Quem, além de você? É sobre casamento.




Wilma Rejane


Será que Deus estaria interessado em nos unir em matrimônio com uma pessoa específica? Ele realmente ouve orações sobre amor e relacionamentos? Tenho assistido alguns questionamentos sobre isso e opiniões controversas: Alguns afirmam que  relacionamentos podem receber a benção Divina do principio à eternidade porque Deus se interessa sobre quem namoramos, noivamos e casamos. Outros afirmam que não: essa é uma escolha pessoal porque Deus não é “casamenteiro”. Não sei qual a sua posição quanto a isso, mas a Bíblia contém relatos de pessoas que oraram a Deus sobre o (a) parceiro (a) ideal e foram ouvidos. Em Gênesis 24 há o relato do encontro entre Isaque e Rebeca, um romance duradouro, fruto de orações. 

“ E Isaque saíra a orar no campo, sobre a tarde, e levantou os olhos, e olhou e eis que os camelos vinham. Rebeca também levantou os olhos, e viu a Isaque e lançou-se do camelo e Isaque foi ao encontro dela, tomou seu véu e cobriu-a” Gn 24 62-65.

Um homem de oração, assim podemos definir Isaque. Ele não orou sozinho para encontrar uma companheira , mas contou ainda com as orações de seu pai Abraão que sonhava com uma nora de nacionalidade Israelita e temente a Deus, não idolatra. Através desse episódio, fica evidente também  que as orações dos pais feitas em favor do futuro de seus filhos, são válidas para toda situação, inclusive: relacionamentos. Ainda podemos relembrar o sublime encontro entre Rute e Boaz. Ela uma jovem viúva e ele um homem um pouco mais velho. Rute e sua sogra Noemi, se prostraram diante de Deus em oração por uma união matrimonial abençoada e dentro dos planos e vontade Divina. ( Rute e Boaz)

“ E disseram as mulheres a Noemi: Bendito seja o Senhor que não te deixou e levantou remidor para que seu nome fosse afamado em Israel” Rt 4:14.

Casei bem jovem e embora não conhecesse a Cristo, já orava por um esposo. Hoje, depois de vinte e  seis anos de casamento, posso dizer: Até aqui nos trouxe o Senhor. Enfrentamos muitas tempestades, mas Deus tem  nos dado a graça de sairmos mais fortes e unidos em cada uma delas. Oramos juntos por nosso lar e crescemos com Deus que de forma fabulosa nos surpreende! Porque Ele se importa com famílias e relacionamentos. Não saberia mensurar as mudanças que ocorreram em nossas vidas, após termos aceito a mensagem do Evangelho em nossos corações. Das pequeninas às grandes conquistas, vemos a providência Divina. Contudo, afirmo que não é nada fácil educar filhos e manter um lar alicerçado em valores cristãos. O “bombardeio” vem de todos os lados, por vezes com muita fúria. E nessas horas, percebemos a enorme diferença entre viver com Cristo e sobreviver sem Ele.




O amor é paciente,  benigno, o amor não inveja, não trata com leviandade, não se ensoberbece; não  trata com indecência,  não busca  seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se na verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha. 1 Coríntios 13:4-8 


Claro que Deus se importa com relacionamentos e com quem nos relacionamos. Afinal de contas, essa é uma escolha que afeta todas as áreas de nossas vidas. Mas é importante que saibamos ponderar e não esperar que Deus aja sobre aquilo que podemos agir. Porque não somos robôs, temos consciência e inteligência. Deus diz “aquilo que Deus uniu, não o separe o homem” (Mt 19:6). Assim, significa que Deus une pessoas e que há pessoas que não são unidas por Ele. Eu não saberia dizer ou apontar quem foi ou não unido por Deus porque tenho testemunhado restaurações de casamentos que começaram mal e depois mudaram “da água para o vinho”. Também tenho visto casais que eram aparentemente felizes e acabaram se machucando tanto que a união se fez “líquida a escorrer pelos dedos”.


Cada um sabe bem o que vive e acredito em milagres. Também acredito em uniões que jamais deveriam ter sido realizadas, de tão traumáticas que foram (ou são). Jesus foi interrogado sobre relacionamento marido mulher e respondeu: “ Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea. Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher." Marcos 10:6-7.  Olha Jesus aqui falando sobre homossexualidade. Casamento deve ser entre homem e mulher, macho e fêmea e Ele prossegue: “ Serão os dois uma só carne” Mc 10:8.  Ser uma só carne é muito forte, confere ligação plena, de mente, corpo e espírito. É como uma massa de cimento, que une uma construção. E essa comparação é absolutamente Bíblica porque Jesus usou a palavra “proskollao” para se referir a unir:


proskollao = aderir, ligar-se firmemente, colar, cimentar. Inclui fidelidade, lealdade, constância. (strong 4347). Unidos, como uma só carne, como uma massa de cimento, haja o que houver, na alegria e na tristeza. 

Lembram de Isaque cobrindo a cabeça de Rebeca com um véu? O marido deve ser esse guardador e protetor da esposa, amado-a como Cristo ama a Igreja e a esposa a que ouve e auxilia o esposo (Efésios 5: 22 a 25). Para que essa harmonia aconteça, é necessário que ambos amem e obedeçam a Deus. Por isso é tão importante para solteiros e casados alinharem suas vidas com a Palavra de Deus. Dificuldades existem em todo relacionamento e para alguns a dificuldade consiste exatamente  em não ter um relacionamento. Para ambos os casos, vale a referência inicial do texto sobre Rute e Boaz, Isaque e Rebeca: orar, obedecer e confiar (não necessariamente nessa ordem). 


Para concluir: O vídeo “Quem além de você”, produzido por Tiago, professor universitário, residente em Belo Horizonte. Tiago leu uma frase minha (nesse artigo) e teve a ideia do vídeo apresentado para seus alunos em uma oficina. “Quem além de você?” indica que existe uma pessoa especial para cada um de nós. Alguém que nos livra da “masmorra da solidão”,  que está presente nas dificuldades e alegrias, alguém que cuida e ama, apesar das desigualdades, dos opostos. Dedico esse artigo a você; solteiro, casado, ou divorciado, que tem buscado refúgio em Deus para fazer escolhas e renunciar as propostas que conduzem a morte. Dedico a meu esposo Franklin pela alegria de sua companhia e cuidado constante. Pelo grande homem que é, "quem além de você" me faria tão feliz? Ninguém mais.



Deus o abençoe.

Um comentário:

Rodrigo Alves disse...

Wilma, Como sempre edificante...glória a Deus por sus sensibilidade. Por mais que erramos nas nossas escolhas ou mesmo não as encontramos, existe UM que até os ventos obedecem e isso, é mais do que suficiente para esperarmos a hora certa...
Grande abraço

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...