O ministério da caixa de bebês



Traduzido e compilado
Por Wilma Rejane
Fontes como links

Lee Jong-rak é um pastor coreano ( Coreia do Sul). Sua história de fé,  esperança e amor, comove a tal ponto que tem levado centenas de pessoas a converterem-se ao Evangelho de Cristo.

Ele criou uma caixa para bebês. Esta caixa fica anexada à sua igreja e tem por finalidade recolher bebês abandonados que são fisicamente ou mentalmente deficientes e indesejados por suas mães. O ministério de Lee começou de modo muito singular. Ele e sua esposa tiveram um filho deficiente, com função cerebral limitada. Seu bebê passou os primeiros 14 anos de vida em um hospital e Lee teve que vender seu mercado de alimentos, pegar dinheiro emprestado e assumir biscates para poder manter as despesas do hospital.

Durante os 14 anos em que acompanhou o filho, Lee visitava os quartos de outras crianças deficientes incentivando os pais a não desistirem delas. E as pessoas começaram a chamá-lo de pastor naturalmente.Posteriormente, Lee se matriculou em uma escola de teologia e se oficializou pastor.

Inicialmente ele não queria aceitar o fato de ter um filho com deficiência,  diz que perguntava a Deus: " Por que você me deu uma criança deficiente? Eu não sou grato por esse bebê". Mas, o amor de Lee por seu filho foi aumentando e levando-o para mais perto de Deus.

É incrível, pois, o motivo da grande decepção de Lee, acabou por se tornar sua causa de amor que iria salvar muitas pessoas. Pastor Lee registrou seu filho deficiente sob o nome de Eun-man que significa "cheio da graça de Deus". Eun-man atualmente se encontra em casa, com a família. Passa a maior parte do tempo em uma cama, ocasionalmente solta um ronco ou suspiro e sua saliva é sugada através de um buraco traqueal em sua garganta.



A Caixa:




Construída  em um anexo da casa do pastor, somente no ano de sua criação havia recebido 383 crianças. De lá para cá a caixa já ultrapassou a marca de milhares de crianças abandonadas. Sem condições para cuidar de todas as crianças que recebe, o pastor transfere algumas para orfanatos, sob cuidados médicos. Algumas mães acabam voltando para recuperar seus filhos.

Hoje, a casa do pastor foi reformada e conta com 21 alas, abrigando pouco mais de 20 crianças. O mais jovem tem dois meses de idade e o mais velho 18. É Lee e sua esposa que acordam no meio da noite, trocam fraldas, preparam mamadeiras e acompanham algumas das crianças na escola.

Autoridades do governo tentaram fechar o orfanato da caixa alegando que o pastor não tem treinamento formal e não há espaço suficiente para todas as crianças. O Ministério da saúde na Coreia alega que a caixa incentiva o abandono de crianças. Contudo, algumas empresas privadas se solidarizam com a causa e ajudam na manutenção do ministério do pastor Lee. Ele diz que Deus lhe concedeu essa obra e não tem deixado nada faltar, nem para ele, nem para o orfanato.

“Era doloroso ver a realidade, mas eu precisava fazer o que fiz. Não é algo que planejei. Não é algo que fiz porque sou uma pessoa boa. Foi realmente Deus quem orquestrou e me levou a este caminho. Todas essas crianças são preciosas para Deus"

Histórias da caixa:

O interior da caixa contém uma toalha grossa cobrindo o fundo e  luzes de aquecimento para manter o bebê confortável. Um sino toca quando alguém coloca um bebê na caixa, em seguida, os associados da equipe pastoral e sua esposa, vêm recolher o bebê . 

O ministério da caixa de bebês se transformou em filme.  Brian Ivie, o cineasta de 22 anos que decidiu fazer o filme, após ler sobre o trabalho do pastor, não se considerava cristão antes das filmagens. Ou melhor, era um cristão nominal, mas ele afirma que se converteu verdadeiramente a Jesus após conhecer e entrevistar o pastor Lee, podendo testemunhar com seus próprios olhos o amor que ele afirmava que antes só ouvia falar. Parte dos lucros do filme serão usados para ajudar o ministério de Lee e outros programas de assistência social cristãos.

A seguir trailler do filme sobre o ministério do pastor Lee e uma reportagem mostrando como funciona a caixa e as acomodações na casa do pastor. Ambos estão em inglês (infelizmente ainda não aprendi legendar vídeos), mas permitem conhecer o modo excepcional, o amor de Deus que transborda na vida desse trabalho.

Trailler:


Reportagem:



Deus o abençoe.

3 comentários:

Nana Ribeiro disse...

que história linda amiga e cheio da graça de Deus ..... que bo que existem pessoas como esse grande homem de Deus.... Deus abençõe por compartilhar tamanha linda história... bjus amiga ... estou com bloguinho novo ... quero deixar meus problemas nas mãos de Deus e mudar de vez meu modo de agir e pensar ... bjus amiga me segue la ok..bjus

Wilma Rejane disse...



Oi Nana!

Conhecer o ministério do pastor Lee foi um diferencial para mim. Um ministério tão especial como este, reflete o verdadeiro amor de Deus aos pequeninos e renova a certeza de que ainda existem cristãos genuínos.

Deus a abençoe,
Bjs!

Anônimo disse...

O MAIS BONITO MESMO É QUE ELE DÁ TODA HONRA E GLÓRIAS A DEUS!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...