Você conhece a história de Juliana Vilela?





Ela é uma das mais jovens pessoas no mundo a copiar sozinha, à mão, a Bíblia completa. Um esforço que levou dez meses para ser concluído!
   
A Bíblia manuscrita feita pela garota mineira consumiu 28 canetas esferográficas, 16 blocos de fichário e 3.223 folhas. Para cumprir seu objetivo em menos de um ano, ela transcrevia o texto sagrado seis vezes por semana, numa média de cinco horas e quatro capítulos bíblicos por dia. O intervalo de descanso era de apenas 15 minutos, só para alongar as mãos e os braços. Ao final, os 66 livros das Escrituras foram divididos em seis volumes copiados. “Quando copiei as últimas letras da Bíblia, foi uma satisfação muito grande. Senti uma alegria inexplicável. Será uma recordação para a vida inteira”, relata Juliana.
   
Sua motivação para transcrever as Escrituras na íntegra vem da infância. Aos nove anos, ela teve seu primeiro contato com a Bíblia e, desde então, passou a gostar das historinhas bíblicas infantis. Os livrinhos de Davi e Golias, Sansão e Dalila, Arca de Noé e o Nascimento de Jesus foram os primeiros a serem copiados. Depois, aos 12 anos, Juliana leu o Novo Testamento, o que a inspirou a copiar um livro de 300 páginas sobre o Apocalipse. “Como sempre gostei muito de ler e escrever, copiava a Bíblia como forma de entender mais o texto de Deus”, conta.

Antes de começar a redigir a bíblia Sagrada, Juliana enfrentava uma luta para superar a anorexia. “Foi aí que Deus me ajudou, colocando em meu coração o desejo de ler e copiar a Bíblia, assim minha mente ficou ocupada e passei a ter uma vida melhor”, conta Juliana.

A adolescente acordava às 6h da manhã para copiar a Palavra de Deus. “Quando tinha algo para fazer de manhã não gostava porque a prioridade era copiar a Bíblia. Nunca vou esquecer esta experiência”, lembrou.


   
A família sempre a apoiou na longa jornada, embora às vezes duvidasse da conclusão de seu propósito. “Conforme eu copiava, meus pais incentivavam com palavras de ânimo. Mas muitos parentes duvidavam. Eu sempre acreditei que conseguiria, pois foi Deus que colocou esse desafio no meu coração”, emociona-se.


Os cadernos onde Juliana registrou todo o conteúdo bíblico ficarão guardados em sua casa. Mas, pelo fato histórico, a adolescente recebeu homenagens e até diploma de reconhecimento da igreja que frequenta em sua cidade. Um resumo com as etapas de seu árduo trabalho foi até divulgado no YouTube.
   
Ao mesmo tempo, a estudante virou palestrante bastante requisitada para narrar sua experiência nas escolas locais. Ela busca incentivar mais jovens a ler e copiar a Bíblia. “Deus me abriu portas para falar dele com pessoas que eu nem conhecia. E os alunos ficam admirados quando falo que li e copiei toda a Bíblia.”Os interessados em repetir o mesmo desafio devem  seguir uma receita básica. “O primeiro ingrediente é ter iniciativa. O segundo é ter persistência e não desistir. O terceiro é traçar objetivos. E o quarto é organização. Sem ter isso, a vida fica sem graça”, aconselha a copista dos tempos modernos

Juliana é filha do diácono Vander Batista Pereira e de Suzimara Grunheidt Vilela Pereira, membros da Igreja Presbiteriana de Vila Rubens, da Cidade de Itajubá  (MG).

E além das receitas básicas deixadas por Juliana, fica a lição de que ocupar a mente com bons propósitos é um ótimo remédio para doenças. Durante o processo de realização da tarefa de copiar a Bíblia, a jovem ficou absolutamente curada da anorexia.

Fonte:  Cristianismo Hoje.

2 comentários:

Presbítero Maurício disse...

Parabéns à nossa querida irmã Juliana! Deus tem propósitos na vida de cada um. Pudesse todos fazerem o mesmo! Glória a Deus.

Wilma Rejane disse...



Olá Presbítero Maurício,

E que através do exemplo da Juliana, outras pessoas se animem por reescrever a Bíblia, não apenas no papel, mas e principalmente no coração.

Deus o abençoe, irmão Maurício.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...