ele foi o único em toda a escritura que saiu triste diante do mestre,porque possuía muitas propriedades,e a bíblia diz que aquele que não deixar pai mãe etc.Por amor de mim não é digno de mim.

ROSIVAL disse...

O texto do jovem que corre nu,não refere-se ao jovem rico,até porque ele não era mais jovem,a passagem diz:um certo homem,a segunda frase que afirma isso é quando ele diz que viveu todos àqueles mandamentos desde a mocidade ou seja ele era adulto e desde jovem era zeloso.o segundo caso era um jovem que se banhava e foi pego de surpresa e correu nu.alguns acreditam ser o proprio marcos que era jovem.

Diego Pascoal disse...

Bom dia
Gostei das duas interpretações, mas para mim seria mesmo o próprio marcos que provavelmente estaria dormindo na hora que Jesus foi preso.
Isto deixa claro que Marcos seguia Jesus de coração mesmo sendo tão Jovem.

Valeu Galera de Cristo!!!!

Unknown disse...

Como era Marcos? Seguidor, e não sabia que era a sua casa que seria o local da ceia. Pois Jesus mandou dois discípulos irem até a cidade e lá achariam um homem, e esse homem os levariam até o local certo.
Como era a casa de Marcos se ele mesmo não teria condições nem para se vestir adequadamente??? Uma vez que, Jesus falou que na casa daquele homem estaria um banquete preparado. Como ele teria condições de preparar um banquete e possuir uma casa com capacidade para todas aquelas pessoas e ter servos, porém andando somente com um lençol em volta do corpo???

Na passagem do jovem rico, eu não acredito que ele se desfez de tudo, por livre e espontânea vontade, igual fez Zaqueu.
No meu pensamento, por ele ter negado para Deus tudo que ele tinha, até o que ele não tinha lhe foi tirado, deixando-o naquela situação, de estar enrolado com um lençol.
Logo após a passagem que fala sobre ele, Jesus afirma que, quem largar tudo por ele ainda nesse tempo, lhe será acrescentado 100 vezes mais (Marcos 29,30,31) e ainda comquistaria a salvação, o mais maravilhoso de tudo isso.

O que me leva a crer que se ele tivesse feito o que Jesus ordenou estaria 100 vezes mais rico, então por ter negado para Deus ele perdeu tudo e foi seguir Jesus, naquela situação ( enrolado no lençol ) , mesmo ele seguindo Jesus, isso não garantiu a salvação dele, pois Jesus afirma que nem todos aqueles que chamam Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus.

David Rodrigues de Souza disse...

Achei fantastica as duas interpretações !
Nos ajudam a refletir e examinar melhor os detalhes das escrituras !

Sendo Marcos ou o jovem rico ou mesmo nenhum deles , esse desfecho em ambas situacões refletem possibilidades reais de conversão! Nada diferente dos dias atuais , podendo ser MUITO bem aplicada em pregações !

Deus abençoe.

Magel lima disse...

Voltando ao fato curioso, e que sempre me chamou muito atenção é o de que naquele dia obscuro da prisão de Jesus, onde os maus zombaram dos bons, havia entre os discípulos um jovem envolto a um lençol. Diz a Palavra: “E certo jovem o seguia, envolto em um lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão. Mas ele, largando o lençol fugiu nu” Mc 14:51, 52. A primeira pergunta que me vem à mente é: Quem era esse jovem? A tradição o identifica como o próprio Marcos, discípulo e escritor do Evangelho de mesmo nome. Tudo porque acreditam que a última ceia ocorreu na casa dele no que discordo total e absolutamente.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...